Acervos digitais: desafios e perspectivas/Notas/SP

Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil
Ir para navegação Ir para pesquisar
Brasília Museu Nacional Honestino Guimarães.jpg

Instituições culturais e de Memória


As notas integrais do evento estão disponíveis no pad <https://etherpad.mozilla.org/IkGmmYRqkd>. Constam abaixo apenas as transcrições referentes ao cenário da Wikimedia.

Evelin Heidel[editar]

GLAM - size doesn't matter.pdf

diybookscanner.org/forum

Fizeram uma biblioteca digital pirata, com colegas da faculdade, e receberam uma intimação legal.
Deu-se conta de que havia um problema com as coisas protegidas por direitos autorais, mas TAMBEM com coisas que estavam em domínio publico mas não estavam sendo digitalizadas.

Trabalho com várias instituições, que têm acervos muito grantes, diversos, pouco pessoal. Soluções que possam ser aplicadas a instituições qualquer tamanho.
Academia Argentina de Letras p ex

O Tamanho não Importa.
A missão das instituições de GLAM é garantir direitos humanos básicos
Acesso a cultura e conhecimento, acesso à informação. Que entram em tensão com titulares de direito de autor

Museo del Cine: diretora lhe contou os produtores de filmes sempre estão pensando no filme de amanhã, nunca pensam que fazer com o que já fizeram. Só se dão conta quando vão fazer uma retrospectiva de sua obra. Veem as instituições como um depósito de coisas que não querem em suas casas e querem tudo de volta a qualquer momento, ou têm medo de que as inst. digitalizem as obras e as disponibilizem de graça a todos.

Separação ente organizações enormes, (coleção, orçamento, pessoal)
Mas normalmente as instituições de GLAM da America Latina não cumprem nem dois desses requisitos

Pequenas e medias: têm coleções, mas não orçamento ou pessoal
Ex.: Academia Argentina de Letras tem um grande coleção, mas depende de outras instituições que emprestem suas equipes.

Muitas vezes, parcerias com grandes instituições de digitalização exigem das instituições de GLAM coisas que elas não podem cumprir.
Internet Archive: dois centros na America Latina: Guatemala (Univ. Francisco Marroquin) e Rio de Janeiro (Ministerio da Fazenda).

No da Guatemala, uma das coisas mais frequentes é a falta de conexão à internet. PArceria com IA tem como pressuposto a conexão à internet, o que iviabiliza o trabalho. Normalmente, portanto, as instituições médias e pequenas não conseguem acompanahr as instituições grandes e não têm tecnologia nem pessoal para tanto.

Instituições GLAM muitas vezes têm que fazer mais com menos recursos.

Conceito de open costuma ser aplicado em vários contextos, e acaba sendo esvaziado de conteúdo.
Mas há coisas para as quais o conceito de abertura pode ajudar. Não é apenas usar uma licença CC e abrir sua coleção. O que mais pode ajudar é abrir o processo de criação desse produto

Instituições GLAM têm em seu redor diferentes comunidades:
Cidadãos; (não dizer "usuários")
Pesquisadores;
Editores e produtores;
Provedores de serviço.

Informações sobre como que maquina usaram, quantos DPIs, não são informação técnica. Indice de reprodução cromática, por exemplo, não é fornecido pelos provedores de serviços.

O mais importante é a integração com essas comunidades. Alguns exemplos:
- Comunidade DIY Book Scanner (http://diybookscanner.org/forum ):
O forum se dedica a construcao de escaner de livros. Produzem toda a informação técnica para a atividade, muito distinta, de tipos variáveis.
O modelo mais atual de escaner é dedicado à arquivística. "The Archivist"
Manuais disponíveis na Intenret, todos podem construir, e os softwares para processar as imagens são tb software livre. Tudo, hardware e sofrtware, livre.
Tudo isso requer compromisso com sair do circulo vicioso de comprar equipamentos caros.

Esses escaneres dos folhetos foram dados a várias instituições GLAM da Argetntina com parceria com a Wikimedia Argentina: para que distintas bibliotecas utilizem por um tempo determinado, cumprir um regime de trabalho muito baixo (40 livros em seis meses). Fazemos isso porque está dentro da realidade das instituições, precisa ser flexível. Se produzem mais livros, melhor. Incentivamos que digitalizem livros importantes.

Por que trabalhar com a Wikipedia?
É o sexto site mais visitado do mundo e também o site que cobre mais tipos de gente. Desde estudantes adolescentes até pesquisadores de pós-graduação.
Por isso, considera muito importante que, além de seus repositórios, páginas completas e atualizadas de seus conteúdos na Wiki.
Além disso, os artigos são corregidos e aprovados (duplo processo de correção), o que é difícil em muitas bibliotecas. es.wikisource.org

Estão trabalhando também com o Arquivo Historico da Província de Buenos Aires. O arquivo "tinha tudo digitalizado" em CDs, mas o conteúdo nunca foi subido à Internet, tampouco tem a plataforma, ou seja, não tem nada. Eles, então, contribuíram para o update de coleções à Wikipedia, por exemplo, o da Campaña de Rosas al desierto.

