Discussão:Proposta de grupo de usuário

Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil
Ir para navegação Ir para pesquisar

Descrição[editar]

Eu havia iniciado um pequeno esboço a partir da tradução da página referente ao tema no Meta, desenvolvida pelo AffCom. Espero que sirva de apoio para nós amadurecermos essa ideia. Também pode ser anexada a esta. Vinicius Siqueira 19h18min de 14 de outubro de 2013 (UTC)

Olá Vini, acho que seria interessante completar esta proposta com o esboço que você publicou Rodrigo Padula (discussão) 20h42min de 14 de outubro de 2013 (UTC)

Boa iniciativa[editar]

Como a criação da entidade legal parece estar travada e esse modelo me parece estar mais próximo da forma de atuar da comunidade brasileira, que inclusive resolveu criar a entidade legal como única forma de reconhecimento por parte da WMF como representante local da organização na época (~2011), acho que a formação de um grupo de usuários faz mais sentido. Claro que é uma pena ver todo desgaste desnecessário se não tentassem impor um modelo falho por aqui tentando forçar a barra sem conversar direito com a comunidade (o americo-centrismo) ou o antigo comitê de capítulos fosse menos turrão e ouvisse a comunidade brasileira (o euro-centrismo), mas em algum momento a coisa vai ter que andar, pois ficar tudo nesse impasse que está faz com que todos percam.

Parabéns aos proponentes e boa sorte. --Everton137 (discussão) 20h46min de 14 de outubro de 2013 (UTC)

Everton, pelo que venho conversando aqui no México a "liquides" da comunidade brasileira gera um ruído enorme para os que estão de fora. Isso é ruim porque torna a cooperação com outros grupos difícil.
Agora, felizmente temos um modelo que se encaixa. A Wikimedia tem falhas mas tem pragmatismo, é um processo mudar tais coisas. Abraço, --Jonas (discussão) 21h42min de 14 de outubro de 2013 (UTC)
Faz décadas que sei que, por exemplo, um projeto de engenharia bem apresentado, de valor mais elevado, vale mais que projetos concorrentes não muito bem apresentados, apesar de mais baratos.
Este esquema de querer dar lições a quem tem muita experiência e muito dinheiro, acaba dando nisso. O certo era evitar ao máximo fazer ruído dentro da comunidade. O Pietro Roveri chutou quem de fato estava muito engajado no projeto. Entrevistou quem faziam criticas a editores e se juntou a eles.Olha só, estes foram embora. Foram brincar em outra freguesia. --189.38.141.179 22h41min de 14 de outubro de 2013 (UTC)
Jonas, acho que quis dizer liquidez. (confesso que encontrei dificuldades ao ler como "li-cui-des" :) Se a Wikimedia Foundation tem agora um modelo que se adequa mais ao formato que a Wikimedia Brasil sempre tentou trabalhar, bora mudar para ele. Eu só vi gente correndo atrás para formar uma entidade legal quando, em 2011 durante a Wikimania de Israel, nos informaram que um escritório seria criado, com diretor e outras coisas - lembro claramente de alguns colegas incomodados com a ideia de um diretor. Eu não quis me envolver pois não teria tempo para formar uma ONG apenas como voluntário e nem era do meu interesse por concordar que a forma de trabalho dos wikimedistas pode funcionar sem uma ONG (apesar que hoje eu acho que algumas coisas podem ser facilitadas, se houver um grupo maduro para tocar o negócio), apesar de não ter sido contra que outro o fizessem para atender as exigências da Wikimedia para os voluntários poderem usar sua preciosa marca para (surpresa, surpresa) desenvolver atividades que promovem sua marca e projetos.
Fica aqui meu apoio para construírem uma boa proposta de um grupo local e que seja resolvida a questão do WikiBrasil, pois muita gente ainda não recebeu e isso não é certo. P. S. Wikimedia tem pragmatismo? Ai, ai, Jonas. rs --Everton137 (discussão) 01h12min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
Perdao pelo português conturbado :) PS: Tom, the joker. --Jonas (discussão) 14h32min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
"no México a "liquide[z]" da comunidade brasileira gera um ruído enorme"
Exato, eles não entendem o Movimento Wikimedia, que é fluído e não solidificado como eles pensam... assim, não somos nós que temos um problema... já que capítulos são expressões nacionais do Movimento Wikimedia... Rodrigo Tetsuo Argenton m 04h16min de 16 de outubro de 2013 (UTC)

O que isso significa?[editar]

Parece interessante.
E pode, eventualmente, ser um caminho para dar continuidade ao que vem sendo feito (temporariamente) com o programa catalizador!
Mas tenho algumas dúvidas sobre como isso vai funcionar na conjuntura atual. Por exemplo, como se relaciona com o programa catalizador? E parcerias (aka: Ação Educativa)?
Alguma coisa muda com relação ao financiamento de atividades? Continuaria sendo feito por Grant, né? - Raylton P. Sousa (discussão) 16h30min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
Boa pergunta Raylton, a funçao do programa catalizador é catalizar açoes no Brasil, dessa forma o grupo de usuários é uma efetivaçao a longo prazo desse esforço. Porque de toda forma o programa catalizador nao vai durar para sempre. A açao educaiva é um outro grupo com ideias semelhantes, o grupo de trabalho entao é uma forma complementar de organizar açoes e realizá-las. --Jonas (discussão) 19h00min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
A princípio, não altera em nada. O Projeto Catalisador é independente do grupo de usuários e funcionaria, no caso, como mais um parceiro no desenvolvimento das atividades no Brasil, assim como tem sido, ultimamente, em relação ao movimento. O financiamento do Projeto Catalisador se dá por grants diretos da WMF e continuará sendo; ele não passa para o escopo do Grupo de Usuários, assim como não passaria se houvesse a formalização de um capítulo. A ideia do grupo de usuários me parece interessante porque permite a organização do movimento, independente da necessidade de se haver uma formalização prévia. Vinicius Siqueira 00h13min de 16 de outubro de 2013 (UTC)
Exato. E a WMF já deixou claro em N ocasiões que o projeto catalisador não é um "concorrente" em financiamento de qualquer organização de wikimedistas brasileiros. Uma apresentação relativamente recente (feita na Wikimania e no metrics meeting) explicita isso também. E pra nós (incluindo aqui a Ação Educativa) será muito bom fazer atividades juntos e apoiar propostas programáticas do grupo. --Oona (WMF) (discussão) 02h02min de 16 de outubro de 2013 (UTC)

Discussões anteriores[editar]

Isso foi discutido há um ano em Discussão:Wikimedia Foundation/Comitê de Afiliação/Dúvida sobre nossa estrutura e recentemente em Discussão:Wikimania/2013/Relato#Affcom, eu inclusive tinha criado a página Formalização do capítulo , que organizava a criação de um grupo de usuários como um passo para a criação do nosso capítulo e que tinha alguns links e explicações sobre a criação do grupo de usuários. Porém o Argenton eliminou a página lembrando já tínhamos decidido não criar esse grupo, e não fui contra porque naquele momento lembrei também que a ideia do grupo de usuários já tinha sido mesma discutida e rejeitada, o Castelo Branco também concordou e ninguém foi contra naquele momento. Baseado nessa discussão eu disse ao Josh do AffCom que nossa decisão é mesmo criar o capítulo diretamente e cobrei um checklist do que está faltando para formalizar o capítulo, e há uma semana ele respondeu em m:Talk:Wikimedia Brasil/AffCom dizendo que levou isso ao demais membros. Portanto, não seria melhor esperarmos mais um pouco ou cobrarmos a resposta deles antes de ressuscitar a ideia do grupo de usuários? Danilo.mac (discussão) 18h22min de 15 de outubro de 2013 (UTC)

Ótimos questionamentos Danilo. Primeiro, um grupo de usuário nao elimina a criaçao de um capitulo. Segundo, a nossa demora em realizar um outro encontro antes de abril deste ano invalida nossos esforços de 2012. Diante disso estou propondo, junto com outros editores a criaçao do grupo. --Jonas (discussão) 19h12min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
Um grupo não impede a criação de um capítulo, mas um capítulo impede a criação de um grupo, pois é uma estrutura maior, em que um grupo já está incluído. Faz uma semana que eles disseram que iam ver o que está faltando para a criação do capítulo, meu receio é que nos próximos dias eles deem uma resposta e entremos na fase final da formalização do capítulo ao mesmo tempo que estamos tentando criar um grupo, entendem onde quero chegar? Na minha opinião temos que cobrar uma resposta rápida do AffCom, se podemos finalizar a formalização do capítulo, ótimo, se não, ótimo também, vamos criar o grupo, o que não podemos e ficar nessa situação em que cada um vai para um lado e o AffCom não é claro sobre nossa situação. Danilo.mac (discussão) 20h57min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
Falei com o Rodrigo Padula via IRC, ele está no Iberocoonf com dois membros do AffCom, Sebastian e Galileo, parece que a decisão deles é mesmo de não levar o processo de formação do capítulo a frente, segundo eles devido ao tempo que passou e à falta de atividades em que eles possam se basear para justificar a criação de um capítulo, e vão passar então para o processo de formação de um grupo de usuários. Insisti para que eles deixem isso registrado na página m:Talk:Wikimedia Brasil/AffCom, para dar transparência e evitar problemas de comunicação, o Josh deve reportar a decisão lá em breve. Danilo.mac (discussão) 23h08min de 15 de outubro de 2013 (UTC)
Nós recebemos a sugestão de formar um Grupo de Usuários a partir da conversa com os membros do AffCom que estavam na Wikimania. Foram eles que nos indicaram que poderia haver algum receio, por parte deles, em aprovar o capítulo, pelo fato de terem dificuldades em reconhecer que a WMBR preenche alguns dos critérios para receber a recomendação emitida ao Board, como dito acima. Nós (eu e o Mateus, presentes), julgamos a ideia bastante interessante, inclusive porque percebemos a dificuldade que estamos tendo em avançar com o processo iniciado no WikiBrasil. Dessa forma, retornamos com a intenção de retomar o assunto com a comunidade. Felizmente, o Jonas tomou a iniciativa e estamos tendo a oportunidade de redefinir os passos da WMBR. Vinicius Siqueira 00h22min de 16 de outubro de 2013 (UTC)
E a sugestão da comunidade Siqueira? E o que a comunidade decidiu seguir? Isso não vale, não é? É melhor dar ouvidos à qualquer pessoa fora no Brasil...
Quais dificuldades? Cadê esses pontos? Por que eles não mostram ao público que isso existe, se existe?
Não estamos tendo dificuldades, estão colocando dificuldades (como uma etapa a mais que seria passar por todo o processo para ser usergroup, para que daqui anos seja capítulo), era para o AffCom ter aprovado há meses, e essa é a única dificuldade, se não entenderam até agora.
Não há razão para iniciar outro processo, gastem essa energia para, pelo menos uma vez, terminarem algo que começaram.
"a nossa demora em realizar um outro encontro antes de abril deste ano invalida nossos esforços de 2012" ah???????? Invalida o que?????? Nem faz sentido isso
" um grupo de usuário nao elimina a criaçao de um capitulo." como a criação de 27 ONGs com os nomes Wikimedia Brasil 1, Wikimedia Brasil 2... Wikimedia Brasil 27, não elimina, só abre concorrências, dissipa energia e dificulta a legitimidade...
De novo, se é para falar com o AffCom, é no Meta, ninguém daqui deixou Nobre e Siqueira representar o grupo e em HK, aceitar e trazer a sugestão que havia sido negada, como estão dizendo em: " the best of my knowledge we are waiting on whether or not you guys have agreed to constitute a user group first as a trust-building measure, which we suggested to your representatives during Wikimania in Hong Kong.", então não sei com que propriedade Xavier e Padula estão tocando no assunto pessoalmente com os membros do AffCom. Rodrigo Tetsuo Argenton m 04h02min de 16 de outubro de 2013 (UTC)
A comunidade, em algum momento, optou por constituir um capítulo. Importante lembrar que, àquela altura, não havia sido aprovada pelo Board essa nova estrutura, os User groups. Portanto, não há problema em levantar essa discussão, e mesmo que essa possibilidade já existisse naquele momento, não há erro em retomar temas anteriores, quando há uma demanda da comunidade por isso. Muitas pessoas, assim que surgiram os "grupos", acreditavam que a melhor opção seria essa. Continuamos insistindo no capítulo, mas até agora não houve nenhum resultado desse processo.
"Um grupo de usuários não elimina a criação de um capítulo". Isso é verdade e foi uma das razões que me levaram a apoiar essa ideia. A constituição de um capítulo implica o surgimento de inúmeras responsabilidades que demandam pessoas ativas, capazes de honrar com os compromissos que a comunidade assume quando cria uma associação legal. Eu não percebo que, nesse momento, tenhamos esse pré-requisito fundamental para a manutenção de um capítulo vivo e operante. Criar um capítulo, nesse momento, pode ser uma grande irresponsabilidade, no sentido de que provavelmente não conseguiremos encontrar gente suficiente para corresponder às demandas de uma associação.
Quanto às conversas que tivemos ou deixamos de ter com outros capítulos, com o AffCom etc., considero assunto superado. Estaríamos incorrendo em algum erro se tivéssemos assumido qualquer compromisso em nome da WMBR durante esse diálogo. Não foi o caso. Ouvimos o que eles sugeriam para a WMBR e repassamos à comunidade. Esse tipo de questionamento não faz sentido. A comunidade está inserida no processo de decisão. Não há nenhuma atitude monocrática. Vinicius Siqueira 17h07min de 17 de outubro de 2013 (UTC)

Não, não, a gente já sabia dessa possibilidade, o board da época falou conosco, foi discutida e negada. E não elimina, atrasa em 3 anos gastando uma energia totalmente desnecessária..
E se era para discutir, não era para já iniciar a etapa de formação do grupo de usuários ( Membros: o grupo deve ser formado por membros ativos[...]). Que é isso que eu digo aos "membros", no texto que você não respondeu, e se é para discutir, me responda os questionamentos...
"A constituição de um capítulo implica o surgimento de inúmeras responsabilidades que demandam pessoas ativas, capazes de honrar com os compromissos que a comunidade assume quando cria uma associação legal. [...] A constituição de um capítulo implica o surgimento de inúmeras responsabilidades que demandam pessoas ativas, capazes de honrar com os compromissos que a comunidade assume quando cria uma associação legal. "Criar um capítulo, nesse momento, pode ser uma grande irresponsabilidade"
Falácias, pois o modelo de organização mínima - que críamos durante o processo, e muitos que falam pelos cotovelos não quiseram entender até agora - possibilita que uma pessoa a cada seis meses, tenha alguma responsabilidade de gestão. A estrutura não é nem perto das criadas por outros capítulos, que se atolaram em burocracias, a necessidade de gestão será acionada por demanda, o que será raro, haja vista que pouquíssimas atividades necessitam uma instituição legal no país. Você passou muito tempo no Iberocoop, e pouco tempo tentando entender o que foi proposto para o Brasil, que é algo mais simples.
Não é a mesma coisa, mas legalmente é, pois, sei lá quantas vezes terei que repetir isso, a APR-CCL não realizará atividades! A Wikimedia Brasil como instituição, não realizará atividades!, o modelo atual permanece, e a cada ano, tem-se que fazer o balanço anual, e para uma ou duas atividades ( WLM, GLAM -talvez-, WikiBrasil -talvez-.), será acionada a estrutura legal para concretização de necessidades restritas de ordem legal, isso se vocês fizerem alguma atividade, pois o modelo será o mesmo, e vocês não têm feito porra nenhuma! Então não sei a razão de vocês reclamarem por maior estrutura, se vocês não usam para nada! Rodrigo Tetsuo Argenton m 01h58min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

É só para afrontar mesmo? É cegueira? Ou é a concorrência comprando espaço?[editar]

Discussão:Wikimania/2013/Relato#Affcom - 06h37min de 19 de agosto de 2013 (UTC)

Já vai ter um User Group (user group da WMF, pqp!) ou blabla temático da WMF no Brasil (eu nem vou discutir a validade disso), e isso não é o que os voluntários da WMBR se propuseram a ser, chegou-se a um consenso interno para gastar energia e recursos (monetários, mentais...) para criar um capítulo formal, se era para se "group" ou qualquer outra bosta, era para eles terem reconhecido isso antes de 2011, quando a gente falava que era o caminho, não nos quiseram deixar trabalhar como queríamos, abriram uma concorrência nacional e agora temos mais de anos agora no processo.
[...]
Para não dar possibilidades de manipulação, qualquer coisa que forem fazer quanto à aprovação pelo AffCom, que seja feita Wikimedia Brasil/AffCom
[...]
Foi nos ofertado grupo de usuários (tipo a cracolândia) e grupos temáticos; e foi negado pelos voluntários,
[...]

