Usuário Discussão:Candidato lépton

Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil
Ir para navegação Ir para pesquisar

Estou usando este espaço para pensar alto a partir da leitura dos insumos. A proposta é publicar os tópicos em sequência cronológica invertida como se fosse um blog para o conteúdo mais recente aparecer mais perto do topo da página.

Não cresce nem diminui[editar]

Outra coisa me chamou a atenção lendo o Research Presentation @WikiSampa8. Há um slide que diz que o número de editores experientes e novatos se estabilizou nos últimos anos. Fiquei me perguntando se isso quer dizer que os experientes continuam os mesmos e que há grande rotatividade de novatos ou se há uma equiparidade entre novatos que entram e experientes que se afastam. Essas são situações muito diferentes. Alguém saberia dizer?

Pesquisa etnográfica sobre a comunidade lusófona[editar]

Estou neste momento vendo a Research Presentation @WikiSampa8. A apresentação é baseada em dados quantitativos e aponta para questões recorrentes como a burocratização dos processos produtivos. Fiquei pensando em como seria útil conhecer a situação do convívio entre editores por uma pesquisa etnográfica em que o investigador se envolva com a comunidade e com o processo de edição e vivencie as questões para poder explicá-las e buscar alternativas para fortalecer a participação.

Eu fiz quase isso no meu mestrado. A Wikipedia na academia. Abraços, Pietro Roveri 18h03min de 17 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Oi Pietro Roveri, dei uma folheada na dissertação. Em que sentido voce diz que ela foi quase uma pesquisa etnográfica? Esperava encontrar mais material (teses, artigos, etc.) Também fiz uma busca rápida por etnografia e wikipedia: nao sei se houve alguém que tenha feito as malas e "ido morar" na Wikipédia um ano para depois voltar e contar a experiencia. Isso seria muito interessante de ler. --Candidato lépton 18h51min de 17 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Chamei de pesquisa qualitativa com observação participante, guardei certa distância e "cheguei" como pesquisador. Descobri só depois a etnografia digital, pois estava em outra área e não falavam muito disso na época. Abraços, Pietro Roveri 19h00min de 17 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

As partículas estão se desintegrando?[editar]

Achei muito oportuna essa colocação do Everton137 sobre uma suposta desintegração das partículas. Eu fiquei com a mesma sensação durante o fim de semana, mas não por não ter feito nada ou ter desanimado, mas por estar colocando energia em muitos lugares diferentes. Há o esforço de ler o material de apoio e isso é fundamental ou as participações tendem a ficar superficiais. Houve o esforço de ganhar familiaridade com a ferramenta, inclusive tentar usá-la de maneira a facilitar o entendimento. Ao mesmo tempo, há a energia posta em acompanhar as discussões que vão acontecendo e participar delas. Talvez fazer um esforço para ordenar um pouco a conversa poderia ajudar a todos, não só os candidatos, mas a comunidade, a se envolver na conversa.

Programa Embaixadores para renovar os quadros da Wikipédia lusófona[editar]

Uma das razões principais para o não crescimento do número de editores no Brasil parece ser o alto "custo de filiação" da Wikipédia lusófona. O novato geralmente precisa aprender a editar pelo wiki, se familiarizar com as regras de publicação e, se possível, estabelecer relações com a comunidade.

Há, em paralelo, o problema de combate ao vandalismo, à inclusão de material de propaganda e à edição de conteúdo contrário aos interesses de empresas e de celebridades.

Esses dois pontos se anulam. Os novatos tendem a desistir porque seus esforços de participar acabam apagados junto com o restante do conteúdo problemático. Mas, ao fazer isso, os editores perdem a chance de ter seus quadros ampliados para ajudar no processo de edição.

É nesse sentido que eu achei muito promissor o projeto Embaixadores da Wikipédia. O ponto é criar maneiras para proteger os novatos, premiando o esforço deles e não castigando a inexperiência. Com a ajuda do embaixador, o iniciante terá com quem tirar dúvidas e contará com um defensor para os casos de "execuções sumárias" de suas contribuições.

Vale lembrar que o programa de Embaixadores atua dentro das universidades, recrutando embaixadores on line e presenciais para auxiliarem os professores que utilizarão a Wikipédia como ferramenta de ensino. Abraços, Pietro Roveri 11h56min de 17 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Faz sentido na medida em que o universitário tende a ter melhor acesso a recursos de conhecimento e também mais tempo livre. A dinâmica de oferecer tutores para recepcionar editores-aprendizes tem potencial para ser levada para outros ambitos, faz sentido? --Candidato lépton 12h26min de 17 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Faz todo o sentido. Particularmente, acho o programa equivocado, pois foca o professor que, em tese, não "consome" a Wikipedia. Abraços, Pietro Roveri 14h17min de 17 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Comentários sobre Wikipédia e sites de rede social[editar]

O Brazil Readers Survey, 2011 comentado em vários textos abaixo fala recorrentemente do desejo expresso por usuários brasileiros para integrar a Wikipédia a ambientes sociais da Web e especificamente ao Facebook. Publiquei três subtópicos sobre isso: aqui, aqui e aqui. Em um desses textos, o Pietro Roveri fez uma ponte com um artigo compartilhado pelo Candidato fóton e que fala sobre a dimunição da internet que não é social em contrapartida da tendência de crescimento da web social. Os comentários a seguir fazem referência a esse assunto.