As instituições culturas precisam de mais "nerds".

Biblioteca del Congreso Nacional de Chile - https://es.wikisource.org/wiki/Biblioteca_del_Congreso_Nacional_de_Chile

IA: não oferece maneira de inserir informações contextuais aos documentos, ao contrario da Wiki. Isso altera a forma de se ler artigos.

Os escaneres foram usados para digitalizar os registros médicos do Haiti após o terremoto e a inundação. Eles puderam fazer um tipo especial de escaner, que conseguia comportar o tamanho dos documentos. - http://www.diybookscanner.org/forum/viewtopic.php?f=27&t=667

Crowdsourced OCR

Transcribe Bentham project - http://blogs.ucl.ac.uk/transcribe-bentham/
Gado Project - Photos. http://projectgado.org/

O que importa é o compromisso com as comunidades. É importante comprometer-se com os projetos, e entendê-los em todas as suas dimensões. Não se pode esperar a ajuda, sem dar nada em troca.

Luiz Augusto[editar]


Wikipedia não necessariamente concorre com o Google. Em alguns pontos concorre, em outros não. Há interfaces. Ex: Google Book Project: a Wikimedia bota os livros online em sua plataforma, se estiverem em dominai publica.
Ponte entre a apresentação de Alessandro Germano (do Google Art Project), que precisou ser remanejada por motivos de agenda versus tempo de fala de cada um dos participantes, e esta


Voluntários podem firmar parcerias com instituições de memória e fazer edidatonas. Essa é a abordagem mais comum. www.acervos.wiki documenta as experiências de voluntários no Reino Unido. Não vou falar sobre essas experiências, que são muito conhecidas.

Vou falar de:


Wikimedia compreende uma série de projetos distintos.Todos eles têm potencial de parceria com instituições de memória.

Wikisource surgiu a partir de um problmea comum na wikipedia: os redlinks (links para verbetes não construídos). Primeiro nome do projeto era Project Sourceberg.

Hoje, compreende uma rede de 60 wiki-bibliotecas, especializadas por idiomas. Todos os assuntos com obras PD-old (domínio público por data de expiração), desde que do idioma X.

Wikisource teve alguns entraves no inicio: que tipo de colaboração é pensável para obras clássicas?

Coincidência entre obras raras e obras em domínio público +.comunidade de editores acostumados com pesquisa de direitos autorais + programadores (Mediawiki)

herramientas para Wikisource y Commons: http://tools.wmflabs.org/

herramientas para subida automática a Commons de archivos en Internet Archive, Braziliana Digital, etc: http://tools.wmflabs.org/bub/index

Controle de qualidade: dados do autor. Existe também o portal temático, com livros digitalizados sobre o tema.

O que as instituições podem fazer com o Wikisource?
Biblioteca e congêneres: wikisource tem recursos de networking para ajudar a instituição a digitalizar os materiais. Editores do wikisource podem ajudar a definir os direitos autorais de cada um dos itens.
Wikisource pode hospedar materiais em domínio publico.
Ilustrações de dicionários ou enciclopédia podem ter as ilustrações aproveitadas, ou o texto ainda pode se tornar um verbete.
Wikimedia tem uma estrutura de sustentabilidade. Conteúdos são voltados especificamente ao espelhamento, minimizando riscos.
Caso a instituição queira guardar a matriz digital consigo, ok. Caso não tenha recursos, a Wikipedia pode guardá-la.

https://www.facebook.com/wikisourcept

Jamila Venturini[editar]

REA - Workshop FGV Acervos - Set 2014.pdf

Ampla pesquisa sobre REA no Brasil, dividida em duas partes. O foco foi em materiais destinados à educação básica, não exatamente GLAM.
Mapearam 50 recursos em processos(?), analisaram 22 deles. Analisaram no minimo 10 recursos de cada com foco especial no licenciamento. Tiveram apoio dos voluntários da Wikimedia Foundation.

Tipos de licenciamento:
Direito autoral padrão
Direito autoral padrão com intenção de se flexibilizar
Recursos flexíveis (ex.: licenças CC sem todas as liberdades de interação com os conteúdos)
Recursos livres

A leitura não é mais o principal uso de um conteúdo acessível. Ex.: WikiSource.

Encontraram a maioria das obras em direito autoral padrão.

Entre as livres e as flexíveis, quase metade. Caso a intenção de flexibilização se concretizasse, essa balança poderia ser mais equilibrada.

A maioria das obras em domínio público estão disponíveis em bibliotecas digitais. Existe uma dificuldade em determinar se a obra está ou não em domínio público.

Temos duas questões:
- uma legislação restritiva;
- uma falta de conhecimento de como tornar esses direitos claros para o cidadão que vai acessar o conteúdo.
Conclusão: insegurança jurídica, tanto em iniciativas privadas quanto em públicas. As instituições se sentem inseguras em explicitar os usos possíveis de cada obra.

GLAM-WIKI.png
Galerias, Bibliotecas, Arquivos e Museuswww.acervos.wiki