Discussão:Encontro Wikimedia Ibero-Americano/2013 - 04h39min de 6 de outubro de 2013 (UTC)

[...]
toda conversa com membros AffCom deve ser no Meta, pois atrasa o processo, além de criar mais "ruídos" e não ter histórico comprobatório (que se mostrou necessário)
[...]


Eu não sei que parte vocês não entenderam, se foi a parte de "foi negado", ou "deve ser no Meta", está parecendo que foram os dois.


Para a Wikimedia Foundation:

Eu falei mais de uma vez que se a WMF quiser assumir o Movimento Wikimedia no Brasil, faça isso declaradamente, e não de forma sorrateiramente e inescrupulosa, como essa proposta.

Proposta de vocês, deve estar no espaço que vocês decidiram que seriam realizada as atividades de vocês, o Meta, a comunidade não quis isso, vocês quem quiseram.

Sim, é uma concorrência, já que você retira energia do capítulo local, para dedicar à atividades que são realizadas por uma ONG, que não tem escutado o Movimento local, muito menos ajudado, e está a anos-luz do nome bonitinho e falacioso de catalisador, já que não tem catalisado nada, só tem feito as atividades que bem entende, mesmo sendo advertido para não o fazer, como esse encontro Ibérico. E não adianta aplicar "mil mentiras se tornam uma realidade", é uma concorrência com 400 mil dólares no ano, contra dinheiro do bolso de voluntários.


Para os voluntários

O mesmo grupo que aprova capítulo aprova formação de grupo de usuário, e eles têm forçado a Wikimedia Brasil a ser que nem outra porcaria de ONG desde sempre, e quando viram que não iriam conseguir, começaram a enrolar o processo e forçar a diminuição do status da Wikimedia Brasil para Grupo de Usuários, e a Wikimedia Foundation entrou nessa onda desde que o nome dela foi ligado ao capítulo de forma inescrupulosa por certas pessoas.

E esse processo não tem porquê existir, pois ele atrasaria o de formação de capítulo - em 3 anos ou mais-, para ser um grupo minoritário que não soluciona nada, se eles aprovariam esse grupo, qual a razão para não aprovar o capítulo?????? Quem precisa de selo da WMF e do AffCom para realizar atividades? Por que vocês querem tanto esse selo? Para ter um nomezinho? Vai mudar alguma coisa? Vocês vão começar a realizar atividades depois do selo? Por que não fazem atividades agora? Para que passar por essas burocracias e gastos de energia se isso não mudará em nada, NADA, o quadro atual? Na verdade só criará mais burocracias que não vão ajudar em nada, e prestação de contas em um movimento que não tem verba... Não pensaram porquê eles não falaram o que falaram com vocês no Meta? Porquê estão demorando tanto se tudo está correto?

E quando foi aberta a discussão sobre essa ideia que apareceu na Wikimania, por que vocês não se pronunciaram? Estranho isso, me lembra aquelas manobras baixas utilizadas em outras comunidades, não tem um argumento contrário aos apresentados no dia 19 de agosto...

O processo de formalização está aguardando o aval do AffCom, já que eles acusaram para deus e o mundo de que a WMBR teria passado por cima da decisão deles, por isso a gente não foi realizou mais nenhuma etapa do processo de fundação. É óbvio que não é do interesse de muitos que a WMBR seja um capítulo, inclusive de pessoas dessa lista de membros (alias, olha só, que nome pomposo, voluntário ninguém mais quer ser, pra que realizar atividades e ser esse o norte do grupo se podemos dar carteirada), mas foi uma decisão da comunidade que seria realizado o capítulo, então será realizado o capítulo, se era para ser "Grupo de Usuários" (SIC), era para ser há anos atrás, quando o grupo disse que a exigência para ser capítulo era estúpida e a comunidade internacional rechaçou a ideia, agora teve toda uma mobilização para a adequação do grupo para ser a porcaria de um capítulo.

E eu falei isso para alguns, mas à exemplo da Índia, a WMF está seccionando a comunidade, e essa comunidade aqui se uniu com muita dificuldade, e agora vem outro grupo tentando dividir para minar as forças de novo. E o mais interessante é que eu tinha dito isso desde a primeira conversa sobre o assunto, e cá estamos, um grupo dizendo que formará algo que a WMBR tinha se negado a realizar, por iniciativa da WMF e por "orientação" do AffCom, exatamente como eu havia previsto, e os passos que eu tinha previsto, então só dou os parabéns para a Wikimedia Foundation por ter mentido na minha cara, por serem previsíveis e por criarem esses comitês obscuros, sem valores do Movimento Wikimedia.


Para os membros ou usuários

Sucesso para vocês, já vi essa história antes, só que os nomes eram diferentes... só para saber, serei um dos alvo de novo? Pela formação do grupo, parece que, né...

As coisas aqui são decididas via diálogo e consenso, não por votação, essa lista de "membros" foge completamente do que fora feito, se vão abrir outro grupo com outros valores e métodos, façam como os antecessores de vocês fizeram, usem: meta:Wikimedia Brasil/Qualquer nome que vocês queiram dar, depois a gente divide a página meta:Wikimedia Brasil para vocês ficarem felizes...


Rodrigo Tetsuo Argenton 03h43min de 16 de outubro de 2013 (UTC)

Grupo de usuários - Perguntas frequentes[editar]

Por que criar um grupo de usuários?[editar]

Para agir, brigar menos e fazer mais! Todo grupo de usuário tem uma missão, a nossa está sendo definida agora com a ajuda dos interessados, ela abrange os interesses dos mesmo no sentido de realizar projetos. A estrutura segue a função.

Também por conta da demora e complexidade na criação do capítulo brasileiro, que exige a criação de uma associação legal.

Quais as obrigações do grupo?[editar]

Uma vez aprovado o grupo e havendo interessa na sua manutenção o grupo deve disponibilizar relatórios anuais de atividades, com descrições claras de resultados e custos.

Qual a relação com outros grupos de missão semelhantes?[editar]

A relação inicial é de cooperação. O movimento wikimedia é abrangente de uma forma que disputas com outros grupos de missão similar seria falta de criatividade.

Em alguns países existem capítulos e grupos de trabalhos. Lista completa.

Qual o papel representatividade do grupo?[editar]

O grupo de usuários representa apenas o grupo de usuários. Não há intenção de funcionar como o único ponto brasileiro do movimento wikimedia, isso é impossível diante da diversidade geográfica e cultural.

Essa respostas são finais?[editar]

Não, o grupo está sendo formalizado agora por isso essas respostas estão sendo reformuladas.

Pergunte aqui[editar]

Adicione a sua pergunte se tiver alguma.

  • O que podemos fazer com o grupo que não poderíamos fazer sem o grupo? Danilo.mac (discussão) 15h08min de 17 de outubro de 2013 (UTC)
    • O grupo recebe o apoio oficial da WMF para exercer suas atividades. Atualmente, não temos esse apoio. Nesse momento, eu acredito que a aprovação de um capítulo brasileiro pelo AffCom, é praticamente inviável. Na minha opinião, eles têm dificuldade em assumir que há um grupo de trabalho consolidado e estável no Brasil. O que não está fora da realidade. Insistir na criação de um capítulo é que, na verdade, pode ser esforço desperdiçado. Desse modo, penso que criar um grupo de usuários nos dá tempo para readquirirmos a confiança da comunidade internacional e afirmarmos o nosso espaço por aqui. Na prática, pouca coisa muda em relação às nossas possibilidades atuais, mas determina uma maior coesão para o grupo, impede a perda de motivação pela negativa iminente e, em consequência, nos prepara para assumirmos uma entidade legal. Vinicius Siqueira 17h22min de 17 de outubro de 2013 (UTC)

Desde quando precisamos de apoio oficial da WMF para realizar atividades? Qual a necessidade disto? Pelo que eu sei, somos um grupo que é independente "em suas relações, inclusive financeiras, sejam com instituições, grupos ou indivíduos.", logo não precisamos de aval para realizarmos atividades, que é a única coisa que fazemos aqui, não entramos em senados, alá WCA, para ter poder interno.
Tempo? Confiança? Estamos dando tempo para eles desde 2010 para entenderem que a Wikimedia Brasil é a expressão do que eles defendem no campo do offline, eles não conseguem entender o próprio modelo Wiki. E confiança? Eu não confio neles, para que eu vou ficar pedindo que eles confiem em mim? E quem precisa de apoio internacional, o Brasil é muito grande para eu me preocupar se a WMDe vai me ajudar em uma atividade pontual a cada 10 anos. E "afirmarmos o nosso espaço por aqui." ahhhh????? Você acha mesmo que eles não entendem que somos A Wikimedia Brasil? Então como este espaço que estamos escrevendo ainda está sendo utilizado por nós? Como temos um OTRS da WMBR, e como temos uma lista Wikimedia Brasil?
Realmente, na prática não muda porra nenhuma, alias, muda, traz problemas para o modelo atual:

  • O que afetaria -negativamente- a estrutura atual
    • Teríamos que prestar contas, que é a única necessidade para uma associação legal no país, ou seja, teríamos o mesmo gasto de energia que a de um capítulo, ou seja, não é justificativa
    • Poderíamos ser cobrados quanto a:
    • Criação de um board, e forçação de barra para a indicação de representantes.
      • Active work
        • Se hoje eles não conseguem ver atividades, como verão depois?
      • Transparent reporting
        • Teria que ser criado traduções para eles, o que hoje não se faz necessário.
      • Good cooperation with other entities
        • Isso é um ponto obscuro, e dúbio, podendo gerar necessidades de "acordos" forçados.
    • O tamanho do país pode ser um impedimento na formação de apenas um grupo:
      • Territorial range: Variable; assumed to be mostly regional, but could work across national boundaries
      • É capaz, por causa da extensão territorial, eles pedirem a criação de grupos menores, já que a definição de user group é:"support and promote the Wikimedia projects in the offline"
  • O que não muda, e seria solucionado com o capítulo:
    • Não se tem controle sobre o nome Wikimedia Brasil, nem podemos falar e assinar atividades como WLM, GLAM...
      • "Can help with informal negotiations, or minor agreements such as hosting or support for a local event, but WMF or chapter if they exist would sign partnership agreements" (meta:Wikimedia affiliation models/User Groups)
      • Essas negociações informais a gente já faz, e a gente não pode assinar...
    • Não se tem direitos a meta:Wikimedia affiliation models/Chapters:
      • WM trademark use for most purposes within country of operation, including fundraising and publicity
      • Recognition as representatives of the movement within country of operation
      • A voice in the selection of two Foundation trustees every two years
      • Participation in annual decision-making conference of all chapters
      • Simplified access to grants
  • Por que o nosso modelo de capítulo seria melhor que UG
Capítulo UG
Quanto às atividades Não se confunde a parte administrativa com a parte que realiza atividades, APR-CCL trabalha quando acionada, e uma vez por ano, Movimento Wikimedia Brasil realiza atividades via mutirão, os dois somados, são o capítulo para o Movimento Wikimedia, a APR-CCL é a Wikimedia Brasil para a justiça. Só com a entrada de membros para o grupo de usuários, estes poderiam realizar atividades. Tem-se, confusamente, a mesma estrutura para fazer balanços e realizar atividades. E não pode realizar atividades legalmente no país, muito menos acordos institucionais.
Quanto a questão monetária Com a necessidade de uma organização jurídica, a prestação de contas tem que ser realizada legalmente mensalmente, sendo possível pedir via grant o pagamento dessas necessidades legais. Fica a cargo dos voluntários fazer o balanço.
Questões de legitimidade e reconhecimento internacional Soluciona a questão. Não soluciona, não traz legitimidade, e ainda, de brinde, secciona o grupo nacional, afronta e descarta o trabalho do grupo dedicado a criação do capítulo, .dividindo novamente o que fora unido, não trazendo coesão, logo, não dá legitimidade, nem no plano nacional, muito menos no plano mundial. Abrindo espaço para ter 3 grupos de usuários ao mesmo tempo, por exemplo, dizendo que são os "representantes" nacionais, diminuindo o força para tornar-se capítulo.
Quanto ao uso do nome Pode-se utilizar os nomes sob trandmark da WMF, com os acordos, não sendo necessário acordos pontuais. E esse grupo é reconhecido como Wikimedia Brasil. Não se pode utilizar o nome Wikimedia Brasil, teria que ser algo como Wikimedians in Brazil, além de ter que fazer os pedidos de uso tal qual hoje.
Quanto aos gastos monetários Mesmo depois de um ano, ainda podemos utilizar o que fora feito na WikiBrasil 2012, já que podemos aferir que os presentes ainda se dispõem a assinar, não havendo mais gastos para a realização da formação da Associação. Daqui 3 anos, não podemos garantir nem que os eleitos como diretores assinarão os documentos necessários para a fundação, nem que o endereço que consta no Estatuto ainda será de domínio da APR-CCL. Por tanto, é provável que se tenha que ter todos os gastos para realizar outro Estatuto, outra convocação, por consequência, outra Assembleia, a última custou mais de 10'000 dólares (WikiBrasil + despesas legais).
Quanto ao tempo do processo e gastos energéticos. O processo está no fim, esperando apenas o conselho aconselhar, e o board, esse quem tem que aprovar. Aprovado, só entregar papéis no cartório, e abrir CNPJ, uma semana depois. (prazo:já era para estar pronto) O processo não está nem no começo, não sabendo ainda quais os desafios, despendendo uma energia descomunal para engendrar tudo o que é necessário, tendo que passar por processos de discussão. Com possibilidades em vários pequenos (prazo: 3 anos, com otimismo)
Quanto aos cargos Os cargos são virtuais, apenas acessados em questões legais, e separados do ambiente de atividades. Não há uma divisão clara.
Questões nacionais Pode-se comprar domínios em nome da Associação, tal como wikipedia.org.br, wikimedia.org.br (facilitando algumas coisas, evitando ruídos em outras); pode-se criar acordos institucionais com outras associações, empresas, governo, ..., facilitando acordos para a promoção de atividades pelos voluntários; pode-se realizar atividades em âmbito nacional, desde campanhas, concursos, gincanas...; pode-se manter uma conta bancária, afim de evitar que as atividades sejam realizadas via reembolso da WMF, e sim, o dinheiro vem antes da realização, viabilizando um leque maior de atividades que requerem dinheiro, além da possibilidade de minigrants nacionais... Nada disso pode ser feito.

Rodrigo Tetsuo Argenton m 03h28min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

  1. O grupo de usuários pode ser aprovado em menos de um mês. Com um pequeno esforço de escrever 1000 palavras de forma articulada.
  2. Haverá diálogo com o Programa catalizar brasileiro para saber as formas de apoio mútuo.
  3. A estrutura segue as funções, cada voluntário deverá trabalhar naquilo que tem interesse e desejo.
  4. A estrutura da Iberocoop garante ajuda entre entre os capítulos e grupos de usuários para ações maiores.
  5. Mais respostas amanhã, sábado (19), quando vamos conversar melhor sobre outros detalhes.
--Jonas (discussão) 03h50min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
  1. HEHEHEHHEHEHEHHE, tá, aham
  2. Como o diálogo atual? E eu entendo que os membros são alinhados com os valores da WMF, por isso, vão para o Meta, pois lá é o local de propostas da WMF, segundo a própria WMF.
  3. Não, a estrutura tem que ter um objetivo claro, e serão avaliados por isso, não leu?
  4. HEHEHEHEHHEHEHEHHEHEHEHEHEHHEHEHEHEHHEHEHEHEHHEHEHEHEHEHEHHEHHEHEHEHEH, cadê a ajuda deles para a formação do capítulo? Nhoi, que bunitinho você crer que eles podem ajudar, e que não têm interesse de que a WMBR nunca exista, ou seja um grupo com menos força e menos direitos.
  5. Acho que antes de dar respostas como esta, vai ler o que eu escrevi, e vai ler a documentação sobre chapters e sobre user group; eu fico impressionado com a capacidade religiosa dos brasileiros que não param para pensar e creem em qualquer falácia sobre caminhos mais fáceis. Rodrigo Tetsuo Argenton m 04h03min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Só uma diferenciação importante, independentemente do mérito da questão: uma coisa é o formato de afiliação do movimento Wikimedia, a outra é a formalização ou não do grupo. Grupos de usuários também podem ser organizações formais e, no caso de optar por isso mais à frente, poderá comprar domínios, fazer contratos de parcerias, concursos etc. ("User groups may or may not be legally incorporated entities") Claro que entendo que a própria proposta aqui apresenta como 'vantagem' justamente não se ter que passar agora por isso para se tornar o grupo de usuário. Mas nada impede que essa formalização ocorra antes, durante ou depois - independentemente de continuar atuando como grupo de usuário ou capítulo. --Oona (discussão) 05h45min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Sim, e acho até interessante que haja essa ressalva, mas para que criar-se-á uma estrutura legal e que não terá função de capítulo? Se for para ter uma estrutura legal, que seja de capítulo, pois não há vantagem algum em fazer a associação com a WMF, se o modelo atual (clandestino), é melhor. Rodrigo Tetsuo Argenton m 22h09min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Hangout sobre o Grupo de Usuários[editar]

Convidamos a todos os interessados na criação desse grupo brasileiro de usuários dos projetos Wikimedia, a participarem de um hangout no Sábado (19), às 16:00 (evento no Facebook). Enviaremos o link para o encontro no horário marcado.