Do modelo Google para o modelo Facebook[editar]

Em resumo, o artigo diz que a Web que se formou em torno do Google é "fria" porque liga pessoas a páginas. Você precisa encontrar um determinado conteúdo, faz a pesquisa e é direcionado a uma lista de resultados.

O autor apresenta dados estatísticos para demonstrar que esse tipo de uso da internet está em declínio porque a gente prefere chegar a conteúdos por meio dos nossos círculos de relacionamento. Se uma referência vem dessa maneira, ele diz, nós damos mais atenção a ela.

Essa nova internet seria comandada pelo Facebook, que é o principal ponto de encontro virtual do mundo conectado hoje.


Desconto "tecno-utópico"[editar]

Há um primeiro ponto a ser debatido: o que há de realmente novo em relação ao que o artigo diz? [1] A internet sempre foi social, sempre ligou pessoas por meio de seus fóruns de discussão, grupos de email, salas de bate-papo, contas de email. Falamos de um com um, de um com vários ou de vários com vários. É isso que fez a internet revolucionária e não a publicação de conteúdo. Há uma dose de utopia tecnológica vindo com esse tipo de conteúdo que pode comprometer a discussão dando a entender que o Facebook é maior do que ele é de fato.

Da mesma maneira que vivemos hoje a migração massiva de outras redes para o Facebook, o mesmo tenderá a acontecer nos próximos anos, quando um projeto novo oferecer vantagens superiores aos usuários.


Integração depende da estratégia mundial da FWM[editar]

Feitas essas considerações, vejo as recomendações vindas com o Brazil Readers Survey, 2011 relativas à integração com Facebook como sendo úteis para expandir o acesso e a participação na Wikipédia, particularmente no Brasil.

O estudo indica várias maneiras para isso acontecer, inclusive dar a possibilidade para o usuário "gostar" do verbete e instantaneamente disseminá-lo entre seus conhecidos. Também é importante considerar alternativas para tornar a Wikipédia mais humana para quem está do lado de fora; isso pode passar pela criação de canais de interlocução com a sociedade usando Facebook e outros canais como, por exemplo, o YouTube, útil como repositório de tutoriais em vídeo.

Esses encaminhamentos devem depender da decisão da WikiMedia Foundation. A visão da Fundação e a tradução disso para o código que faz rodar a Wikipédia serão a base para se pensar as soluções locais.

É isso, mesmo? Faz sentido?


A Wikipédia como ambiente social[editar]

Tenho a impressão que só quem se torna participante como editor da Wikipédia tem noção do trabalho envolvido na criação e no desenvolvimento de um verbete. Quem está fora não enxerga quantas mãos passaram por ali para ele chegar à sua forma atual. Isso se confirma, por exemplo, na informação capturada pelo Brazil Readers Survey, 2011 de que muita gente não sabe que pode contribuir editando verbetes. Essa é uma experiência nova ainda para muitos, como o wiki é uma ferramenta ainda relativamente pouco difundida fora de certos círculos de usuários.

Falo isso para chamar a atenção para o potencial que existe - ou que eu pressinto que exista - em se promover a Wikipédia como mais um ambiente social, ou seja, exatamente como um desses espaços que possibilita o relacionamento entre as pessoas. E com algumas boas vantagens em relação, por exemplo, a sites de rede social comuns:

  1. Na Wikipédia você pode se encontrar com pessoas com os mesmos interesses que os seus; se você gosta da música do Four Tet, terá a possibilidade travar contato com outros, dentro da própria comunidade linguística ou fora dela.
  2. Dada a ótima indexabilidade das páginas da Wikipédia, seus participantes influenciam o entendimento que a sociedade tem sobre determinados assuntos.
  3. A Wikipédia é, em si, uma grande oportunidade de trabalho voluntário; o Brazil Readers Survey, 2011, mesmo, captou que muitos brasileiros participariam se soubessem que o esforço doado beneficia o coletivo. Muita gente procura trabalhos voluntários e este talvez seja a mais relevante e ao mesmo tempo conveniente oportunidade de ajudar a sociedade disponível hoje.
  4. E há pelo menos mais um estímulo relacionado ao aspecto social da experiência de editar artigos da Wikipédia: o quanto se aprende pelo relacionamento com os outros editores. Esse é um conhecimento técnico útil para, por exemplo, gestão de informação, que é algo com valor profissional que o participante desenvolve e mantém para si. A Wikipédia, nesse sentido, é uma oportunidade de aprendizado intenso e que não tem custo.