A intenção é discutirmos a proposta de formação do grupo de usuários, bem como o plano de ações do grupo.

Abraços! Vinicius Siqueira 22h46min de 17 de outubro de 2013 (UTC)

Se é para fazer as coisas diferente do modo que temos realizado, utilizem outro espaço, pois aqui a gente segue a Carta e esperamos que os espaços devam ser os que agregam maior número de participantes possíveis.
Além disso, a fase de discussão é se a comunidade irá ou não aceitar a proposta, vocês estão passando por cima de uma discussão anterior, e querendo formar sem aval da comunidade, que se dá por discussão, preferencialmente em neste ambiente wiki. E se a discussão for de caráter deliberativo, deve ser realizada aqui. Rodrigo Tetsuo Argenton m 02h02min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Rodrigo,
"formar sem aval da comunidade"? -- nós somos a comunidade e queremos trabalhar, apenas convidamos as pessoas e elas estão vindo. Eu aprecio sinceramente a sua preocupação, mas não obrigamos você a fazer parte disso. --Jonas (discussão) 02h36min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Sim, sem aval, tem que se discutido antes se o caminho será esse, não começar "convidamos as pessoas e elas estão vindo" para agregar coro. E se for, desculpe, mas o grupo estará divido, " mas não obrigamos você a fazer parte disso. ", exato, e como eu aposto que outros continuarão o que começamos aqui, e vocês terão que ir por outros meios, rachando de novo essa merda. Rodrigo Tetsuo Argenton m 03h36min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Link para o hangout: [1]. Esperamos por todos. Vinicius Siqueira 02h23min de 19 de outubro de 2013 (UTC)

Questão sobre o AffCom[editar]

Queria expressar minha opinião sobre o comentário exposto pelo Raylton, mas que também pode estar na cabeça de outros:

Citação: Mas não compactuo com a falta de clareza e posturas evasivas do AffCom em ocasiões anteriores. E estou atento com a possibilidade de esse grupo ser mais uma tentativa perdurar o processo indefinidamente escreveu: «Raylton [2]»

O que é o AffCom?

(Para quem não sabe, AffCom é a sigla que se refere ao Affiliations Committee, um grupo de usuários e membros do Board eleitos pela comunidade, que regulam a criação de capítulos e grupos de usuários. Todo processo de criação de uma dessas organizações passa pela mão deles, que promovem a revisão do processo e dos estatutos, emitindo ou não uma nota para o Board -- a última instância -- quanto seu apoio ou não ao reconhecimento desse grupo como uma organização que deva receber o suporte da WMF. O Board é a instância final, portanto, ele pode acatar ou não a sugestão do AffCom, mas, de praxe, ele tem acatado.)

Comentário

Nós não tivemos uma boa experiência com o AffCom, nos últimos tempos. Obviamente muitos de nós devemos ter nossas ressalvas quanto ao trabalho do comitê. No entanto, não podemos negar que falhamos, muitas vezes, na comunicação com eles. É verdade que no final ficamos sem uma resposta definitiva e, embora tenha havido, nesse tempo, a eleição dos novos membros do AffCom, que parou com todas as análises, eles não concluíram o caso da WMBR. Além disso, houve todo o mal entendido sobre a incorporação (ou não) de uma entidade legal antes do pronunciamento do AffCom, o que contraria o modelo que eles propõem. O fato é que, aparentemente, eles só ficaram realmente certos de que não houve criação de uma entidade legal (apesar da assembleia de fundação ter ocorrido, os papéis para a criação da associação não tramitaram) durante o último Wikimania, no qual pudemos conversar pessoalmente com eles e explicar o ocorrido.

Eu não acredito que haja interesses obscuros na sugestão do AffCom para que formássemos um User Group. A primeira vez que essa ideia surgiu foi aqui mesmo. Alguns de nós já pensavam, desde a criação desse modelo, em adotá-lo, pelo perfil menos burocrático, mais simples etc. Portanto, um dia nós já julgamos pertinente. Mas optamos pelo capítulo. Ocorre, no entanto, que durante o processo a comunidade foi perdendo gente e força. Muitos que antes eram muito ativos, diminuíram a carga. Com isso, tanto o processo se lentificou, quanto as atividades em si. Desse modo, acredito que o AffCom ficou sem subsídios para avaliar a viabilidade de um capítulo no Brasil atualmente. No passado nós tivemos um grupo mais ativo, mas ninguém pode negar que, hoje, seria praticamente impossível levar em frente um capítulo, com todas as demandas de uma organização desse porte. Eles poderiam estar cometendo uma irresponsabilidade com a aprovação (como aconteceu no passado, criando muitos capítulos-fantasma).

Não é possível, para o AffCom, atrasar ainda mais os nossos trabalhos por meio do processo de criação do grupo. Primeiro, porque o processo é muito simples e a aprovação é rápida. Não há estatutos para analisar, não é preciso comprovar muita coisa, além de interesse e pelo menos 3 pessoas envolvidas. Nós cumprimos muito bem todos os requisitos e, na verdade, estamos adiantando a nossa vida. Insistir no capítulo é que seria um atraso descomunal.

Acredito que o User Group vem pra contribuir. É uma oportunidade de renovarmos o ambiente, de maneira simples, possibilitando que as pessoas participem. A abertura dessa discussão chamou a atenção de muita gente que nunca pisou por aqui ou outros que não estavam contentes com o que estava acontecendo. Eu gosto de ver a comunidade se reanimando e gosto de saber que isso vai gerar resultados em breve. Por isso vamos formar esse grupo!

Vinicius Siqueira 01h02min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

É possível, se não entendeu, tem o tempo de aprovação para ser UG, 4-12 meses, mais o que vocês escreveram e você não leu: "O que fazer depois do reconhecimento e ao final do prazo de 1 ano. Isso acontece porque um grupo de usuário deve prestar contas para Wikimedia Foundation das ações realizadas, depois de um ano o grupo deve decide se deseja continuar formalizado ou se dissolver."., e depois disso começar do zero o processo para a construção do capítulo, 1 - 2 anos, somando do modo otimista, 4 meses + 1 ano + 1 ano + x anos para o aval do AffCom = 2 anos e 4 meses + X anos de AffCom...
E de novo, "seria praticamente impossível levar em frente um capítulo, com todas as demandas de uma organização desse porte.", falácia, está exposto acima.
Se for por número de interessados, tenho uma lista de ~ 100 pessoas que demonstraram interesse na criação do capítulo, isso não é joguinho de quem tem mais "likes", isso é uma decisão que pode dividir a comunidade, de novo, em duas, ou mais pedaços.
Mais um ponto, usergroup não resolve o problema, só procrastina ainda mais, quem faz atividades sabe que não necessita de selo da WMF para realizar atividades, hoje nem precisa do selo da WMF para receber grant. Além disso, qual seria o objetivo desse grupo? Qual seria a justificativa para os voluntários pararem com o processo para ser capítulo, deixar todo os esforços de lado, todo o dinheiro investido, todo o tempo investido, todo o desgaste investido? A recomendação de um grupo excluso que não tem valores alinhados com os defendidos pelo Movimento? Rodrigo Tetsuo Argenton m 02h15min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Rodrigo, vivemos em um país suficientemente grande para abrigar muitas coisas e como foi diversas vezes repetido: um grupo de usuários não vai sobrepor ou excluir outros esforços de igual objetivo.
Um grupo de usuários trás várias vantagens: estrutura flexível, formalização do trabalho dos voluntários, ajuda da Wikimedia Foundation e outros grupos, foco em ações e fortalecimento do grupo de voluntários.
Durante as conversas com outros capítulos uma coisa ficou clara: eles não nasceram depois de receber esse título de capítulo, algo anterior e muito mais forte teve que existir e florescer: um sentimento mútuo de respeito, ajuda e amizade entre os voluntários. É isso que estamos construindo agora.
Todo o poder dos projetos wiki está nas pessoas, o conteúdo é importante, mas sem as pessoas não faz sentido escrever uma enciclopédia, uma biblioteca aberta, um dicionário, etc -- nada! Então o que estamos fazendo aqui? Dialogando enquanto as desigualdades educacionais crescem no país?
Eu vivi numa cidade sem internet e com poucos livros, por vários anos, eu sei como é ter curiosidade e ficar apenas com as perguntas em aberto. Se meu esforço aqui ajudar uma criança ou adulto em situação semelhante eu serei profundamente feliz. Por isso, eu peço educadamente que você ajude se achar que deve ou pode, senão apenas nos deixe trabalhar e fazer aquilo que queremos fazer. --Jonas (discussão) 03h23min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Vai sim sobrepor, e mais, vai quebrar essa porra aqui em não sei contar quantos pedaços, vejo dois no mínimo, leia o que eu falei. E passe menos tempo com outros capítulos, e olhe para esse, que é de longe o que teve mais força dentre os do Sul, mas por causa de pessoas que não realizam atividades, e ficam buscando coisas políticas, e investindo o tempo da comunidade nisso, essa força é minada... Rodrigo Tetsuo Argenton m 03h36min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Alias, é melhor você deixar seu ghost writer trabalhar, pois "senão apenas nos deixe trabalhar e fazer aquilo que queremos fazer." é uma das suas várias mensagens que tenta evitar o diálogo de quem é contrário a sua proposta, em detrimento de criar argumentações pautadas em fatos. Isso, Jonas, é tentativa de censurar para o seu diálogo permanecer, isso é algo que não é condizente com pessoas livres. E eu não vou ficar comovido com seu discurso, pois eu vim de situação análoga, e eu hoje eu ainda coloco meus pezinhos no meio do esgoto - literalmente- para ajudar quem quer que seja, não apenas em situação semelhante, e isso não me dá o direito de impor a minha verdade, mandar outro se calar, condicionar o diálogo à apenas aqueles que eu quero escutar ou ter apoio, pois eu busco ser uma pessoa livre, não uma como essa que você mostrou, que tomou uma ação que afeta à todos, sem consultar, e de modo que difere do habitual à localidade. Rodrigo Tetsuo Argenton m 04h12min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Confesso que não li toda discussão acima, mas será que não podemos tentar um meio-termo? E se tentarmos levar os dois processos ao mesmo tempo, do capítulo e do grupo? Eu não gostava muito dessa ideia, é um pouco mais difícil de organizar, mas talvez seja a melhor opção. O grupo nos ajudaria a mostrar que podemos trabalhar de forma organizada e enquanto isso vamos organizando a estrutura de um futuro capítulo, o dia que tivermos os dois, o grupo e o capítulo, e não for necessário manter os dois, então nós fundimos. Uma coisa que venho entendendo sobre o AffCom é a falta de organização deles, deixei uma mensagem lá no meta e ninguém respondeu, falei diretamente na discussão do Josh e ele disse que passou minha solicitação para os outros membros, e então os dois membros do AffCom que estavam no Iberoconf disseram que não estavam sabendo de nada, ou seja, comunicação e organização não é o forte deles. Então acho que não vamos conseguir muita coisa deles se não entregarmos o processo do capítulo mais mastigado, fazendo um pouco do trabalho de organização que seria deles. Então minha sugestão é tentar levar os dois processos e vê-los como parte de um mesmo processo de estruturação deste movimento, pode ser a melhor solução, não consigo mais ver este movimento se unindo em torno unicamente do processo do capítulo. Danilo.mac (discussão) 05h26min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Danilo, se não retirarem novamente, leia os motivos pelos quais não dá para levar os dois processos em conjunto, além disso, os dois se encavalariam no AffCom (imagina se eles não entendem agora, que samba do crioulo doido vai ser com os dois processos), e pelo que tenho visto, os dois não são mais o mesmo grupo. Pois o grupo que busca ser o capítulo dialoga e ouve, depois toma uma decisão em conjunto, esse grupo fez algo que afeta à todos sem diálogo, sem consenso, passando por cima de opiniões alheias, e retirando inclusive análises contrárias a formação desse grupo... então como você quer que funda depois? E ele se unia em torno de atividades, mas hoje ninguém está nem ai para realizar atividades, e sim para viajar, ser reconhecido internacionalmente, ganhar um emprego na WMF, ser amiguinho dos membros dos grupos políticos do Movimento... Viu alguém dessa lista ae de membros que realiza atividades, ou já idealizou atividades? Rodrigo Tetsuo Argenton m 21h49min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Olá Danilo. O user group pode constituir uma entidade legal a qualquer momento. A nossa ideia é organizar as atividades, assumindo a estrutura de um grupo de usuários, que é muito mais simples que a de um capítulo, para podermos ganhar experiência e fortalecer o grupo para a fundação de um capítulo. Ninguém pode negar que, atualmente, não existe a menor possibilidade de existir um capítulo. Não há mais quem banque essa ideia em sã consciência. Todos nós somos responsáveis, e não vamos querer vincular o nosso nome a uma associação legal sem termos a menor certeza do que pode acontecer. Membros de uma organização, estaremos sujeitos a todos os deveres impostos por lei e eu não estou certo de que possamos assumi-los, a todos, nesse momento. Dessa forma, o grupo surge como uma alternativa, que nos dá tempo para fortalecermos a comunidade. Quanto aos problemas do AffCom, certamente, podemos discutir com eles. Levar as nossas sugestões. É uma comunidade de voluntários, como nós, e por isso há algumas dificuldades, mas os membros são receptivos ao diálogo. Vinicius Siqueira 23h41min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Minha principal preocupação quanto ao processo do capítulo é se ele vai começar do zero ou da onde parou, independente de quando será dado continuidade ao processo, pois, apesar de não ter participado desse processo, sei que houve um esforço que seria bom que não fosse anulado, mas no máximo sobrestado, pausado no ponto onde está. Danilo.mac (discussão) 00h48min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Danilo, tudo o que foi criado até agora pode ser utilizado para a criação de um capítulo no futuro, como por exemplo o estatuto. Uma nova assembleia de fundação deverá ser realizada (acredito que, mesmo se fôssemos fundar um capítulo hoje, uma nova assembleia deveria ocorrer). O processo junto ao AffCom também deverá ser refeito. Mas não pense que tudo isso só vai acontecer se for criado um grupo de usuários, porque eu estou certo de que o capítulo, se for apreciado pelo AffCom nesse momento, não vai ser aceito. Vinicius Siqueira 00h54min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Claro que você acha isso, não foi a sua opinião que prevaleceu na Assembleia, por isso quer a anulação e não quer a fundação, você deixou isso claro lá.
Danilo, podemos fundar uma associação legal independente de ser capítulo ou não, pois ug e capítulos aceitam instituições legais, o que essas pessoas acima não entenderam, é que será fundada a APR-CCL e será levado o processo para que ela seja capítulo, se os "membros" bloquearem esse pedido, o que ocorrerá é algo simples, APR-CCL terá uma condição menor de UG em detrimento à capítulo, as problemáticas serão as mesmas, com menos direitos dentro do Movimento Wikimedia.
Agora, se o UG não quiser se associar à APR-CCL, terá dois grupos distintos no Brasil, provocando sisão dentro do Movimento Wikimedia no Brasil. Rodrigo Tetsuo Argenton m 16h42min de 20 de outubro de 2013 (UTC)

Castelo[editar]