Concordam? Discordam? Quais seriam os outros estímulos? Vocês sabem mais do que eu.

Notas sobre o Brazil Research Survey, 2011[editar]

Como aumentar a participação[editar]

Segundo o Brazil Readers Survey, 2011, os leitores brasileiros da Wikipédia vêem mais dificuldades para participar do que a média das respostas obtidas no conjunto dos países pesquisados. Na página 16 estão relacionados os itens que ampliariam a participação:

  • Estar claro que outros se beneficiarão com a sua ajuda
  • Ter uma interface de edição mais simples de ser usada
  • Saber da existência de tópicos específicos para se contribuir
  • Existir tutoriais online para editores
  • Outros editores serem mais receptivos e encorajadores com os novatos
  • Saber que a sua contribuição não será apagada

Primeiro, como a gente já viu antes, é importante lembrar que o usuário brasileiro vive um contexto próprio e que este é diferente do de australianos, japoneses, canadenses e britânicos, por exemplo.

Apesar disso, pela pequena experiência pessoal que eu tive criando e publicando artigos na Wikipédia (registrada aqui, por exemplo), me identifico com algumas dessas demandas.

Eu sinto, por exemplo, que o erro do usuário novato seja uma oportunidade para se estabelecer contato com ele. Em vez de apagar a contribuição por ela estar errada, prefiro a ideia de fazer um esforço para aproveitar essa contribuição corrijindo e acrescentando o que falta, de maneira a ensinar o procedimento certo.

Neste aspecto, seria especialmente útil ouvir a experiência dos editores sobre a validade dos pontos relacionados para ampliar a participação.


Usuários avaliam qualidade dos artigos[editar]

O estudo recomenda (p.12) a utilização de soluções para o usuário avaliar a qualidade do conteúdo de cada artigo.

Fiquei pensando na lógica que essa solução demandaria.

Eu entendo que os artigos mais completos da Wikipédia sejam aqueles que atraem maior atenção. Nesse sentido, o verbete sobre Brasília tende a ser melhor elaborado do que o de uma cidade pequena no país. Seguindo esse caminho, a avaliação serviria para indicar o que já se sabe, isto é, que alguns artigos são mais populares do que os outros.

Além disso, a mesma ferramenta pode ser usada para indicar desagrado ou discordância com o conteúdo. O artigo sobre um político pode ter informação correta, mas ser marcado como tendo baixa qualidade em função da avaliação de sua imagem pública.

A Wikipédia é movida pela participação voluntária, então, esse sistema de avaliação tem potencial para contribuir com a priorização dos artigos que precisam de atenção, mas há a possibilidade de isso ser pensado e implementado rapidamente e atrapalhar mais do que ajudar ou não servir ao propósito e ser abandonado.


De novo, integração com Facebook[editar]

Há quatro propostas diferentes que aparecem na pesquisa sobre integração entre a Wikipédia e o Facebook:

  • mostrar no artigo a lista de amigos do Facebook que gostaram do artigo
  • ter um botão para "gostar" de um artigo na Wikipédia para publicá-lo para os amigos no Facebook
  • mostrar os artigos mais "gostados" na página de abertura da Wikipédia
  • ter um sistema pelo qual a Wikipédia recomenda artigos para o usuário a partir de seu perfil

Primeiro, quero dizer que não acho as ideias ruins e as respeito mais por elas terem vindo dos usuários, como pedido deles. Mas o tema pede cautela.

Uma questão que me ocorreu de cara: o Facebook hoje é o site de rede social mais popular do mundo, mas pode deixar de ser. O usuário de internet pode mudar sua preferência. Esse tipo de ligação precisa ser feita de maneira que possa ser facilmente adaptada para situações novas.

E há também o fato de o Facebook ser um site proprietário. A Wikipédia deve endossar a popularidade desse destino criando mais estímulos para seus usuários o adotarem?

Alguma outra consideração sobre esse assunto?


Versão da Wikipédia em HTML5 para consulta em aparelhos móveis?[editar]

Tenho muito interesse no assunto do livro digital, especificamente no impacto da plataforma de publicação em rede na produção e consumo do livro. Estou falando disso para comentar mais um aspecto da pesquisa relacionado ao acesso à Wikipédia por equipamentos móveis.

O Brazil Readers Survey, 2011 indica que no Brasil há uma demanda acima da média por formas que facilitam a distribuição do conteúdo online. Entre as opções apontadas estão a possibilidade de abrir o artigo em PDF, mandar artigos por email, ver artigos em formato para impressão, entre outros. Há também demanda por salvar para ler sem conexão (41%) e por marcar páginas para serem lidas depois (36%). Apesar disso, o estudo não inclui uma recomendação para o uso de HTML5.

O tema HTML5 ainda está restrito à conversa de pessoas que trabalham com internet, mas ele é um dos assuntos do momento. Para quem não sabe, essa tecnologia, relacionada à publicação de conteúdo, permite que o equipamento baixe e armazene grandes quantidades de informação para ela ser acessada quando a pessoa não estiver conectada.

O sistema detecta o aparelho que está acessando o conteúdo e abre telas específicas para a navegação. Se for celular ou tablet, o conteúdo é baixado em bloco para ser usado sem a necessidade da conexão. Aqui tem um exemplo para quem tiver interesse em conhecer o funcionamento. É um produto para ler livros digitais: Ibis reader

Será que vocês vêem utilidade para isso na Wikipédia?


Wikipédia pelo celular[editar]

Há uma parte considerável do Brazil Readers Survey, 2011 dedicada a entender como o uso de plataformas móveis para acessar a Wikipédia entre brasileiros.

Primeiro, esclareço que considero o telefone celular um produto mais relevante no Brasil para a inclusão digital do que o computador. Ele é mais barato, portátil e versátil inclusive que o laptop. Mas fico me perguntando sobre o valor dele para expandir o uso da Wikipédia.

Na prática, vejo dois casos de acesso por celular:

  1. estudantes consultando seus celulares secretamente na hora de fazerem provas. (Não estou defendendo esse uso, apenas assinalando sua existência.)
  2. pessoas que fazem consultas pontuais para tirar dúvidas

Fora isso, tenho a impressão que o principal uso da Wikipédia está relacionado a pesquisas realizadas na frente do computador. Mas não tenho dados sobre isso. É especulação. Valeria a pena saber mais.

Edição da WP pelo celular, envio de vídeos e fotos. Pietro Roveri 18h02min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Caro Pietro Roveri, obrigado por complementar a informação. Quando você fala de envio de vídeos e fotos, você fala como ideia ou como atividade que já acontece? Eu também teria curiosidade de saber, dos editores, quantos hoje na comunidade lusófona usam o celular para editar verbetes e em quais condições isso acontece. --Candidato lépton 20h52min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
A versão da WP para celular ainda não comporta edições, é somente para leitura. Abraços, Pietro Roveri 10h57min de 16 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Ampliar o contato com leitores[editar]

Interessante a recomendação do estudo para aumentar o acesso à Wikipédia no Brasil tornando-a mais social ou sociável para o usuário leitor.

Há duas sugestões: uma para que as páginas tenham botões de integração com sites como Facebook e Twitter, para o leitor poder facilmente recomendar o conteúdo dentro de seus círculos sociais; a outra é aumentar a presença da Wikipédia nesses ambientes.

Vêm à mente, por exemplo, pensarmos em maneiras de atuar no Twitter enquanto comunidade, o mesmo acontecendo no Facebook. Ter espaços e práticas para editores interessados agirem como embaixadores da Wikipedia interagindo com a sociedade.

Será que há casos desse tipo já em atividade no mundo lusófono ou em outros bolsões linguísticos para a gente poder observar e aprender?


Wikipédia como site de rede social[editar]

Uma definição acadêmica sobre o que é um site de rede social[2] considera a presença de três componentes: 1) a possibilidade de construção de perfis públicos ou semi-públicos que se ligam; 2) a disposição de uma lista de usuários com quem cada usuário se liga; e 3) a possibilidade de navegação entre as conexões de usuários.

Segundo esse modelo, a Wikipédia não se constitui em um site de rede social como Facebook, Orkut, etc., porque a plataforma não oferece a possibilidade de os participantes se ligarem indicando quem são seus "amigos" ou pares. Mas isso não quer dizer que amizades e relacionamentos não surjam a partir da convivência no site.

Falo isso porque é conhecido o interesse do brasileiro pelo aspecto social e instantâneo da internet. A própria Brazil Readers Survey, 2011 diz que esse tipo de atividade está entre as favoritas no Brasil, junto com envio de email e realização de busca.

Fico pensando de que maneira esse aspecto social pode ser ressaltado para atrair participantes com interesses em áreas particulares do saber tipo: historiadores, astrônomos, geólogos, etc. Pela Wikipédia eles podem juntar o prazer da sociabilidade ao do aprendizado.


Brasileiros participam menos mas demonstram mais interesse[editar]

Apenas 2% de usuários brasileiros da Wikipedia já editaram páginas do site. A média mundial parece ser 6%. Esse dado é o que mais chama a atenção na pesquisa, porque nos outros itens os resultados são parecidos.

Aliás, em relação ao mundo, o resultado parece indicar que os brasileiros têm mais vontade de participar. Enquanto no mundo 42% dizem estar contentes apenas em ler, no Brasil, apenas 35% responderam isso.

Os impeditivos para participar aparecem mais ou menos pareados nas respostas. Eles são: medo de errar; não saber editar; não saber que se podia editar.