Confesso que tenho curiosidade em saber a opinião do Castelo sobre a criação de um grupo de usuário. Para quem gosta de novela, deveria experimentar ler as páginas de discussão de uma wiki! Aliás, alguém já pensou numa wikinovela? História é o que não falta já tudo livre! --Everton137 (discussão) 04h44min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Discussão:Wikimania/2013/Relato#Affcom, para quem gosta de conhecimento, é só procurar. Rodrigo Tetsuo Argenton m 04h52min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Essa discussão não é nova. No ano passado, discutimos isso antes da WikiBrasil 2012 (ver a mensagem do Bence de 8 de outubro de 2012) e durante a WikiBrasil 2012 (ver relato). Minha opinião à época era de que no Brasil cabem perfeitamente um capítulo, vários usergroups (São Paulo e Rio, principalmente), várias organizações temáticas e vários parceiros do movimento. Minha opinião não mudou. Primeiro, precisamos de um capítulo, para ajudar a conferir um pouco mais de organização ao movimento, criar responsabilidades, registros formais, etc. necessários a algumas atividades (como a organização de um encontro anual), mas não a todas. Ou seja, o capítulo vem suprir algo que o movimento não tem, e não substituir o que já tem. O que um usergroup faz não agrega à nós, pois na prática, já fazemos isso. A descrição de um usergroup é a própria descrição da WMBR. Por isso é fácil para o AffCom nos aprovar como tal. É o que eles querem, mas é o que a gente quer? Qual a vantagem disso para o Movimento Wikimedia Brasil? Em minha opinião, nenhuma. Ainda que dê mais trabalho, eu espero que o AffCom reconheça a WMBR como capítulo formal. Isso sim seria um gesto de boa fé: respeitar o esforço realizado por nossa comunidade em atingir um consenso e criar uma proposta melhor do que cada uma das ideias originais. Quero lembrar também que nosso pedido de reconhecimento como capítulo no ano passado foi também uma resposta a um pedido do AffCom de enviarmos uma nova proposta para ser feita uma nova análise, partindo do zero. O que mudou? Algumas pessoas no AffCom mudaram, e por causa disso temos que reenviar uma nova proposta? O AffCom acha o modelo de usergroup mais apropriado para o Brasil e por causa disso desprezaram nosso pedido de reconhecimento como capítulo e nós agora temos que enviar novo pedido? Não considero essa uma atitude apropriada da parte deles. Apesar de dizerem o contrário, suas atitudes demonstram uma imposição: "a proposta não é a que eu queria aprovar então vou fingir que não recebi, porque é mais conveniente do que ter que achar uma justificativa para negar". A justificativa usada no passado não serve mais, e não temos qualquer envolvimento com a mudança de cadeiras no AffCom. Essa mudança não deveria causar impacto nos pedidos já recebidos, pois o órgão é consultivo e colegiado, não pessoal. Acho que devemos fazer uma contraproposta ao AffCom: que eles respondam finalmente o pedido feito em 2012, sem desprezar nada, e apresentando suas justificativas para tal. E depois de aprovado o capítulo, podemos reavaliar se queremos também um usergroup, afinal, como o próprio Josh disse, um não exclui o outro. Essa é a minha sugestão. CasteloBrancomsg 20h06min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Castelo, graças a Deus que vc apareceu! Eu queria te responder agora, mas estou saindo de casa e não vai dar. Esse debate é fundamental. Por favor, se for possível compareça. Abs, Vinicius Siqueira 20h31min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Participarei, sim. Abs, CasteloBrancomsg 23h51min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Tá aí minha questão também
Okay fazer o grupo. Tudo que for pra construir pra mim é ótimo! Mas acho que nosso erro reside em, seguir o conselho deles, e fazer do grupo um pre-requisito do capítulo. Muita coisa tem sido feita desde que a história de capítulo começou. Cegar para isso é, pelo menos, desonesto. Pode estar enfraquecida comparado a antes... Mas mesmo assim consigo pensar em uma dezena de coisas que a comunidade fez, só esse ano, quase sem verba.
Parafraseando uma frase que vi na discussão: "Se não enxergaram antes as tantas atividades e nem enxergam agora, qual a garantia de que vão enxergar daqui por diante? e qual o custo benefício do grupo nesse contexto, além de burocracia?"
Nem estive envolvido desde sempre, mas vejo o esforço dos meninos pra fazer isso. E esse grupo agora parece uma brincadeira tipo "subam esses 20 degraus que no fim vão ser capítulo". Daí quando chega-se no 19º eles avisam que precisa subir mais 10 porque eles perderam a conta. Puff! -Raylton P. Sousa (discussão) 22h26min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Pois é, Raylton. Ao criar o usergroup, imagina quantos anos teremos que esperar pelo reconhecimento como capítulo? E enquanto isso, o AffCom estará se vangloriando de ter "resolvido" o "problema" do Brasil. Ora, pedimos um chapter! Qual a dificuldade de avaliarem o que foi pedido? É tão obscuro que eles nem querem dizer o que está rolando... me parece algo pessoal. Uma demonstração de boa fé seria avaliar o pedido objetivamente. Nós cumprimos todos os requisitos e eles já aprovaram chapters por aí com bem menos atividades. Depois disso, aí sim, sou a favor de discutirmos outros elementos para nosso Movimento. Um ou mais usergroups, um ou mais Partner Organizations, um ou mais Thematic Organizations, relacionamento com outros chapters (Iberocoop, parceria com WMPT), etc. É por meio do chapter que poderemos firmar contratos, gerir recursos financeiros de forma transparente, realizar encontros nacionais, e abrir portas que estão fechadas. Um usergroup nesse momento não agregaria muito ao que já é feito em São Paulo e no Rio. CasteloBrancomsg 23h51min de 23 de outubro de 2013 (UTC)

Mas uma condição para ser um capítulo não é ter uma entidade legal alinhada com o modelo que vem lá da época do Comitê de Capítulos? No meu entendimento, o AffCom não vai aprovar como capítulo sem antes mostrarem que existe uma entidade legal. Não é isso? Se for isto, o que ocorreu para não sair? E se ficou parado por algum motivo, por que não pediram ajuda?

E li o link passado pelo Argenton lá em cima em que o Castelo assina embaixo. :/ Desse jeito, ninguém aprova nada. --Everton137 (discussão) 00h54min de 24 de outubro de 2013 (UTC)

Everton, vou repetir o que eu tenho falado em praticamente todas últimas mensagens, não fizemos pois o AffCom disse que passamos por cima de decisões deles.
E não, o normal é que depois de aprovado os voluntários fundem uma entidade legal, embora nos últimos anos eles tenham aceitado o processo contrário, fundar e depois aprovar.
Então, ficou parado pois o AffCom não se manifestou à favor, e só isso, falta apenas assinar e entregar os papéis. Rodrigo Tetsuo Argenton m 08h31min de 24 de outubro de 2013 (UTC)
Oi Rodrigo, obrigado pelo esclarecimento. Ontem quando o Castelo me disse que era preciso uma aceitação de um grupo como capítulo para depois a formalizar uma entidade legal, estranhei e achei errado. O que faz mais sentido é alguém tocar por um tempo uma organização e, aí sim, após mostrar certa capacidade de gerenciamento, poder ser uma espécie de representante legal (ou organização que usar a marca Wikimedia, chamem isso como quiser). Eu acho que se a regra é essa (passaram um link no meta ontem, mas não tenho tempo agora de achar e ler), deve-se abrir a discussão para mudar isso. Por fim, não acredito que o grupo tenha maturidade, união e principalmente gente o suficiente para tocar uma ONG (não houve apenas silêncio do AffCom nesse meio tempo ;), então o grupo de usuários faz mais sentido nesse momento. Bola pra frente agora e o importante é realizar atividades, como você bem apontou num tópico da Ágora. --Everton137 (discussão) 21h00min de 24 de outubro de 2013 (UTC)
De nada; em verdade a regra mudou
Hoje capítulos sem experiências em atividades, e sem modelo organizacional, é pedido que sejam WUG antes de se tornarem capítulos para que esses aprendam a realizar atividades e se organizar como grupo, criar as bases, e os procedimentos para a comunidade.
Entretanto não é o caso da WMBR, que existiu desde 2008 que tem toda uma estrutura complexa e desenvolvida, além de ampla expertise, como grupo, em realização de atividades, capítulos com menos atividades, menos tempo de vivência, menos voluntários, mais divergências foram aprovados, e hoje estão ok, alguns deles se afogaram em burocracia, entretanto, remodelamos a estrutura para que isso não ocorresse. Não haveria uma ONG ativa realizadora de atividades, e sim uma virtual que seria acionada pontualmente, isso permite que, mesmo com um samba do crioulo doido rolando no ambiente de criação de atividades, a Associação possa ser tocada com 1 pessoa pouquíssimo ativa, já que as necessidades dela se fazem uma vez ao ano.
E o grupo de usuários só atrapalha a existência desse grupo, que é realizar atividades, já que cria burocracias que hoje não existem e não trazem maiores direitos. Rodrigo Tetsuo Argenton m 06h50min de 25 de outubro de 2013 (UTC)

Ações mais específicas[editar]

Muito boa a iniciativa, mas embora não esteja por dentro dos aspectos gerais de como isso funciona, tenho que dizer algumas coisas. Vi a palavra "financiamento". Tem que se "tomar cuidado" com "o financiamento", o mau uso disso dificultaria e muito, boas iniciativas futuras que necessitem de financiamento.

O grupo inicial já teve algumas ideias mais específicas, mais objetivas e que necessitam de financiamento?

Exemplos:

  • Achei uma escola carente na região A em B, queremos solicitar o PediaPress para que criem livros impressos sobre os assuntos: A, B, C e D.
  • Achei um grupo de professores na qual vamos intermediar o financiamento de seus trabalhos na Wikipédia, Wikibooks, etc.
  • Achei um grupo de programadores na qual vamos intermediar o financiamento de seus trabalhos no software MediaWiki.

Tem que ser ideias bem "comunitárias" e "eficientes", algo que de fato mude a realidade na vida de algumas pessoas. Tentem evitar financiamentos apenas de viagens para palestras, pois isso nem sempre dá resultado.

Obrigado por se motivarem a fazer tal grupo. Qualquer movimento em pró da comunidade é bem vinda, o que não pode é ficar "parado".

Comentários adicionais

Vi que a discussão começou a ficar "acalorada demais", por favor, vamos evitar "conflitos" desnecessários. Se um grupo ou indivíduo entrar em conflito uns com os outros, quem sai perdendo somos todos nós. E pense, por mais que alguns aqui não estejam 100% certos ou conscientes sobre seus objetivos e suas consequências, eles foram os únicos em mais de 100 000 pessoas que visitam a Wikipédia todos os dias, que decidiram participar e fazer alguma coisa. No jargão da internet estes não são os "leechers" (risadas).

Guiwp (discussão) 18h22min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Há algumas, como encontros nacionais, concursos culturais, impressões,... que são financiadas via grant. Se quiser posso detalhar um pouco mais, entretanto a comunidade que estava aqui desde 2008 prefere trabalhar evitando o uso de verbas, firmando parcerias para solucionar essas questões, entretanto essa comunidade se pautava entorno de atividades, só existia para isso, só que alguns voluntários atuais não realizam mais atividades e ficam atrás da parte política do Movimento Wikimedia e participação em eventos, que custa dinheiro e exige financiamento.
Não sei porque estão parados, se o modelo não mudou desde 2008 e várias atividades foram realizadas, e esse tipo de associação não garantirá nenhuma facilidade na realização de atividades.
E sim, mas para evitar conflitos, deveriam ter conversado antes de inciarem o processo, e falando coisas como:
"Estamos todos aqui empenhados na criação desse grupo e vamos fazê-la." ""senão apenas nos deixe trabalhar e fazer aquilo que queremos fazer."
Sendo que não foi discutido se isso seria realizado pela comunidade, e por decisão anterior, isso não seria realizado. Quando foi decidido que iríamos realizar o capítulo, ficou-se meses em discussão, e de repente, as pessoas começam a ignorar isto? Sendo que nenhuma delas estava presente na discussão de formação do capítulo... Rodrigo Tetsuo Argenton m 22h23min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Olá, Gusta. O financiamento das atividades pode se dar por meio de "grants" solicitados diretamente à WMF, os quais passam por um processo de seleção. Também há a possibilidade de firmar parcerias com outras organizações, que eventualmente podem garantir o financiamento de determinados programas. Para se obter "grants" da WMF, não é preciso constituir um capítulo ou grupo. Estes podem ser solicitados, inclusive, individualmente (como voluntário).
A ideia de formar um grupo não altera essa questão. O que pretendemos com isso é garantir que nós tenhamos uma comunidade mais organizada, possibilitando a realização de atividades com mais qualidade, abrangência e melhores resultados. Eu o convido a participar do Hangout que acontecerá amanhã (sáb, 19), às 16h. O convite está aqui. Abs, Vinicius Siqueira 02h24min de 19 de outubro de 2013 (UTC)

Reversão[editar]

Reverti as edições do Rodrigo Argenton na página da proposta porque elas estão completamente fora do escopo daquela página, que é construir a proposta de criação do grupo. Qualquer pessoa que tiver contrariedades a apresentar deve se utilizar da página de discussão para fazê-lo. Fora isso, é clara a sua intenção de criar um conflito, provocando as pessoas empenhadas nesse projeto, ao inserir um quadro aberrante no alto da página declarando o seu asco à ideia. Só tenho a lamentar por esse tipo de atitude. Demonstra claramente o quanto esse sujeito é incapaz de dialogar com civilidade, bem como a sua incapacidade de lidar com diferenças e oposições.

Não tenho nenhuma pretensão de convencê-lo sobre nada, mesmo porque já temos uma convivência de algum tempo, durante a qual pude conhecer muito bem seu comportamento prepotente, inflexível e agressivo. Até certo ponto o seu discurso é muito bonito, mas sua prática sempre se revela uma aberração.

Estamos todos aqui empenhados na criação desse grupo e vamos fazê-la. Muitas pessoas comprometidas com os projetos Wikimedia têm demonstrado interesse na ideia e nós estamos trabalhando com elas para torná-la realidade. Não vamos nos curvar a agressividades e tentativas de boicote. Novamente, torno a repudiar esse tipo de atitude e aviso que não hesitarei em pedir o bloqueio de quem tentar impedir a discussão. Apresentar sua oposição é uma coisa, tentativas inequívocas de impedir a colaboração é outra bastante diferente e não pode ser tolerada. Vinicius Siqueira 21h26min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Se estão a fazer isso, sigam o que eu falei, desculpe, esse espaço é para a criação do capítulo, meta:Wikimedian of Brazil, pode ir, e fazer o que quiser. Não quer dialogar, desculpe novamente, mas não é assim que trabalhamos. Rodrigo Tetsuo Argenton m 21h35min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Me desculpe, mas você não é dono e não define as regras de utilização da br.wikimedia. Nós vamos continuar usando esse espaço para as discussões do grupo e utilizaremos sempre que necessário. Entenda a função da página. É proposta -- contestações devem ser feitas na discussão. Vinicius Siqueira 21h56min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
É bem estranha essa postura de censura, sendo que em várias outras propostas é presentes os pontos fracos: Encontro Wikimedia Ibero-Americano/2012/FOFA, Wiki na universidade#Atuação,..., então não sei com que autoridade, tanto você, quanto o IP, quanto Teles têm para remover a análise contrária.
E não Siqueira, não sou o dono, mas se é uma proposta que afeta à todos, antes da implementação, isso deve ser discutido em comunidade, o que vocês não estão fazendo, estão ignorando o fato de uma parcela não querer que isso ocorra. Pois isso atrasa algo que não é mais uma proposta, é algo concreto que está no fim, pode bravejar o quanto quiser, mas enquanto estiver sob a asa da br.wiki, você deve seguir o que é feito pela comunidade, se não quiser, use o meta, e é isso que eu lhe falei. Rodrigo Tetsuo Argenton m 22h03min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Proteger em guerra de edição quando está envolvido, em qualquer wiki, é um claro abuso das ferramentas. Primeiro erro foi proteger; segundo erro foi repor para a versão que impôs. Gritante conflito de interesse.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 22h33min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Acho melhor levarmos essa proposta e discussao para o meta, para que os realmente interessados possam tocar a proposta e avancar nas discussões Rodrigo Padula (discussão) 22h42min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Pelo visto, é uma alternativa imediata possível para nos livrarmos de abusos de poderes.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 22h50min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Teles falando de abuso de poderes, funny, então, não foi, pois quem retirou que deveria ter aberto antes uma discussão para a retirada, e a primeira inversão do conteúdo não foi minha, e eu estou protegendo o conteúdo da Wiki, que é a razão para existência da ferramenta administrativa. Além disso, o conteúdo inserido, como eu disse, segue o padrão dessa wiki, se não gostam de críticas e de fazer como as coisas devem ocorrer aqui -> Main Page.Rodrigo Tetsuo Argenton m 23h03min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
That's definitely a misuse of your tools, please refrain asap. --Vituzzu (discussão) 23h15min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Rodrigo, minha opinião: me desculpe, mas pelo que entendi as pessoas apenas estavam sugerindo um local mais apropriado para as críticas. Porque a proposta não é aberta com uma caixa pink com críticas a ela mesma. Parece-me razoável. Eu até desfiz a primeira remoção feita por um IP, porque feita por IP sem explicação. Mas de fato não faz sentido que a sua crítica individual e não assinada encabece a proposta.
Agora, um conselho de verdade: trazer a crítica pra cá e desproteger a página. Sério. Isso pode dar até mais dor de cabeça pra vocês se esse tipo de polêmica repercutir internacionalmente. O Brasil é o único país sem qualquer tipo de afiliação que ainda usa um site do domínio Wikimedia. Aconselho fortemente a desproteção da página da proposta e a transferência de tudo que seja diferente de conteúdo de proposta para a página de discussão. --Oona (discussão) 23h20min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
I already unprotected the page ~10 minutes ago. --Vituzzu (discussão) 23h24min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