Quero dar uma olhada mais cuidadosa nessa pesquisa para entender como ela foi realizada. Acho o resultado estatístico difícil de ser validado sem levar em consideração o contexto cultural de quem responde.

Essa pesquisa foi divulgada dentro da página da Wikipédia, portanto trata-se de um público que já a utiliza. É um survey e não representa o todo. Minha dúvida é: mas e os outros que não usam a Wikipedia? Abraços, Pietro Roveri 21h17min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Caro Pietro Roveri, obrigado pela informação. A primeira página do documento fala apenas superficialmente sobre a metodologia. Imagino que a pesquisa tenha sido conduzida dentro da Wikipédia para descobrir o que impede os já usuários do site de darem o passo seguinte. Quem você acha que podem ser os usuários da internet que não acessam a Wikipédia e o que uma pesquisa sobre esse assunto poderia nos ajudar a entender? --Candidato lépton 21h57min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Lépton, dê uma olhada no programa de embaixadores lá nas referências da tarefa, ele é a "bola da vez" da WMF. Abraços, Pietro Roveri 22h00min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Pietro Roveri, obrigado pela dica. Vou procurar e comento. --Candidato lépton 22h08min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]


Acesso à Wikipédia é discrepante no Brasil?[editar]

O Brazil Readers Survey, 2011 apronta que o Brasil tem um número de usuários ávidos[3] significativamente menor do que o de outros países. Mas, a quais países a pesquisa se refere?

O número de ávidos é de 70 a 80% no Canadá, Japão, Reino Unido e Alemanha. Todos eles são considerados como economias ricas e com sociedades mais homogêneas do ponto de vista cultural e econômico.

O nosso desempenho é de 45% de ávidos e ele parece estar compatível com o de outros países com características semelhantes e que foram também pesquisados: Egito, 43%; Índia, 53%; México, 54%; África do Sul, 40%.

O que o estudo parece sugerir é uma correspondência entre riqueza e familiaridade com a internet, particularmente com ferramentas um pouco mais sofisticadas para o uso como são os wikis.

Faz sentido? --Candidato lépton 20h50min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Essa relação continua valendo para os mais pobres ainda? Abraços, Pietro Roveri 21h15min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Oi, Lépton. Para mim, esta análise faz todo o sentido. A internet como fonte de conhecimento surge mais recentemente no grupo dos países em desenvolvimento. A expansão do acesso fomenta a produção de conteúdos online e hoje abundam recursos em língua estrangeira que são escassos em nossa língua. O resultado é que a internet é percebida como excelente ferramenta de comunicação/entretenimento (mensageiros, redes sociais, e-mails), mas não de informação/conhecimento (sites de notícias, blogs, revistas eletrônicas, Wikipédia, etc.) ainda. Mas sendo este um processo gradual, a tendência me parece ser a expansão destes outros usos, onde se inclui a Wikipédia. CasteloBrancomsg 21h36min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Caro Pietro Roveri, a pesquisa não inclui países mais pobres do que esses, mas me chamou a atenção os resultados de Polônia e Rússia, que são compatíveis com os dos países ricos. --Candidato lépton 22h04min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Caro CasteloBranco, um caminho interessante para acelerar a adesão poderia ser a promoção do aspecto social da Wikipédia conforme a reflexão abaixo: Wikipédia como site de rede social? --Candidato lépton 22h04min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Lépton, a Rússia foge dos padrões em pesquisas feitas sobre a WP. É a única que continua a crescer vertiginosamente. Não sei se já existem pesquisas, mas acho que ainda não apresentaram respostas plausíveis. Pensando no contexto histórico é até possível inferir algo, mas sem precisão.
Essa questão "Wikipédia como site de rede social? também foi levantada pelo Fóton, de uma outra maneira. Será que vamos caminhar para isso? Abraços, Pietro Roveri 21h57min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Pietro Roveri, vou ler o que o Fóton escreveu sobre o assunto para opinar. Obrigado pela referência.--Candidato lépton 22h07min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
ola! Caros Pietro Roveri e Candidato lépton, só gostaria de fazer uma observação aqui: eu não sugeri que a Wikipedia tentasse se tornar uma rede social - conheço outras experiências que vislumbraram esse caminho e não funcionou. O que sugeri é que se tentasse utilizar melhor as redes para atrair um público que tenha boa parte dos atributos dos editores da Wikipedia. Enfim, podemos até debater se a WP deve seguir esse caminho, mas não foi exatamente o que quis trazer com o artigo - e vejo como desvio de foco e método tentar tornar a WP uma rede social. --Candidato fóton 13h46min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

┌─────────────────────────────────┘
Cara partícula da luz, a Wikipédia é uma rede social. :) --Everton137 19h04min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

É? Toda Wiki seria uma rede social ou a Wikipedia é entendida assim particularmente por outro motivo? --Candidato fóton 17h55min de 15 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Depende do que você chama de "Toda Wiki", fóton. Quis dizer qualquer site usando wiki? Caso sim, é claro que não. Se tenho um site com o wiki como ferramenta, não posso dizer que forma uma rede social. Veja como exemplo o wiki que criei para um movimento para acesso à informação pública, o Brasil Aberto. Praticamente apenas eu editei, não há rede alguma no site, muito menos social. Agora, vendo o artigo social netowrking, tudo leva a crer que a Wikipédia é apenas mais uma rede social (tem até "iscrapibuqui", pois veja a aba de discussões :). Isso me lembra de um texto do Abdo, numa plataforma de rede social para os membros e ex-membros da Universidade de São Paulo, que fui um dos criadores, o Stoa, onde ele dizia que aquela também era apenas mais uma rede social. Exemplos é o que não falta. Overmundo, apesar de suas inúmeras falhas que precisam melhorar, é outro exemplo brasileiro de rede social. Enfim, não sou teórico no assunto, mas pensando um pouco no significado do termo, concluo que a Wikipédia é uma rede social. Talvez não seja um serviço de rede social voltado para isso, como a definição de Social networking service. O que acha? --Everton137 18h43min de 16 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Referências

  1. O livro Out of Control de 1994 já falava do surgimento de uma sociedade interconectada que funcionava como uma colméia de abelhas. Um dos experimentos mais antigos de sociabilidade na internet é o The Well, criado em 1985 e que serviu como inspiração para o autor de livro mencionado acima.
  2. Boyd, Danah M., e Nicole B. Ellison. "Social Network Sites: Definition, History, and Scholarship." Journal of Computer-Mediated Communication 13.1 (2008): 210-30. Impresso.
  3. A pesquisa separou respondentes em duas categorias: "ávidos" consultam a Wikipédia pelo menos quatro vezes por mês e "comuns" fazem isso três vezes ou menos.

Outras anotações[editar]

Até amanhã[editar]

Hoje não deu para terminar as metas. Mas deu para abrir boas frentes para conversa sobre oportunidades para desenvolver a comunidade de editores no Brasil. Está tudo na página de usuário. Amanhã tem mais. --Candidato lépton 23h43min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

O que é "interesse pessoal"?[editar]

No final da página 11, o Brazil Readers Survey, 2011 aponta que 76% dos brasileiros que acessam a Wikipédia o fazem por "interesses pessoais". Será que "interesse pessoal" nesse caso é sinônimo de "interesse individual"? A sugestão, então, seria que o brasileiro tem menos interesse em ir ao site para colaborar com sua construção? --Candidato lépton 23h41min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Lépton, o survey demonstra que os valores para a colaboração na wikipédia são individualistas, achei muito estranho quando percebi isso. Por exemplo, um editor se sente motivado ao receber um elogio num artigo que ele fez e, por outro lado, se sente desmotivado ao ter outra pessoa mudando um artigo que ele escreveu. Estranho, não? Pietro Roveri 15h59min de 15 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Caro Pietro Roveri, é difícil mesmo usar o dado estatístico. Eventualmente, neste caso, pode-se estar falando de dois padrões de conduta diferentes que aparecem como se partissem das mesmas pessoas em função da análise dos resultados. --Candidato lépton 14h59min de 16 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Problema de tradução[editar]

O Brazil Readers Survey, 2011 traz um dado curioso sobre os hábitos de navegação de brasileiros. Supostamente 40% dos que participaram do estudo responderam que costumam acessar "online journals". Nesse quisito, então, o Brasil teria o dobro da média mundial, que é de 19%.

Quando eu li essa passagem na página 10, fiquei em dúvida sobre o que eles estavam chamando de "journals". É que em inglês essa palavra quer dizer "revista científica". É o que diz a própria Wikipédia quando pesquisada sobre o termo. Mas eu não acho que o segundo destino mais importante do brasileiro na internet sejam sites de revistas acadêmicas, atrás apenas do acesso a sites de rede social.

Especulo que a pesquisa tenha se confundido na tradução e os participantes associaram a palavra a jornais de notícias. Mas ainda assim é estranho porque, entre os itens da pesquisa, além de "online journals" há também "online academic and professional publications".

O que será que aconteceu? -- Candidato lépton 17h24min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Oi Candidato lépton, também pensei a mesma coisa quando li essa pesquisa. Achei bastante estranho a discrepância. Seria interessante ver o texto do questionário em português - até por que, logo abaixo havia a opção de "Online news publications such as the Wall Street Journal and NewsWeek" e eu fiquei curioso em saber se foram utilizados exemplos nacionais. Candidato gluon 02h34min de 15 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
Olá Candidato gluon, obrigado pelo comentário. Sim, é um tema que a Wikipédia poderia levantar com a empresa que planejou e conduziu a pesquisa. --Candidato lépton 15h03min de 16 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Metas do dia[editar]

A internet é o lugar por excelência da prática que alguns amigos meus chamam de "aleatorização". A gente parte de um ponto e, em vez de ir até o fim, vai abrindo muitos desvios e acaba se perdendo.