┌─────────────────────────────────┘
Obviamente, não há qualquer tipo de censura. Você tem o direito de trazer o contra-argumento à discussão. Mas não parece nem um pouco honesto valer-se de uma caixa rosa enorme e de mais da metade da página que é da proposta para expor seus argumentos. Tendo a pensar que eles são tão fracos que precisam chamar a atenção aberrantemente para serem levados em conta pelos mais incautos. Debata com maturidade ou vá pra outro canto. Não estamos aqui pra brincar ou perder tempo. Vinicius Siqueira 23h28min de 18 de outubro de 2013 (UTC)

Lógico que não, o local é ali, é só ver as outras páginas, e o treco em rosa (proposta do Everton), é uma ressalva para os que não estão vindo de gaiato aqui e achando que a Wikimedia Brasil propôs isto.
E esse tom ameaçador ficou estranho sendo feito com a sua conta normal, mas qualquer chapter-to-by, pode ter uma página, não sei quanto a UserGroup, e também seria idiota retirar do ar uma wiki que promove atividades para o Movimento Wikimedia, e a maioria dos outros capítulos não utilizam sites da Wikimedia...
Hhehehe, funny, do you that all that page was editable? I had guarantee all opinions blocking the page, if you do not understand how things works here, is better do not change things.
Siqueira, leia a resposta para a Oona. Rodrigo Tetsuo Argenton m 23h34min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Ps:Como não? Vocês retiraram sumariamente opiniões contrárias...
I understand you're walking on a thin ice. --Vituzzu (discussão) 23h43min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
And without ice skates. ;) Rodrigo Tetsuo Argenton m 23h52min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Eu peço que alguém reverta as edições abusivas e sem consenso do Rodrigo, que, além de ridicularizar o esforço de outros usuários, foi inserida em local errado. Fica claro pelos comentários acima que apenas ele mesmo concorda com ela e age em claro abuso de poder quando deveria ouvir a comunidade.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 23h55min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
Teles, na boa, vai me bloquear -gratuitamente- em outro espaço, me torrar em outro lugar.
Não sei se viu, essa proposta não teve consenso, e retirar o conteúdo que eu inseri vai contra o que é realizado por essa comunidade.
Beijos. Rodrigo Tetsuo Argenton m 23h58min de 18 de outubro de 2013 (UTC)
"Essa comunidade", diferente do que você gosta de dizer, não tem um modelo. Em geral, isso só diz respeito ao que você pensa (ou acha que pensa, porque age de maneira contrária). Pelo jeito, essa "comunidade" é, na verdade, uma "unidade" que se restringe a você. Como sempre, está berrando sozinho e abusando da paciência das pessoas para tentar conseguir o que quer. Mas dessa vez isso não vai acontecer, porque uma comunidade de verdade (mais de um) está empenhada em um projeto. Vinicius Siqueira 00h02min de 19 de outubro de 2013 (UTC)
(ce) A proposta ainda está sendo escrita e está aberta a aprovação ou rejeição. Você foi o único a discordar dela por enquanto e tenta usar a força pra impedir que outras pessoas se pronunciem. Aquela caixa que agora está na página é uma mera opinião sua que tenta escrever como se fosse uma verdade aceita por todos e será removida. Guarde suas críticas no lugar adequado sem precisar ridicularizar ou estragar o trabalho dos outros, pois a crítica ou o elogio não fazem parte do que é proposto. A página está assinada por pessoas que concordam com a proposta e não com suas ideias. Se não gosta, apenas não se dê ao trabalho de assinar. Peço que organize você mesmo a crítica, pois se alguém não fizer isso antes, vou apenas reverter sem tornar sua crítica visível, pois ela é sua e é seu trabalho.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 00h07min de 19 de outubro de 2013 (UTC)

┌─────────────────────────────────┘
Não Siqueira, é só olhar como foi feita as atividades aqui, eu sei que você não sabe o que é isso, só vê como a WMF faz as atividades e como os capítulos Ibéricos fazem. Mas as críticas fazem parte do processo de construção, até para que as pessoas que estão, assinando, possam ter noção das coisas que estão ocorrendo, o fato de você não entender como as coisas funcionam, permitiu que você retirasse informações válidas, impedindo discussões a respeito dela, se não concorda, elas estão acima para serem discutidas, e você também não fez isso.
E alguns dos vários argumentos que fizeram a proposta ser rejeitada anteriormente estão descritas ali. Retirar conhecimento a respeito é estranho para o Movimento Wikimedia, bate de frente com "conhecimento livre para todos", transparência, o modelo wiki que é baseado no diálogo...
De novo, essa wiki seguem coisas sim, como Carta de Princípios da Wikimedia Brasil que é soberana, nenhum de vocês que estão bravejando aqui ajudaram a construir e pela postura, nunca a seguirão. Qual o problema de haver criticas? Está com medo de elas serem verdades tão contundentes que impeçam a continuidade da proposta? Rodrigo Tetsuo Argenton m 00h16min de 19 de outubro de 2013 (UTC)

Bom, o Rodrigo não está gritando sozinho. Eu estou lendo tudo, e tentando entender de forma pragmática, do que se trata. Partilho de alguns dos mesmos questionamentos dele. Obviamente não concordo com sua postura (estilo de argumentação) e nem com a proteção da página.
Mas entendam que vocês, aqui, estão sugerindo que o que está lá deveria ser movido para cá (página de discussão). Mas ninguém moveu nada. Vocês simplesmente reverteram e acho isso inapropriado também!
Também sinto falta da opinião do Castelo, do Abdo e de outros que se comunicaram com o AffCom... Para que eu próprio possa entender o quão pertinentes (ou não) são as colocações do Rodrigo!
Com os melhores cumprimentos. - Raylton P. Sousa (discussão) 16h24min de 19 de outubro de 2013 (UTC)
Não havia o que mover porque o Rodrigo, além de postar o texto e a tarja rosa na página da proposta, já havia copiado todo o texto aqui na discussão, muito antes. Obviamente, eu não iria mover a tarja rosa. Também continuo achando que ele está berrando sozinho, porque você não está berrando. Se há vontade de discutir algum ponto da proposta, é óbvio que estamos abertos, senão nem precisávamos passar por aqui: a proposta já estaria pronta e publicada no meta para o AffCom analisar. Mas nós nos importamos com a discussão dela e o envolvimento da comunidade, porque só isso pode dar origem a um grupo colaborativo e sustentável.
E não é só você que sente falta da participação de outros que já se dedicaram à comunidade. Nós também sentimos. Inclusive, alguns já foram procurados e não se manifestaram. Vinicius Siqueira 00h09min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Falácia, pois há pelo menos uns 5 parágrafos que foram sumariamente retirados... e mesmo assim, por que os pesos são diferentes?
E eu sei que você não leu, mas a tarja é para vocês não afetarem o processo com o AffCom das pessoas que não aceitaram a proposta de criação de UG como etapa para ser capítulo. Já que vocês não falaram com a comunidade, antes de tomarem de assalto esse processo.
Então porque não estão respondendo aos questionamentos? E que proposta é essa que não tem argumentação?
Rodrigo Tetsuo Argenton m 16h14min de 20 de outubro de 2013 (UTC)


Proteção[editar]

Aqui neste projeto um administrador envolvido numa GE pode proteger o artigo no qual ele próprio está envolvido com base na GE? Se fosse na Wikipédia isso seria caso de desnomeação. Eduardofeld (discussão) 01h56min de 19 de outubro de 2013 (UTC)

É verdade, Eduardo. Foi, no mínimo, uma atitude desonesta. Mas devemos privilegiar o que realmente importa, que é a construção da proposta do grupo. Não vamos perder tempo e desperdiçar nossa atenção com esse tipo de comportamento. Abs, Vinicius Siqueira 02h16min de 19 de outubro de 2013 (UTC)
Concordo com o Argenton em parte dos seus argumentos e até me disponho a ajudar no que eu puder para que o processo do capítulo caminhe junto com o do grupo, mas proibir que discutam qualquer coisa ou dizer que esta wiki é só para o capítulo para mim é ir longe demais, esta wiki sempre foi aberta a todo tipo de colaboração e atividades relacionadas ao Brasil e não vejo motivos para mudar isso. Se acharem que qualquer administrador abusou de suas ferramentas é só abrir um pedido de desnomeação na Ágora, não temos política para isso, mas usando o bom senso damos uns dias para ele se defender e tentar chegar a um consenso, se depois de uns dias não houver consenso faz-se uma votação. Danilo.mac (discussão) 23h22min de 19 de outubro de 2013 (UTC)
Danilo, é claro que o que o Rodrigo está falando pode fazer sentido, só não podemos aceitar o modo que ele adota para participar das discussões. Além disso, ele já deixou bem claro que não está disposto a discutir as ideias, haja vista as respostas que deu acima, por exemplo, ao Jonas. Ele se resumiu a gargalhar e menosprezar o que o Jonas, respeitosamente, escreveu, tentando dialogar. Além do fato de tentar impedir que utilizemos o espaço da br.wikimedia. Infelizmente, não é possível tolerar esse comportamento e, nós, empenhados na criação do grupo, vamos acabar optando por ignorar as suas manifestações, ou senão poderemos estar fadados à inércia e ao fracasso, mais uma vez.
Na minha opinião, é incompatível tocar os dois processos, simultaneamente. O capítulo pode ser consequência do grupo, mas isso depende dos resultados do grupo. Para mim, não faz sentido insistir na aprovação do capítulo, quando encontramos um modelo que consideramos mais viável para o momento. Isso não significa que no futuro, que pode ser até bem próximo, não vamos querer investir esforços na criação de um capítulo. Nesse momento, eu não vejo possibilidade de isso acontecer.
Finalmente, acredito que nenhum abuso deve passar impune, principalmente quando o sujeito é reincidente. Vinicius Siqueira 00h00min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Citação: "acredito que nenhum abuso deve passar impune, principalmente quando o sujeito é reincidente." Demorô. :) Lembrando das recomendações para os membros da lista de discussão e outros meios de discussão da WMBR. Só dá para levar o grupo Wikimedia no Brasil a sério quando virem que, de fato, esses abusos não serão mais tolerados pela comunidade. --Everton137 (discussão) 01h21min de 20 de outubro de 2013 (UTC)

┌─────────────────────────────────┘
Primeiro, isso não é WP, nem um "projeto", e "desonesto" é retirar opinião contrária, segundo eu não impedi ninguém de utilizar o espaço, o que eu disse é que não podem começar outro processo sem diálogo, como estão fazendo, pois não foi acordado com a comunidade que pararíamos o processo de criação do capítulo, nem que aceitaríamos a proposta do AffCom, e terceiro, se vão utilizar o espaço, têm que seguir as normativas aqui presentes, discussão para um consenso em detrimento à votação, exposição de falhas no corpo da proposta... além de ter que deixar claro aos chegantes e ao AffCom, que vocês não querem mais fazer parte da formação do capítulo, mas como não foi acordado nada, a WMBR ainda continua o processo, independente do que vocês fizerem. E quem não estão abertos à diálogos são vocês, só ver que ignoraram todos os meus questionamentos, desde o relatório da Wikimania.
Quanto a punições, eu acho isso, digamos, risório, comunidade livre que se pauta em punições corretivas, somado à obvia censura de informações que rolou, acho que vocês têm que repensar algumas coisas. Alias, eu tive que realizar a proteção, devido a imposição de uma retirada de conteúdo sem discussão prévia e insistência, e se olharem no histórico, tudo estava editável, a proteção era apenas para manter as informações relevantes para a comunidade, é para isso que serve ferramentas administrativas, resguardar a comunidade, não é para aplicar punições, diferenciar os voluntários, ou imposições... Rodrigo Tetsuo Argenton m 16h08min de 20 de outubro de 2013 (UTC)

Vamos arrumar as coisas[editar]

Quem não entendeu até agora a minha ressalva, eu vou dizer de forma mais clara:

Partindo do que eu acredito:

  • Qualquer um pode utilizar o espaço br.wiki para realizar qualquer proposta e atividade no Brasil, ou mesmo de fora.
  • Qualquer grupo pode e deve se organizar da forma que quiser.

Entretanto

  • O AffCom propôs que o processo da WMBR fosse interrompido, e que antes de ser capítulo, que fosse UserGroup
  • Essa proposta já havia sido negada enquanto fora discutido se seríamos ou não capítulo.
  • A criação desse UG, vai criar dois grupos:
    • A Wikimedia Brasil, que vai continuar o processo de formação;
    • E o UG de brasileiros.
  • Vai dificultar o processo de formação do capítulo nacional, pois:
    • O AffCom pode entender que acatamos a proposta dele, o que não é verdade, já que nem fora discutido, o que atrasará o processo em anos.
    • Eles podem dizer que por haver dois grupos não há legitimidade, impossibilitando qualquer um dois ser capítulo, como vimos em 2010
    • Vai diminuir o já fraco (atualmente) grupo, devido a divisão.
  • Se o UG irá utilizar esse espaço para se organizar:
    • Terá que seguir a Carta de Princípios, o que não tem feito nessa discussão aqui.
    • Terá que deixar claro para a comunidade internacional que não são a Wikimedia Brasil, e sim, fazem parte do Movimento Wikimedia no Brasil, para que evitem a confusão mencionada anteriormente, já que como Wikimedia Brasil, ninguém foi à favor de criação de UG, já que a última discussão nesse sentido da comunidade, foi em 2011, e foi negada.
  • Se a ideia é que a WMBR e o UG sejam o mesmo grupo, desculpe, isso não faz sentido, já que independente dessa criação, a WMBR continuará com o processo de formação do capítulo, pois nada foi discutido o contrário.
  • Se é uma proposta a ser apresentada para a WMBR como alternativa ao capítulo, não tem porquê reunir signatários, já que não foi discutida e aceita, e não faz sentido ter apoiadores que não dialogam... e tem que ter as análises pertinentes para todos discutirem a respeito, como é normal à essa comunidade, tendo os pontos fortes e fracos, eu já escrevi uma parte do último, comparando o modelo aos possíveis.
  • Se não é uma proposta alternativa, bom, alguns de vocês têm que mudar o discurso, e mais, têm que dizer para o AffCom e para o restante que não é uma alternativa, é outro grupo.
  • ...

Por ora é só, mas acho que deixa as coisas mais claras, alias, ou a proposta foi mal redigida, ou não deveria haver uma discussão anterior. Rodrigo Tetsuo Argenton m 01h17min de 19 de outubro de 2013 (UTC)

Você tocou num ponto que acho fundamental, seguir a carta de princípios, ou seja, nos mantermos abertos, discutir as propostas com todos, registrar tudo de maneira aberta e transparente. Acho que o grupo deve sim se manter nesta wiki e seguir a carta de princípios. Sobre a relação entre o grupo e capítulo, acho que o grupo deve ser considerado, pelo menos em parte, parte integrante do futuro capítulo e que tanto grupo como capítulo em formação devem ser considerados uma parte do movimento Wikimedia Brasil, o qual comporta também voluntários que não queiram fazer parte de nenhuma dessas estruturas. Quanto a questão de se o grupo vai ajudar ou dificultar o processo do capítulo, minha impressão até agora é que vai ajudar, mas isso é algo que só ficamos imaginando, pois nós não temos nos comunicado bem com o AffCom. Acho que devemos discutir mais com eles. Temos que organizar melhor essa comunicação. Por mim eu perguntaria como ficaria a questão do capítulo com a criação do grupo e mandaria um e-mail para a lista deles avisamos que estamos fazendo uma pergunta e para responderem lá no meta, acho que é o único modo de termos certeza que eles sabem que estamos querendo falar com eles. Posso fazer isso? Querem organizar esse contato de outra forma? Danilo.mac (discussão) 00h33min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Não vai Danilo, o processo para fundar o capítulo está em etapa final, não falta mais nada, com a fundação desse treco, criasse mais etapas, e que são totalmente dispensáveis.
E sim, estou aberto a discussão, não imposição, começaram a fundar esse ug, indo para a etapa de reunião de interessados, sem dialogar e sem ver o impacto que isso teria sobre os processos atuais de fundação do capítulo.
Propor eu sou super aberto, já impor, eu vou ser reativo como fui aqui.
E sinceramente, eles não colocaram naquela página nada do que foi falado, como eu havia colocado na tarja, mas fui censurado, até o AffCom se manifestar naquela página do Meta, a proposta de criação de ug não existe, pois aquele é o canal de comunicação, e o único com histórico comprobatório, sem eles se manifestarem por ali, nada deveria vindo deles deveria ser levado em conta. Não dá para ter uma relação no Movimento Wikimedia sem transparência, abertura e diálogo, fazer diálogos paralelos em vias esclusas só dá mais permissividade a esse comportamento que eles - e outros grupos e comitês dentro do Movimento - cultivam. Compartilhar conhecimentos, não é só o resultado das comunidades redatoras, é também saberes intrínsecos ao funcionamento do Movimento.
Pode até enviar email para lista deles, mas por experiência, envie para os membros daquele treco, pois a lista bloqueia os emails, e normalmente eles não desbloqueiam, nem mesmo via OTRS esse treco funciona (sim, é um email @wikimedia.org que não aceita emails @wikimedia.org). Mas também acho que rola uma ingenuidade, assim como a apresentada pelo Jonas e eu realmente ri, pois eles dizerem que irão auxiliar, sendo que o que só têm feito foi atrapalhar... então acho que antes de enviar as questões é importante redigir as questões de forma colaborativa e apresentar como um questionamento do grupo. Rodrigo Tetsuo Argenton m 16h30min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Concordo que é importante uma comunicação aberta e transparente com o AffCom, isso vai nos dar mais tranquilidade para levarmos o processo de afiliação a frente, independente do rumo que ele tomar. Para não poluir muito esta página de discussão estou criando a proposta de perguntas em Discussão:Formação do Capítulo Legal da Wikimedia Brasil, opinem lá. Danilo.mac (discussão) 00h26min de 21 de outubro de 2013 (UTC)

Lamento[editar]

Participei com bastante entusiasmo da reunião de ontem e vim por aqui com vontade de contribuir para a página. Entretanto, ressalto novamente que não será possível atingir resultado algum enquanto a página é misturada com ataques ao próprio grupo. O objetivo da página é discutir as propostas, a PD serve para os dissidentes. Enquanto houver alguém vandalizando a página utilizando poderes de administrador, a iniciativa não poderá surtir efeito algum, a não ser o desgaste constante. Assim, lamento mas tenho que retirar meu nome daqui. Retorno se a página for movida para o Meta. Sorry. Eduardofeld (discussão) 18h45min de 20 de outubro de 2013 (UTC)

Encontre um ataque ao grupo, tempo para você 1...2..3...
E não, como eu já disse acima, é normal, até por motivo de transparência, que exponhamos todos os pontos, bons e ruins, ex: Wiki na universidade#Atuação, não é um ataque a proposta, é uma análise da proposta, alias todo projeto que se presa tem uma análise dos riscos e comparativos, há análises consagradas como a SWOT, e eu acho que você já ouviu coisas como "análises de riscos", "análises comparativas".., se não pode trabalhar com isso, desculpe, não pode trabalhar com nada que envolva projeto.
Quanto ao piti, :D Rodrigo Tetsuo Argenton m 20h51min de 20 de outubro de 2013 (UTC)

Essas análises estão no lugar errado. Por que não tenta fazer uma autocrítica; será que tanta gente está errada e você certo? Pode ser, mas pode ser que não. Nos projetos, trabalhamos com consenso, e suas edições estão obtendo oposição de todo o restante dos usuários. No entanto, diante de sua insistência, fui obrigado a pedir sua desnomeação. Eduardofeld (discussão) 21h54min de 20 de outubro de 2013 (UTC)

1001...1002...1003... contando
Não está, é assim que a gente faz, saberia com mais participação, eu lhe mostrei, e é um pouco óbvio que estou só, eu sou o único que já promoveu uma atividade dessa discussão...
Usuário? Projeto? Rodrigo Tetsuo Argenton m 22h01min de 20 de outubro de 2013 (UTC)
Como sempre, lamentável a sua atuação. Tenta, insistentemente, boicotar a discussão. E ainda ousa dizer que tem a salvaguarda da Carta de Princípios. Apesar de tanto apego, você nunca se apropriou dos valores que ela expressa. É bastante claro que, apenas nessa discussão, você rompeu com absolutamente todos eles. Você tenta privatizar esse projeto (não apenas o espaço), impedindo que qualquer pessoa que não seja do seu interesse participe dele. Você não poupa esforços para afastar todos os que tentam se aproximar e não lhe agradam. Da mesma forma, tenta impedir o desenvolvimento de qualquer ideia que não tenha seu apoio. Finalmente, está chegando a hora de você perceber que isso aqui não é o seu curral. Aqui a opinião das pessoas deve ser levada em conta e você não tem a palavra final sobre nada. Discuta a proposta que está sendo construída e você será ouvido. Mas enquanto continuar tentando boicotar essa discussão, impondo a sua vontade sobre a dos outros participantes, terá de ser ignorado e tratado como deve. A sua oposição não é soberana para impedir o desenvolvimento da proposta. Mesmo que todas as pessoas aqui mudem de ideia e queiram deixar de lado o grupo, uma única que a mantenha, tem o direito de levar em frente o projeto de criá-lo. Da mesma forma, não há nenhum impedimento para que continue a levar em frente a ideia do capítulo. Nesse momento, eu e alguns outros não nos entusiasmamos mais pelo capítulo e já expressamos nossos argumentos. Mas se você continua querendo, vá em frente. Vinicius Siqueira 00h51min de 21 de outubro de 2013 (UTC)
Eu só faço o que é normal a comunidade, é óbvio que não sabe, pois nunca, de novo, nunca realizou uma atividade via WMBR, e como é uma comunidade que se pauta em atividades, você não é apto a falar sobre procedimentos, já que nunca os realizou, por opção, pura opção.
Isso não é uma discussão, vocês nunca chamaram a comunidade para dialogar sobre uma proposta alternativa, vocês estão forçando sem diálogo a implementação de outro modelo, que a comunidade não aceitou, já que não discutiu, simples assim, e não estou boicotando, eu estou esperando vocês chamarem a comunidade para discutir sobre a possibilidade de troca de modelo, quem está boicotando é você, que insiste em impor as suas verdades, removendo saberes pertinentes para um possível diálogo.
Rodrigo Tetsuo Argenton m 13h26min de 21 de outubro de 2013 (UTC)

Apenas um esclarecimento para quem não acompanha as atividades da comunidade: o Eduardo já desenvolveu diversas atividades offline, se isso é o que entendem por "atividades via WMBR" (acho errado isso, pois é o mesmo que dizer que só é wikipedista quem tem N milhares de edições). Já o vi ajudando em cursos sobre a Wikipédia, indo a wikiencontros, fora as diversas contribuições na Wikipédia. Isso é sim fazer parte da comunidade Wikimedia. Sem contar o promoção dos projetos Wikimedia que pelo que conheci do Eduardo, ele com certeza contribui. --Everton137 (discussão) 02h47min de 23 de outubro de 2013 (UTC)

Passo 2: Desenvolver objetivos e estrutura[editar]

Agora que reunimos as pessoas e colocamos a discussão sobre o capítulo está em uma página diferente, acho que podemos discutir aqui o segundo passo. Como o pedido de reconhecimento ao AffCom é só o 4º passo, as duas discussões podem correr separadamente por enquanto sem prejuízo de nenhuma.

m:Step-by-step user group creation guide#Step 2: Develop your goals and structure:

Quando tiverem reunido um número suficiente de pessoas interessadas em criar um grupo de usuários, vocês devem começar uma discussão sobre quais seriam exatamente os objetivos e estrutura do grupo. Veja as seguintes questões como inspiração:

  • O que querem realizar como grupo? Qual é sua missão? Ex: Vocês querem ter encontros mensais, querem ir a escolas ou a museus?
  • Quais tipos de atividades querem empreender (ex: divulgação, financiamento, relações públicas, publicações, encontros)?

Ao determinarem seus objetivos e estruturas, vocês podem também contatar capítulos existentes e grupos de usuários para aconselhamento e inspiração (opicinal).


Uma ideia sobre objetivos é fazer atividades de divulgação, como o projeto QRCode e encontro com professores. Danilo.mac (discussão) 17h58min de 21 de outubro de 2013 (UTC)

Essa ideia do QRCode seria legal adotar em parcerias da iniciativa GLAM, imagine catalogar todo um acervo ou peças importantes de um museu ou galeria, colocando em cada exposição o QRCode com link para a wikipedia descrevendo cada obra ou material exposto. Seria algo bem interessante e creio que poderia gerar bastante visitas. O Asaf me apresentou alguns resultados interessantes de parcerias similares em San Francisco. Rodrigo Padula (discussão) 21h19min de 22 de outubro de 2013 (UTC)
Partcipar do próximo Wikimedia Loves Monument (com um nome aportuguesado, de preferência) seria bem bacana. Quando realizamos uma saída fotográfica na época de uma virada hacker, achei muito positivo e com um potencial enorme para atrair voluntários de todas idades para a comunidade. --Everton137 (discussão) 02h58min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Talvez a postagem: Inspiration from the Wikimedia Affiliates’ coolest projects seja útil! Tem a apresentação gravada(starting 1:33:00) no Wikimania também! - Raylton P. Sousa (discussão) 15h28min de 24 de outubro de 2013 (UTC)

Meta[editar]

Não concordo com a moção para o meta. Já tinha dito isso na reunião, esta wiki não é uma wiki de capítulo, é uma wiki para concentrar atividades relacionadas com o Brasil. Se não gostam da postura do Argenton, resolvam isso de uma forma que não crie divisões dentro do movimento, inclusive lembrei que podem pedir a remoção de ferramentas de um administrador, já o fizeram e não tem ninguém contra lá. Não é através de divisões que se cria um ambiente colaborativo. Danilo.mac (discussão) 19h16min de 21 de outubro de 2013 (UTC)

Nova página no meta

Symbol support vote.svg Concordo com a eliminação da página. Eduardofeld (discussão) 19h39min de 21 de outubro de 2013 (UTC)
Na minha opinião, mover a discussão para o Meta pode ser uma solução imediata, enquanto se procede a discussão quanto à remoção do acesso do Rodrigo às ferramentas administrativas. No entanto, a br.wikimedia, é bom que se entenda, é um espaço criado para a organização do grupo de trabalho brasileiro. Grupo esse que, em grande parte, atualmente, tem direcionado esforços para a criação de um Grupo de Usuários, de modo que a br.wikimedia é, de fato, o local mais apropriado para o desenvolvimento da discussão. Nesse período, é possível que o Rodrigo torne a cometer abusos e promover ofensas, mas, uma vez que há um processo de questionamento em curso, a solicitação da intervenção de algum administrador global para conter qualquer problema é justa e deve ser feita. Portanto, apelo ao Eduardo (e a quem mais compartilhe da mesma opinião) que continuemos a discussão por aqui (esse local é de todos nós), enquanto conduzimos a discussão quanto ao administrador em questão. Vinicius Siqueira 22h04min de 21 de outubro de 2013 (UTC)
Eu concordo com o uso da br.wikimedia.org por parte da comunidade. Mesmo assim, por razões de segurança eu movi o conteúdo para o meta. Gostaria muito de continuar conversando por aqui. Mas, é bom deixar claro que o Meta deve possuir uma cópia da proposta e alguns relatórios sobre o grupo, usado como espaço para comunicação com a Wikimedia Foundation. --Jonas (discussão) 02h23min de 22 de outubro de 2013 (UTC)
Se o ambiente aqui tornar-se insustentável devido a abusos de poder e conivência de outros administradores, Symbol support vote.svg Concordo usarmos o meta. Entretanto, Symbol declined.svg Discordo sobre remover a página, pois uma característica chave dos projetos wiki é manter o histórico de seu processo de construção, então ficaria como registro do porquê tivemos que mudar de local. --Everton137 (discussão) 21h35min de 22 de outubro de 2013 (UTC)
Também não concordo! Havia falado isso em reunião, mas não pude explicar os motivos (por conta da conexão)... Foi citado (acho que pelo Edu) que o meta é alguma coisa jurídica da fundação (não lembro agora o termo), mas não é verdade. É um espaço do movimento Wikimedia e não da fundação, para contexto, recentemente membros do movimento estiveram tentando ser mais independentes da fundação por meio da desvinculação do logotipo.
Já este espaço (br.wikimedia) está no domínio .wikimedia (ver https://http://www.wikimedia.org/) que também é o domínio do movimento, e não da fundação (que no caso é https://wikimediafoundation.org), a fundação corriqueiramente usa as wikis do movimento, nomeadamente o meta, para seus trabalhos/relatórios, mas não é um espaço exclusivo a ela.
Percebo uma clara dificuldade em separar a fundação do movimento, e isso é uma discussão antiga que já podia ter sido superada. O movimento/comunidade não trabalha para a fundação, muito pelo contrario, é a fundação que presta serviço para o movimento.
Sendo assim quero discordar especificamente do argumento que diz que não podemos ter uma wiki nesse domínio pelo simples fato de não termos nos formalizado como capítulo (sim, esse foi um argumento que surgiu em reunião e que se relaciona com a movimentação da página).
Sobre outros argumentos, não vejo nenhum que justifique a eliminação da página ou abandono. Mas, por convenção, deverá haver uma cópia no meta também.
:D Um abraço e um xêro! - Raylton P. Sousa (discussão) 03h30min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com o uso da br.wikimedia, reformulando o que eu falei acima: o Meta é uma interface de comunicação com outros grupos, assim como comunicação externa do estado do grupo de usuários (quando este tornar-se ativo). O que o Eduardo falou durante a reunião é que a br.wikimedia pertence a WMF, se eu não estou enganado. --Jonas (discussão) 03h40min de 23 de outubro de 2013 (UTC)
Bom! Raylton, só uma justa correção, se bem me lembro o Eduardo deu a definição correta do Meta durante a reunião, que é "coordenação de projetos". Entre outras funções, esse é exatamente o objetivo daquele domínio. Todos os projetos de outreach se iniciam ali, a menos que o grupo tenha um domínio próprio, como é o caso dos capítulos já fundados e do Brasil. Outros grupos permanecem utilizando as páginas do Meta para se organizar. Fazia total sentido mover a discussão para lá se não houvesse condições de continuá-la aqui. É o mais intuitivo.
Quanto à dissociação movimento/WMF, também percebo que muitas pessoas têm dificuldade em enxergá-la. Mas não aqui. A questão do financiamento, para mim, é talvez a mais controversa nesse sentido. Os capítulos cobram independência e financiamento. Por isso vejo com bons olhos o esforço da fundação tanto em envolver o movimento na tomada de decisões quanto à destinação dos recursos, como na simplificação dos processos de solicitação de fundos. Especificamente quanto ao domínio br.wikimedia, que foi debatido na reunião, ele é de propriedade da WMF, que cedeu para uso do grupo brasileiro. Da mesma forma, nós utilizamos a marca (como você lembrou acima). E, naquela ocasião, discutia-se a função da br.wikimedia: organizar o capítulo ou organizar os voluntários brasileiros? O que eu comentei foi que o único não-capítulo a manter um domínio de propriedade da WMF é o Brasil (salvo engano). Portanto, discordo que tenha sido argumentado nesse sentido durante a reunião, já que o argumento de que a br.wikimedia servia, exclusivamente, para a organização do capítulo é o do Rodrigo, que não estava presente. Vinicius Siqueira 18h40min de 23 de outubro de 2013 (UTC)

┌─────────────────────────────────┘
Nunca falei isso, disse que se vão utilizar o espaço, têm que seguir os valores aqui presentes e fazer as coisas como devem serem feitas
É só procurar via ctrl+f nessa discussão:

  • "Qualquer um pode utilizar o espaço br.wiki para realizar qualquer proposta e atividade no Brasil, ou mesmo de fora."
  • "Qualquer grupo pode e deve se organizar da forma que quiser."

Para ver que você está mentindo Vinicius Siqueira. Não minta mais, é feio. Rodrigo Tetsuo Argenton m 08h41min de 24 de outubro de 2013 (UTC)

Wikimedia Brasil[editar]

Uma grande vantagem em termos um grupo de usuários é parar com essa bobagem alardeada sobre os voluntários dos projetos Wikimedia no Brasil não poderem usar o nome "Wikimedia Brasil". Eu nunca dei muita bola, rs, mas tem gente que leva isso a sério e alguns adoram discussões infinitas... ;P E essa preocupação demasiada com nomes só é reforçada pela política excessivamente protetora da WMF em relação a suas marcas - ou até marcas criadas pelos voluntários, hehe. --Everton137 (discussão) 21h41min de 22 de outubro de 2013 (UTC)

A message from the Affiliations Committee[editar]

Boa noite, Wikipedistas no Brasil. I posted a message on behalf of the Affiliations Committee on Meta: here. Please read the message carefully, translate it into Portuguese if necessary, and let's have a fruitful, productive discussion. Obrigado. :) --Sky Harbor (discussão) 01h54min de 23 de outubro de 2013 (UTC)

Reunião no IRC[editar]

Pessoal,

Como ficamos de acordo ao fim do último hangout:

Reunião no IRC (#wikimedia-br), hoje (23/10), às 23h (horário de verão).