Vejo um lado profundamente produtivo nessa dispersão, mas também acho importante conseguir começar e terminar as coisas. Por isso, estou seguindo uma listinha de coisas a fazer hoje. Elas são:

  1. concluir a leitura e a abertura de tópicos de discussão sobre o Brazil Readers Survey, 2011, que estou publicando na capa da página do usuário.
  2. ler e me inteirar da discussão aberta pelo Candidato fóton sobre redes sociais e a Wikipédia publicada neste item.
  3. acessar e ler a documentação disponível sobre o programa de embaixadores da WMF, por indicação do Pietro Roveri.
  4. resumir o conteúdo publicado para facilitar a localização dos principais temas no meio de tanto conteúdo ;-)

--Candidato lépton 17h00min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Última do dia[editar]

Ainda estou em dúvida sobre a separação do conteúdo. Por enquanto, estou trazendo para cá questões mais transitórias e deixando na página de usuário o que vou processando a partir da leitura dos insumos. Mas sugestões para aprimorar a organização serão bem-vindas.

Obrigado a todos pelos comentários e pela ajuda hoje. Tem sido intensa essa experiência de ler, refletir, registrar impressões e receber comentários quase instantaneamente. Hoje, por exemplo, a leitura de duas páginas da Brazil Readers Survey, 2011 renderam uma boa troca de ideias.

Há muito pela frente até o final desse experimento e me sinto honrado de estar participando dele.

Erro para fazer ligações[editar]

Estava quebrando a cabeça para fazer ligações internas. Agora aprendi.

Estava escrevendo: [[Wikipedia:Tutorial|tutorial]], o que levava para esta mensagem de erro: tutorial.

O correto é escrever desta forma: [[w:pt:Wikipedia:Tutorial|tutorial]] para que apareça assim: tutorial

Candidato lépton 20h02min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Citações[editar]

Estou lendo agora sobre como fazer referências, para usar esse recurso na hora de discutir tópicos específicos. Por exemplo: ao refletir sobre um tema, citar a origem da informação: um documento em PDF, uma página interna, etc.

Ainda não encontrei a melhor solução. A intenção não é fazer uma citação acadêmica, apenas colocar um link para o leitor poder acessar o documento mencionado. Candidato lépton 13h52min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

Este é um dos temas mais difíceis, e não há um padrão único. O mais simples é escrever a fonte (na sua formatação de preferência), entre as tags <ref> e </ref>. No fim do artigo, é preciso acrescentar um <references/> no local onde ficarão as notas de rodapé.
Por exemplo:
"Penso, logo existo".[1]
Referências
  1. Descartes
  2. Existem formas mais completas, que permitem a indicação de ISBN, da página específica de uma afirmação, do link para uma versão digital da obra usada como fonte, etc. Mas elas fazem uso de sintaxes um pouco mais complexas. Se quiser, a gente explora isso, mas sugiro ficar com o geral, por ora. A discussão sobre verificabilidade está nas bases da Wikipédia. Ela contribui com a defesa de dois dos pilares do projeto. Quais seriam eles? CasteloBrancomsg 21h06min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
    A Wikipédia é uma enciclopédia e ela se rege pela imparcialidade, daí a necessidade de ter como verificar as fontes. [1] --Candidato lépton 22h53min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
    1. Isso foi um teste? ;-)
    2. Exato, os pilares 1 e 2 dependem de fontes. Do primeiro pilar, depreende-se que não se pode publicar em primeira mão (pesquisa inédita), mas apenas conteúdo já publicado em outras fontes. Citar as fontes, especialmente nas afirmações mais polêmicas, é uma forma de garantir que aquilo não é inédito (não é invenção do editor). A imparcialidade é o segundo pilar, e uma das formas de garantir um equilíbrio no texto de um artigo é atribuir afirmações (especialmente as mais controversas) às suas respectivas fontes. Ao invés de "XYZ é a maior banda de todos os tempos", prefere-se "XYZ foi considerada pela Revista Bla a melhor banda de todos os tempos.[1]" CasteloBrancomsg 11h16min de 15 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
      1. Revista Bla, ano 2, edição 1. Janeiro de 2012. (em português)
      2. P.S. Foi um teste que você tirou de letra! xD
        ;-) obrigado --Candidato lépton 15h04min de 16 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

        Plano de ação[editar]

        Tem uma porção de coisas para ler, mas vou começar me familiarizando com o funcionamento do wiki. Eu já usei wikis outras vezes para documentar projetos, mas nunca explorei bem os recursos. Estou começando pelo tutorial.

        p.s. Muitas abas abertas, medo de fechar sem salvar...