Contamos com a presença de todos, para discutirmos a proposta de criação do grupo que está sendo finalizada. Abs, Vinicius Siqueira 19h35min de 23 de outubro de 2013 (UTC)

Passo 3: Definir página e formas de comunicação[editar]

  Ver também: m:Step-by-step user group creation guide#Step 3: Set up a wiki page for your group

Acho que já definimos esta wiki como o local do grupo na seção acima, "Meta", sem no entanto estabelecer esta wiki como exclusiva do grupo, certo? Acho que falta agora definirmos os detalhes sobre comunicação. Na proposta no meta tem apenas uma seção "contato" com os nomes do jonas e Vinicius, concordo que eles sejam o contato do grupo, eles tiveram a iniciativa desta proposta, mas acho que podemos adicionar outras formas de contato como, por exemplo, colocar a lista de e-mail, o nosso canal IRC e talvez a Ágora como canais alternativos de comunicação para assuntos em geral. E deixar a página m:Talk:Wikimedia Brasil/AffCom como o meio preferencial de comunicação com o AffCom, talvez com meios alternativos também. O AffCom está se dizendo disposto a melhorar a comunicação que temos com eles, acho que devemos aproveitar isso e as discussões recentes sobre o que aconteceu nos últimos meses como uma oportunidade para discutirmos o que precisamos mudar na nossa forma de comunicação para evitar a repetição de problemas que culminaram nas discussões recentes. O que acham que devemos mudar em nossa forma de comunicação e organização? Danilo.mac (discussão) 21h16min de 25 de outubro de 2013 (UTC)

Olá, Danilo. Symbol support vote.svg Concordo com os seus apontamentos. Para melhorar a comunicação que temos com grupos externos (como o AffCom), é fundamental evitar os ruídos. Se nos organizarmos internamente em grupos de trabalho para cada atividade (isso não implica a exclusão do restante da comunidade, apenas nomeia indivíduos "responsáveis"), podemos facilitar a comunicação. Essas pessoas serão sempre as referências para aquele assunto, tanto interna quanto externamente. Serão porta-vozes das decisões e consensos da comunidade. Como vocês pensam em aperfeiçoar essa ideia? Vinicius Siqueira 21h49min de 25 de outubro de 2013 (UTC)
É uma boa ideia. Acho importante também que pessoas fiquem responsáveis por reportar a situação dos projetos. Acho que poderia ter ou uma pessoa que faça esse trabalho por projeto ou então uma pessoa que faça esse trabalho de registro para o grupo/movimento inteiro. Outra ideia é estabelecer um período de inatividade limite para os projetos e definir o que deve ser feito se o limite for ultrapassado, se alguém deve ser cobrado, se ele deve ser classificado como inativo ou se alguma outra ação deve ser tomada. Danilo.mac (discussão) 02h48min de 26 de outubro de 2013 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Os assuntos de comunicação podem ser realizados pelas pessoas citadas e assuntos mais delicados que necessitam de decisão, podem ser discutidos pela comunidade durante um período específico e votados por maioria simples, sendo depois repassados por estas pessoas. O importante é que o contato seja centralizado nestes voluntários, que as discussões sejam internas (isto é, mantidas por aqui ou na lista de discussão) e que externamente o discurso seja sólido e unificado. Ozymandias (discussão) 14h06min de 26 de outubro de 2013 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Documentar as ações de forma clara, isso é fundamental. --Jonas (discussão) 18h08min de 26 de outubro de 2013 (UTC)
O meu nome e o do Jonas estão como contato, porque nós tomamos a iniciativa e estamos conduzindo o debate aqui, mas não existe um número de pessoas definido como contatos (para mim, até 4 está de bom tamanho), de modo que outras também podem assinar ali. Danilo, Ozy... quem quiser. Vinicius Siqueira 00h44min de 27 de outubro de 2013 (UTC)
Não esqueçam que alguém vai ter que passar a checar o e-mail wikimediabrasilNospam at.svgwikimedia.org. Se não me engano, a única pessoa que tem acesso a esse e-mail não é mais voluntário da Wikimedia Brasil. Melhor os dois usarem esse e-mail e depois decide-se se outros voluntários terão acesso. --Everton137 (discussão) 12h54min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Acho que três voluntários é sempre um bom número. Evita qualquer problema, não sobrecarrega ninguém e evita muita confusão. Mais ou menos ao estilo do que era (é) a lista de discussão. Podemos segmentar a comunicação em dois níveis: interno e externo, agrupando todos os canais de comunicação dentro destes níveis. As comunicações externas (e-mail, Meta, relatórios e afins) devem ser cada uma direcionada para um determinado tipo de público (AffCom, WMF, público externo, etc) para determinar o tipo de comunicação (vira e mexe, as pessoas não sabem qual o melhor canal de contato para falar com o grupo. Então, é legal especificar o canal apropriado para cada tipo de assunto) , mesmo que globalmente todas possam ser bem amarradas e consistentes, evitando-se qualquer ruído adicional e desaprovando qualquer contato que seja externo ao que é concordado pelo grupo. As comunicações internas (listas, Ágora, wiki, votações, etc) podem ter os diversos tipos de discussão, mas que não devem ser extrapoladas para outros ambientes. Outro ponto: 90% das comunicações envolvem bom senso, então não vejo problemas e acho que deve ser até incentivado que discussões que não tratem temas delicados (que não necessitem de decisão da comunidade) sejam tratados pelos voluntários que estão discutindo o debate sem necessidade de ficar trazendo tudo para cá ou de tornar tudo público. Trazer mais celeridade nas ações e menos discussões pode ser um caminho mais adequado. Ozymandias (discussão) 17h16min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Everton, o OTRS é para o chapter-to-be, não é para WUG, então não é para esse grupo, mas quanto a isso não se preocupe, na verdade não é bom mexer para vocês não perderem esse email. Há 3 voluntários altamente capacitados com acesso que cuidam de coisas além da WMBR - se não o fosse teriam sido removidos - quando houver a necessidade e houver a possibilidade - já que pelas regras do OTRS só com restrita autorização pode se ventilar o que está lá - será levado na lista, como todas as pouquíssimas vezes que foi acionado. Rodrigo Tetsuo Argenton m 19h33min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Já coloquei o número três [3]. Só por audácia, hehe, mas se for trocar ou se o Danilo não quiser, é só alterar. E devemos resolver a questão do acesso ao e-mail do OTRS. Vinicius Siqueira 18h12min de 29 de outubro de 2013 (UTC)
Por mim tanto faz, só aviso que, apesar de estar apoiando e torcendo para que o grupo dê certo, ainda tenho um pouco de ceticismo sobre os avanços que o grupo pode trazer. Apoio a divisão da comunicação em externa e interna, de certa forma já fazemos isso, mas se deixarmos mais organizado talvez funcione melhor. E sobre a ideia de estabelecer datas limites, a partir da qual alguém pode ser cobrado a fazer algum registro sobre a situação do projeto, o que acham disso? Sei que é horrível cobrar algo de voluntários que são poucos e com pouco tempo para colaborar, mas acompanho este movimento há anos e já vi várias atividades começarem com entusiasmo e serem abandonadas em algumas semanas, acho que precisamos de um pouco mais de compromisso com o que começamos. No processo do capítulo por exemplo, se tivesse algum tipo de cobrança, nós nos cobrando ou nós cobrando o AffCom, provavelmente essa questão já estaria melhor resolvida. Se quisermos mesmo levar as coisas com um maior nível de seriedade, acho inevitável que em algum momento haja algum tipo de cobrança, mesmo que seja cobrado apenas um registro sobre o andamento de um projeto. Danilo.mac (discussão) 19h40min de 29 de outubro de 2013 (UTC)
Talvez inicialmente catalogar todas as ações do projeto e estabelecer um prazo automático para avisar a comunidade. Amarrando isto com um período adequado de discussão (+1 semana), de possíveis votações (+1 semana) e ações reais a serem realizadas, acho que 30 dias é um prazo legal para deixarmos alguma ação rolar, recebermos algum relatório e poder novamente abrir um novo prazo para novas ações. E se, por algum motivo alguém não conseguir fazer algo ou estiver enrolado com alguma coisa, conseguimos estabelecer um limite e uma cobrança não agressiva para que o usuário diga se continua ou passa o bastão. Ozymandias (discussão) 20h16min de 29 de outubro de 2013 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo, é um bom modelo. Acho que esse tipo de organização vai ajudar a direcionar nosso foco para os projetos que queremos realizar, aumentando as chances de eles serem realizados. Danilo.mac (discussão) 23h28min de 29 de outubro de 2013 (UTC)
Também estou de acordo com esse modelo. A "cobrança" se refere a uma atualização do resto da comunidade sobre o que foi feito naquele período em relação a algum projeto: evoluiu, está estável, piorou etc. Dessa forma, periodicamente, podemos reavaliar a viabilidade de algum projeto ou, eventualmente, determinar alguma redefinição dos rumos, etc. Gostei bastante. Vinicius Siqueira 00h17min de 30 de outubro de 2013 (UTC)

Por que não pode se apresentar como parceiro[editar]

Uma informação me levou à perplexidade. Estamos preparando uma proposta para o Affcom, Órgão da WMF, certo? Se ela for aprovada, iniciaremos uma parceria, certo? Então por que não nos poderemos identificar como parceiros? Isto me parece um tanto bizarro. Por exemplo, ao aparecermos para uma universidade propondo alguma atividade já é difícil sermos acolhidos sendo "parceiros" ou "agentes" da Fundação. Se nem isso podemos ser, representamos o quê? Nada? Apenas um grupo de jovens (alguns nem tanto) engajados numa militância na qual apoiamos sem ser apoiados? Qualquer objetivo assim se torna impossível. Pelo que eu entendi, isto é provavelmente norma a ser cumprida pelo grupo como imposição da própria Fundação, mas, para mim, confesso, não entendi e deu até uma desmotivada (que pode ser revertida se eu entender melhor esta questão). Eduardofeld (discussão) 22h02min de 28 de outubro de 2013 (UTC)

Eduardo, o trecho a que você se refere é uma tradução minha de uma página que definia os Grupos de Usuários no Meta, a qual eu não encontrei em uma busca rápida. Confesso que também achei estranha a frase quando a reli, após o seu apontamento. O que posso dizer é que isso tenta traduzir (embora não tenha ficado muito bom) a seguinte cláusula do "contrato" que é aceito quando da criação de um grupo:
"6. Independence and No Partnership or Agency Relationship. The parties are independent of each other. Neither party is the partner or legal agent of the other party, and neither party may represent itself as such. You and your User Group may not speak or act for WMF."
Em inglês, é possível compreender melhor o real sentido disso e, a mim pelo menos, parece bastante justo. É uma cláusula que preserva a WMF, como era de se esperar. Talvez, o significado atribuído a "partnership" não seja exatamente o mesmo como o vemos. Obviamente, a WMF é nossa parceira (em português) ao permitir o uso das suas marcas. Muito diferente seria ela permitir que nós falássemos em seu nome. Essa cláusula distingue as duas partes e resguarda os dois lados.
A íntegra do acordo pode ser vista aqui. Abs, Vinicius Siqueira 22h21min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Pelo que depreendo da resposta, "partership" seria algo mais "forte" do que a nossa "parceria" no português. Vendo aqui um dicionário bastante simples, encontro a palavra "sócio" e "parceiro" não aparece nem em segundo lugar. Então, já esclarecida a questão, não seria o caso de mudar a tradução de "parceria" para "sociedade"? Eduardofeld (discussão) 23h24min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Ou podemos fazer uma tradução menos literal e de mais fácil compreensão. Tipo: "Independência e nenhuma relação de vínculo formal", ou algo que o valha. Ozymandias (discussão) 23h29min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Perfeito. Vinicius Siqueira 23h30min de 28 de outubro de 2013 (UTC)
Apliquei. Eduardofeld (discussão) 00h15min de 29 de outubro de 2013 (UTC)

Passo 4: Pedir reconhecimento do AffCom[editar]

Agora é a parte em que juntamos as discussões sobre o capítulo, afinal, o próprio AffCom vinculou os dois processos quando disse que o capítulo só volta à pauta um ano depois de criado o grupo. Acho que já é claro nesse ponto que a maioria dos voluntários que apoiam o grupo não têm interesse em prosseguir, pelo menos neste momento, com o processo do capítulo e nem o AffCom tem esse interesse, o que torna difícil dar continuidade ao processo neste momento. Mas, estando os processos vinculados, acho que seria bom definirmos agora algo para dizermos como grupo sobre o que aconteceu nos últimos meses, pelo menos para que a AffCom saiba que a falta de ação e clareza da parte deles nos últimos meses foi vista por nós no mínimo como desinteresse. Acho importante isso para mostrarmos a eles que estamos atentos ao comportamento deles, por vezes evasivo, e que vamos reclamar se esse tipo de comportamento voltar a ocorrer. Não seria nada para vincular à proposta, apenas algo que diríamos a eles, para deixá-los saber nossa opinião. Mesmo que alguns tenham opiniões divergentes sobre o assunto, acho melhor expressarmos como um grupo a média de nossas opiniões individuais do que darmos a entender que não conseguimos agir como um grupo. Concordam? Danilo.mac (discussão) 03h21min de 30 de outubro de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo em incluir esse ponto na discussão e na proposta final, Danilo.mac. Eu fico curioso com isso, porque o AffCom não "manda" nos voluntários -- pelo que eu entendi funciona como um guarda-costas, controlando quem acessa ou não recursos da WMF, pela validação da afiliação. --Jonas (discussão) 13h18min de 31 de outubro de 2013 (UTC)
Também Symbol support vote.svg Concordo que esse pode ser o momento para fazermos nossas críticas e sugestões ao AffCom. Além de reconhecermos que observamos falhas do nosso lado na condução do processo de reconhecimento do capítulo, não podemos deixar de expressar que nos sentimos prejudicados, muitas vezes, pela lentidão e falhas na comunicação interna deles. A existência desse comitê deve apoiar o movimento Wikimedia e não servir como uma mera instância burocrática a desestimular ainda mais os voluntários interessados em contribuir para os projetos. Eu teria interesse em escrever um pequeno texto a esse respeito e possivelmente o farei em poucos dias. Vinicius Siqueira 15h32min de 31 de outubro de 2013 (UTC)
Ótimo, a postura deles nos prejudicou mesmo, só de não deixarmos isso passar sem dizer nada já dá um pouco mais de ânimo. O Teles terminou a tradução da proposta no meta, agora acho que é só fazer a revisão, ver se alguém tem mais alguma consideração e acertar a mensagem ao AffCom. Danilo.mac (discussão) 00h40min de 1 de novembro de 2013 (UTC)
Proposta de mensagem

Caros companheiros do AffCom,

Temos em comum o desejo de promover a difusão do conhecimento livre e gratuito de forma acessível, através dos Projetos Wikimedia. Reconhecemos a notável dedicação e o empenho dos membros desse comitê em zelar pelos procedimentos de afiliação de grupos e entidades desejosos de participar do grande movimento de voluntários dos projetos Wikimedia.

Entretanto, gostaríamos de expressar através dessa mensagem, nossa preocupação com as consequências que determinadas práticas podem gerar ao movimento.

Durante o processo de reconhecimento do capítulo brasileiro, nós, que acompanhamos de perto todos os trâmites, nos sentimos prejudicados, muitas vezes, pela condução lenta ditada pelo AffCom ao processo. Isso acabou desmotivando muitos voluntários engajados na criação do capítulo, esvaziando a discussão e permitindo que, eventualmente, vozes dissonantes se fizessem mais presentes do que de costume.

Reconhecemos que o comitê é formado por voluntários que exercem importantes atividades, também, fora dele, no entanto não acreditamos que os trabalhos dos grupos locais interessados em se oficializar possa ser prejudicado por falhas na condução dos processos por parte do AffCom.

Dessa forma, sugerimos que este comitê, cuja importância já foi citada, aperfeiçoe suas práticas, visando a conferir maior celeridade aos processos de revisão das requisições da comunidade. Assim, casos fracassados como a solicitação prévia do capítulo brasileiro deixarão de ocorrer e o AffCom se afastará ainda mais do perfil de uma instância meramente burocrática. Queremos o AffCom como elemento vivo do movimento Wikimedia, auxiliando e facilitando, acima de tudo, a organização dos grupos temáticos e locais, ao invés de consistir em um obstáculos a eles.

Reforçamos o nosso reconhecimento aos membros desse grupo e a nossa esperança de ter essas sugestões levadas em conta.

Vinicius Siqueira 02h20min de 3 de novembro de 2013 (UTC)

O que significa: conferir maior celeridade aos processos? --Jonas (discussão) 02h30min de 3 de novembro de 2013 (UTC)
Eu talvez faria uma critica um pouco mais forte, mas como é uma mensagem do grupo eu apoio. Danilo.mac (discussão) 15h11min de 3 de novembro de 2013 (UTC)
Tornar o processo de revisão dos pedidos de afiliação mais rápidos (céleres). Vinicius Siqueira 21h57min de 3 de novembro de 2013 (UTC)
Obrigado Vini. Editar a wiki com sono não funciona, eu li certo mas imaginava a palavra celebridade ao invés de celeridade, um modegreen meu :P --Jonas (discussão) 23h00min de 3 de novembro de 2013 (UTC)

Tradução da mensagem

Dear AffCom,

We have the common desire of spreading free knowledge in an accessible way through Wikimedia projects. We appreciate the notable dedication and endeavor of this committee’s members in watching over the affiliation procedures for groups and entities willing to join this great movement of Wikimedia projects’ volunteers.

However, we would like to express our concerns about the consequences to the whole movement set by some practices Pratices? Dá a entender que é algo recorrente, talvez seria melhor algo como "eventualidades" --Everton137 (discussão) 21h49min de 7 de novembro de 2013 (UTC). During the Brazilian chapter’s recognition process, we looked closely all the way and sometimes felt victimized (victimized? parece lance de coitatinhos. Talvez uma palavra que expresse a ideia de "prejudicados", não de vítimas. --Everton137 (discussão) 21h49min de 7 de novembro de 2013 (UTC)) by the slow conduction dictated by AffCom. It contributed to discourage many of the volunteers committed to the chapter’s creation, emptying the discussion, what eventually allowed some discordant voices to be noisier than habitual.

We recognize that this committee is formed by volunteers that also develop important activities out of it, but we do not believe that the local groups interested in officializing their work should be thwarted by failures in the AffCom’s revision process conduction.

Thus we suggest to this committee, which relevance we have already pointed, to improve its practices, aiming to assign more celerity to the revision of community’s requisitions. Therefore unsuccessful cases like the previous Brazilian chapter’s solicitation will not repeat and AffCom will be deviated from the profile of a merely bureaucratic instance. We want AffCom as a living element in Wikimedia Movement, helping and making easier, above all, the thematic and local group’s organization instead of consisting in an obstacle for them.

We reinforce our acknowledgment to this group’s members and our hope in seeing these suggestions took in account.


Fiz uma tradução da mensagem para encerrar, enfim, a proposta e para podermos levá-la ao Meta. Por favor, revisem o mais rápido possível e vejam há (na tradução e na proposta) algo que ainda precise ser alterado. Grande abraço, Vinicius Siqueira 20h45min de 7 de novembro de 2013 (UTC)

Fiz algumas sugestões após uma leitura rápida. --Everton137 (discussão) 21h49min de 7 de novembro de 2013 (UTC)
Não tinha visto a tradução da mensagem aqui e fiz uma tentativa de tradução em: m:User:Teles/Grupo_de_usuários#Message.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 21h53min de 8 de novembro de 2013 (UTC)
A tradução do Teles está ótima. Olha lá, Tom. Podemos usá-la. Algo mais? Vinicius Siqueira 02h41min de 9 de novembro de 2013 (UTC)
Tô em dúvida sobre algumas partes da minha tradução. Talvez um misto das duas... ou talvez basta usar a sua com as correções do Tom (acho mais prático essa última).—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 19h51min de 10 de novembro de 2013 (UTC)
Pra mim sua tradução está muito fiel. Ficamos com ela mesmo. Já mandamos para o AffCom ou alguém ainda tem algo a acrescentar? Vinicius Siqueira 22h14min de 10 de novembro de 2013 (UTC)
Acho que é isso então, podemos mandar. --Jonas (discussão) 14h17min de 11 de novembro de 2013 (UTC)

┌───────────────────┘
Comunicando que a proposta, como se vê aqui, foi enviada para o AffCom. Esperamos a resposta deles! Vinicius Siqueira 19h09min de 11 de novembro de 2013 (UTC)

Ótimo, ambas traduções estão boas. Gostei bastante da sua, Teles, acho que expressou nos pontos que apontei. Mas o que importante é tocar a bola pra frente e já irmos pensando na próxima atividade de Wikimedia. ;) --Everton137 (discussão) 01h09min de 12 de novembro de 2013 (UTC)

E-mail de envio da proposta ao AffCom[editar]

Dear AffCom,

We have the pleasure to announce that, after one month of discussions, the Brazilian community has a proposal of User Group ready for your review.

Fifteen people expressed their support in creating the user group and the discussions took place here: https://br.wikimedia.org/wiki/Proposta_de_grupo_de_usu%C3%A1rio

We are at your beck to enlighten any further question. We also would like to ask you to review this proposal as soon as possible.

The Brazilian community is happy to take another step forward and count on you to support us.

Sincerely,

Vinicius Siqueira 21h43min de 11 de novembro de 2013 (UTC)

Valeu, Vini, por enviar, e a todos que contribuíram! :) --Everton137 (discussão) 01h06min de 12 de novembro de 2013 (UTC)

General questions from the Affiliations Committee (AffCom)[editar]

Bom dia, Wikipedistas no Brasil! It's a pleasure to be talking to you guys again and helping you move your application forward. :)

Before we proceed to processing your application, I hope you guys don't mind answering the following questions. These questions are asked of all aspiring affiliates, and these allow us to effectively assess your application for user group status. In addition, these will also be useful if you later decide to apply for chapter status once the one-year probationary period which we agreed upon in Hong Kong has passed. Please know that there are no "expected" or wrong answers, and we will assess your answers as best as we can.

  • Who are the people behind this application?
    • How many?
    • any active (on local or international level) Wiki[pm]edians? (please provide user names and wiki of origin)
    • Active in which communities if any?
    • How are they geographically distributed?
    • How many people do you expect will eventually want to join?
  • For the application and final agreement we will require two contact persons that can sign the Wikimedia_User_Group_Agreement on behalf of the group. Who will those be?
  • Could you give a short overview of the time path of the founding up to now?
  • Have there been any activities/meetings etc. of this group of people?
  • What kind of activities are planned for the future in the user group?
  • How can we help you?
  • What name would you like to use? (There are some templates at Step-by-step_user_group_creation_guide#Naming_of_user_groups.)

If you guys have more questions, please don't hesitate to ask me, and I would like to wish you guys good luck. Finally, we're moving forward. :) --Sky Harbor (talk) 01:16, 13 November 2013 (UTC)

A mensagem acima foi copiada de Talk:Wikimedia Brasil user group#General questions from the Affiliations Committee (AffCom).

Peço que tentemos responder o mais rápido possível. Abs, Vinicius Siqueira 02h34min de 13 de novembro de 2013 (UTC)


  • Who are the people behind this application?

Here is the list of people directly involved in this application. Most of us contributed effectively to build this proposal during the discussions.

  • How many?

Fifteen people.

  • Active in which communities if any?

All the signatories of this list are active in local and/or international level. There are volunteers from pt.wikipedia, pt.wikibooks, Commons, Meta. There are also staff members of the Catalyst Program in Brazil.

  • How are they geographically distributed?

All the volunteers are placed in Brazil. There are users in this list in many parts of the country: Southeast, Northeast, and South regions. Most of us are in the Southeast area, in the most populous states (São Paulo and Rio de Janeiro), but there are also an expressively representation in the Northeast area (in the states of Bahia, Rio Grande do Norte and Pernambuco).

  • How many people do you expect will eventually want to join?

We expect to gather as many people as possible. In one year, we think we will be able to join almost 50 people around the user group.

  • For the application and final agreement we will require two contact persons that can sign the Wikimedia_User_Group_Agreement on behalf of the group. Who will those be?

Jonas Xavier and Vinicius Siqueira.

  • Could you give a short overview of the time path of the founding up to now?

Almost all the current Wikimedia Brasil User Group supporters were involved in the unsuccessful Brazilian request for a Wikimedia Chapter. After some internal and external dialogues, these people decided to redirect efforts in creating a User Group because of its easier management demands, more compatible with the community’s present capacity. In one month, some meetings took place to design the current proposal and many people got involved with this.

  • Have there been any activities/meetings etc. of this group of people?

One hangout and one IRC meeting to outline this proposal.

  • What kind of activities are planned for the future in the user group?

Here is a list of our objectives and planned activities.

  • How can we help you?

AffCom can help the Brazilian group recognizing its particular features, as a widespread community in a large country with an extensive background of activities and experience. We also would like to see this proposal analyzed and quickly approved. In this sense, we rely on AffCom to contribute in establishing the Brazilian Wikimedia Chapter as soon as possible.

Wikimedia Brasil User Group


Começando a responder. Vamos adicionando as respostas às questões e complementando o que já tiver sido escrito. Vinicius Siqueira 02h50min de 13 de novembro de 2013 (UTC)

Estou colocando algumas respostas a partir do meu ponto de vista (principalmente no "how can we help you"), fiquem livres para mudá-las. Danilo.mac (discussão) 17h31min de 15 de novembro de 2013 (UTC)
Falta mais alguma coisa? Eu acho que as respostas cobrem o escopo exigido. --Jonas (discussão) 01h31min de 25 de novembro de 2013 (UTC)
Para finalizar, tenho uma nova redação para a questão sobre "How can we help you?": AffCom can help the Brazilian group recognizing its particular features, as a widespread community in a large country with an extensive background of activities and experience. We also would like to see this proposal analyzed and quickly approved. In this sense, we rely on AffCom to contribute in establishing the Brazilian Wikimedia Chapter as soon as possible. Vinicius Siqueira 16h40min de 25 de novembro de 2013 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo! --Jonas (discussão) 11h56min de 26 de novembro de 2013 (UTC)
Ok, Danilo? Algo a acrescentar? Vinicius Siqueira 19h57min de 26 de novembro de 2013 (UTC)
Parece bom como tá agora.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 20h05min de 26 de novembro de 2013 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Também acho q está ok, estamos demorando muito para enviar as respostas para o AffCom, se precisarem de ajuda com algo para agilizar me informem Rodrigo Padula (discussão) 00h03min de 27 de novembro de 2013 (UTC)
Por mim tudo ok. Danilo.mac (discussão) 00h28min de 27 de novembro de 2013 (UTC)
Fechou! Estou levando pro Meta. Vinicius Siqueira 02h03min de 27 de novembro de 2013 (UTC)

Fora do assunto: convites[editar]

Caros, convido vocês a comentarem e participarem de um projeto, uma contratação e uma atividade que estamos desenvolvendo:

--Oona (WMF) (discussão) 17h18min de 28 de novembro de 2013 (UTC)

Oi, Oona, fiz um comentário sobre a proposta de microgrant, mas em relação aos dois outros pontos, não tenho nada a acrescentar no momento. Se você tiver algum questionamento específico sobre o qual gostaria de uma opinião, podemos tentar. Abs, Vinicius Siqueira 00h55min de 1 de dezembro de 2013 (UTC)

Nome do grupo[editar]

Como mencionado na mensagem do Josh, há algo de errado com o nome "Wikimedia Brasil User Group". "Wikimedia Brasil" é um nome reservado aos capítulos, portanto, por regra da Fundação, um grupo de usuário não pode adotar esse nome, somente um capítulo. Desse modo, eles recomendam que nós contatemos o departamento legal da WMF para ver se eles aprovam o nome ou então que escolhamos outro nome. Vinicius Siqueira 23h26min de 8 de dezembro de 2013 (UTC)

Faz sentido o questionamento dele. Acho mais simples a opção de escolher um outro nome. Talvez se fizermos uma pequena lista de opções, podemos ir dando opinião sobre cada um.—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 23h33min de 8 de dezembro de 2013 (UTC)
Olhei a lista dos atuais user groups e o que achei mais simples foi o Wikimedians of Nepal, podíamos dar o nome então de Wikimedians of Brazil. Uma opção em português (não precisa ser em inglês, um grupo por exemplo chama Esperanto kaj Libera Scio) seria Grupo de Usuários Wikimedia do Brasil. Danilo.mac (discussão) 22h47min de 9 de dezembro de 2013 (UTC)
O que pensam de "Movimento Wikimedia no Brasil" ou "Comunidade Wikimedia no Brasil"? Vinicius Siqueira 00h25min de 10 de dezembro de 2013 (UTC)
Movimento é como nós costumamos nos chamar quando queremos incluir as pessoas que se interessam em participar de atividades sem querer ser membro de grupo de usuários ou de capítulo, então não podemos usar esse nome, ele já tem um significado que vai além do grupo de usuários. Comunidade Wikimedia no Brasil eu apoio. Danilo.mac (discussão) 22h01min de 10 de dezembro de 2013 (UTC)
Comunidade Wikimedia no Brasil ao traduzir para inglês ia dar nova colisão de termos. Acho interessante algo que use ou brasileiros ou wikimedianos (ou seja, substantivos coletivos), para evitar colisões. Brasileiros na Wikimedia, Grupo de voluntários brasileiros na Wikimedia etc Lugusto 22h54min de 10 de dezembro de 2013 (UTC)

┌───────────────────┘
Gosto de "Comunidade Wikimedia no Brasil". E para a tradução, a Grécia está usando um nome parecido "Wikimedia Community User Group Greece", ficando o caso brasileiro "Wikimedia Community User Group Brazil". Mas, sinceramente, que tosca essa questão. Sempre me questiono essa preocupação demasiada da Wikimedia Foundation com sua marca. Uma comunidade que apoia uma marca e seus projetos está até fazendo um favor ao promovê-la. Você dizer "nós somos a Wikimedia Brasil", independentemente de como a organização que detém a marca o define, é indiferente para um público externo - basta estar claro em algum lugar o que esse grupo de pessoas é, se alguém quiser saber e deixar claro na página do grupo. Aliás, é até prejudicial você não ter um padrão, pois só confunde. Enfim, coisas de Wikimedia. Só baixar a cabeça e engolir. --Everton137 (discussão) 11h05min de 11 de dezembro de 2013 (UTC)

Acho que devemos usar o modelo da Grécia que ja está aprovado, desta forma evitando possíveis novos questionamentos quanto ao nome... se aprovaram pra Grécia, não há pq não aprovarem para nós.o comentário precedente não foi assinado da forma habitual em wikis. Ele foi escrito por Rodrigo Padula (discussão • contrib.)

Fechamos em "Wikimedia Community User Group Brasil", em português "Grupo de Usuários da Comunidade Wikimedia no Brasil"', então? Vinicius Siqueira 13h56min de 14 de dezembro de 2013 (UTC)

Por mim está ok e vai com o que havíamos conversando e discutido anteriormente no Grupo, assim ficamos bem alinhados com o que já foi aprovado para os demais grupos. o comentário precedente não foi assinado da forma habitual em wikis. Ele foi escrito por Rodrigo Padula (discussão • contrib.)
Por mim ok também Lugusto 14h14min de 14 de dezembro de 2013 (UTC)
Bora. --Everton137 (discussão) 14h16min de 14 de dezembro de 2013 (UTC)
Feito [4] Vinicius Siqueira 16h14min de 14 de dezembro de 2013 (UTC)

O que tá feito tá feito e não precisa mudar com esse meu comentário... mas acho que o nome ficou grande. Só pra registro, eu acharia melhor algo como "Wikimedianos do Brasil" (Wikimedians of Brazil) ou Grupos de Usuários Wikimedianos do Brasil (Wikimedians of Brazil User Group), que pelo menos permitiria a simplificação para o primeiro com o uso. Imagina se toda vez que a gente tivesse que falar do grupo a gente tivesse que dizer: Nós fazemos parte do "Grupo de Usuários da Comunidade Wikimedia no Brasil". Ninguém decora. Melhor seria: Nós fazemos parte do grupo de "Wikimedianos do Brasil".—Teles «Talk to me˱M @ C S˲» 16h59min de 15 de dezembro de 2013 (UTC)

Teles, seu comentário é importante. Não é preciso que nós utilizemos esse nome no dia-a-dia. É só para efeitos formais. Durante as atividades de outreach, por exemplo, podemos continuar usando o nome que estamos acostumados. Lembrando, também, que ele é provisório. Quando formos montar o capítulo, podemos voltar a usar Wikimedia Brasil, também em ocasiões formais. Vinicius Siqueira 00h51min de 16 de dezembro de 2013 (UTC)

Aprovação[editar]

Olá pessoal, alguma novidade sobre a aprovação do grupo?

Feito Acabamos de receber a cópia do contrato formalizando tudo. --Jonas (discussão) 02h45min de 23 de janeiro de 2014 (UTC)