        Mostrar a revisão[editar]

        O meu melhor amigo na Wikipedia neste momento é o botão "Mostrar previsão". Me salvou algumas vezes de publicar bobagens 8-)

        Então temos um amigo em comum. Depois de uns 3 ou 4 anos, eu peguei o hábito de sempre prever o resultado antes de gravar, quando edito em artigos. Quando edito manualmente (sem scripts/ferramentas), procuro fazer várias alterações em uma única edição, e para isso, o "mostrar previsão" é fundamental. Somente abro mão dele em discussões. CasteloBrancomsg 21h17min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Estou usando até nas discussões por enquanto e sempre é útil, mesmo para repensar a maneira de dizer alguma coisa. --Candidato lépton 15h06min de 16 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

        Pensar alto[editar]

        Quero usar este espaço para pensar alto. Aliás, talvez seja interessante deixar tudo registrado e sempre adicionar conteúdo novo por cima, mais ou menos como funciona um blog.

        Acho que isso dará uma noção de processo, ou seja, como a discussão avançou. Será que funciona?

        Caro lépton, acho uma boa idéia ir pensando alto por aqui. Na sua página de usuário poderá usar subpáginas, caso ache conveniente. Talvez na página principal você deixa sua proposta e os recursos numa subpágina. Mas isso é apenas uma sugestão. Boa sorte! --Everton137 19h31min de 12 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Caro Everton137, você advinhou a pergunta que eu queria fazer sobre criar subpáginas. Obrigado! --Candidato lépton
        Então o cálculo do diagrama de Feynman estava correto. --Everton137 20h05min de 12 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Pãtz, agora você vai me fazer pesquisar?! ;-) A proposito, tem alguma maneira automatizada que voce usa para publicar data e hora depois do seu comentário? Isso será bem útil aqui. --Candidato lépton
        Acabei de descobrir isso também. É usando 4 sinais de til --Candidato fóton 21h06min de 12 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Boas Lépton (realmente, quem escolheu estes nomes???), parece que fui eu quem te calhou na rifa. Podes colocar as dúvidas na minha página de discussão, ou pelo menos avisares lá quando precisares de ajuda, contudo como não sou propriamente activo aqui, o método mais fácil e rápido de me contactares é através do velhinho mas sempre útil irc. Costumo estar sempre ligado na rede freenode, especialmente no canal #wikipedia-pt. em w:pt:Wikipédia:Chat tem um link directo para o canal, se quiseres podes experimentar. Bom, fico a aguardar essas dúvidas. Alchimista 21h45min de 12 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Caro Alchimista, obrigado pelo suporte. Não uso IRC, mas instalei um cliente e entrei na página indicada. A mensagem de boas vindas dessa sala diz: "Pedimos que concentre as conversas não relacionadas diretamente com o projeto em #wikipedia-pt-social". Como não sou familiarizado com a ferramenta, fiquei com receio de mandar uma mensagem para todo mundo. De todo modo, vou fazer um teste.
        Lépton, pode também entrar no canal IRC da Wikimedia Brasil. Por favor, use o nick do seu login. Se me encontrar por lá, pode tirar suas dúvidas. --Everton137 13h41min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Everton137, feito, obrigado! Candidato lépton 14h07min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

        Referências

        Convite a um chat usando o IRC[editar]

        Olá, Lépton! Está gentilmente convidado a participar de um chat com a comunidade e os outros candidatos. Abraços, --Everton137 13h52min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]

        Everton137, se vocês considerarem uma boa ideia, estarei lá. Será um prazer. Candidato lépton 14h09min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Melhor responder lá no tópico que criei na página de discussão da tarefa. Eu acho a idéia legal, mas vamos esperar outros da comunidade opinarem. --Everton137 14h12min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]
        Olá, Candidato lépton, bem-vindo(a) à wiki do Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil,
        O Wiki Movimento Brasil é um grupo de contribuidores(as) voluntários(as) dos diversos projetos do Movimento Wikimedia, que se mobilizam para articular, incentivar, implementar, promover, fomentar, desenvolver e difundir atividades de produção colaborativa e conhecimento livre.
        Esta é a sua página de discussão, na qual pode receber mensagens de outros usuários e outras usuárias.

        Para deixar uma mensagem a uma outra pessoa editora, você deve escrever na página de discussão dela, caso contrário ela não será notificada.

        No fim da mensagem assine com quatro tiles: ~~~~

        Nome do cargo e o que ocorrerá depois[editar]

        Oi, Lépton! Tudo bem? Criei dois tópicos que gostaria de saber sua opinião, caso isso não atrapalhe seu trabalho.

        1. Escritório e colaboração: o que ocorrerá após o processo seletivo?
        2. Diretor, consultor, coordenador... é só um nome?

        Abraços, --Everton137 12h21min de 18 de janeiro de 2012 (UTC)Responder[responder]