Encontro de capítulos/2010

Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil
Ir para navegação Ir para pesquisar
Gnome-system-file-manager.svg Página mantida por motivos históricos
Se quiser discutir sobre o assunto abordado aqui, é aconselhável fazê-lo na Ágora.
Nota: Esta página pode conter informações defasadas ou incorretas.

Este ano o organizador do encontro (veja no meta) é Lodewijk da WM Netherlands.

O encontro aconteceu entre os dias 16 e 18 de Abril em Berlin, Alemanha. Está sendo prorrogado informalmente devido ao vulcão que manteve muitos participantes ilhados em Berlim.

Eventos recentes[editar]

Os dois voluntários do Brasil continuam em Berlim após participarem das do encontro, vejam mais abaixo.

Voluntários e tarefas[editar]

Voluntários em Berlin[editar]

Durante o encontro, os voluntários que participarão presencialmente comprometem-se a manter esta página atualizada à medida que as discussões forem progredindo.

Voluntários no Brasil[editar]

Tarefas[editar]

Notícias de Berlim[editar]

Mensagem enviada pelo Ale à lista de discussão (17/04)

Estamos eu e o fabio aqui em berlin, sob as cinzas do vulcão que explodiu na islândia.

As discussões estão bastante interessantes e mais produtivas que ano passado.

Assim que der tempo passaremos mais detalhes.

O fabio iniciou um grupo de trabalho sobre projetos e instituições de educação, e eu juntei-me ao grupo sobre países em desenvolvimento.

A respeito do capítulo brasileiro, o chapcom recomendou à fundação retirar o documento que define o "Instituto Wikimedia Brasil" como capítulo brasileiro, mas considerou-se incompetente para decidir se nosso movimento é um capítulo. Assim nosso papo agora sobe para com a Fundação.

Mensagem do Lechat na Esplanada da Wikipédia (19/04)

O encontro de capítulos foi um sucesso na minha opinião. O pessoal da organização está de parabéns. Encontramos, eu e o Alex, o Nuno e a Lusitana. Formamos um grupo de trabalho para discutir sobre o relacionamento entre projetos wikimedia e instituiçoes de ensino. Uma coisa interessante é que concluímos que os problemas enfrentados nas diversas wikipedias sao essencialmente os mesmos. Em breve, assim que as cinzas do vulcao passarrem e eu puder retornar ao Brasil, faço um relatório mais completo. Algo muito importante foi que fizemos alguns contatos com pessoas ligados à WMF, o que poderá ser muito útil para resolver esses problemas que surgem e nao sabemos como resolver. Acredito que avançamos muito no sentido de encontrar aceitação do capítulo da wikimedia-br no formato informal como desejamos, apesar de esse ainda ser uma tópico delicado. Aproveito para lembrar os usuários dessa wiki que é de grande proveito para todos que participem das atividades do capítulo, mesmo que não morem perto de SP ou que não tenham muito tempo. Abraço, Lechatjaune msg 18h26min de 19 de abril de 2010 (UTC)

A posicao do chapcom é clara e sólida. Enquanto nos negarmos a criar uma pessoa jurídica, nao somos um capítulo e nem nunca seremos. Conversei com diversos membros do chapcom e eles estao essencialmrnte irredutiveis. O conceito dominante é que os capítulos devam poder usar o nome da wmf para fazer levantamento de fundos, a tendencia está mais para a profissionalizacao do que para a mobilizacao. Eles também transmitiram a sensacao de que nosso grupo apresenta outros problemas, de forma que eles nao tem vontade de nos tratar como especiais. Nao ficou muito claro para mim o que seriam esses tiny problemas, mas uma coisa que eles nao gostaram é que o nosso capítulo trm poucos usuários comprometidos com wiki projetos, outra coisa é que eles tem considerado a nossa posicao teimosa, ``obstinate´´. No entanto, algumas pessoas da WMF entendem o que queremos e estao dispostos a ajudar, o Eugene Kim é um deles. Tenho certeza que conseguiremos chegar a um acordo. Conversei com o Sue Gardner e a Moka sobre nosso capítulo e nossas comunidades em wiki projetos, elas disseram que há grande interesse por parte da wmf em nos ajudar. A Sue disse que compreende nossas razoes e gostaria que indicassemos um escritorio de consultoria no Brasil que a WMF pudesse contratar e que indicasse um caminho pelo qual o fundacam pudesse se formalizar no Brasil seja como um local chapter ou nao. Independente do destino que tiver o wikimedia Brasil, fico com a clara impressao de que a wmf vai insistir em nos organizarmos mais formalmente, pelo menos de forma eventual e em torno de projetos específicos, como a digitalizacao de documentos históricos em museus e bibliotecas com financiamento da wmf e patrocínio de empresas locais. Segundo a Moka, em entre 9 a 12 meses, a wmf já terá algum projeto mais concreto para o brasil. lechat

Idéias e sugestões[editar]

Sobre a WMBR ser ou não um capítulo[editar]

Opinião do Pietro Roveri

Pelo visto a situação é mais complexa do que a simples existência de um capítulo. A impressão é que eles sentem falta de uma estrutura de comando que se submeta às decisões da fundação ou do comitê de capítulos. É a boa e velha estrutura do Partido e nós já sabemos onde isso vai dar. A Wikipédia não existiria sem as pessoas que são voluntárias. A Fundação não existiria sem os voluntários dos projetos. Há uma tentativa de subverter o valor real das ações em nome da institucionalização da Wikimedia na economia da sociedade. Isso também se reflete nas ideias elencadas na entrevista do Chi. E alguns elementos são sintomáticos, por exemplo:

  1. A burocratização por meio dos capítulos;
  2. O descolamento dessas estruturas das comunidades dos projetos;
  3. O foco em parceirias negociais ao invés de novos caminhos para voluntários;
  4. As pessoas como causas dos problemas;
  5. Jimbo como figura de autoridade carismática que respalda essa estrutura;

Se essas são as ideias defendidas pelos capítulos da WMF, então, na minha opinião, não devemos ser um capítulo. Para ser mais preciso, se a proposta é essa, devemos ser o lado diametralmente oposto de um capítulo. Sendo que nos aproximamos somente em função dos ideais defendidos e não pela maneira de se organizar. Eis que chegamos ao segundo ponto: a necessidade de descrever o que somos. Penso que a melhor forma é descrever pelo o que não somos. Não somos nenhum dos elementos levantados acima e que substancializam um capítulo. Somos um capítulo sem a substância de comando. Portanto, a meu ver, somos um não-capítulo, non-chapter WMBR. Pietro Roveri 19h24min de 15 de março de 2010 (UTC)[responder]

Opinião do Névio

Pietro ou alguém poderia fazer uma ligação para essa "entrevista do Chi"?

Penso que uma das funções de um capítulo é representar os interesses da Foundation nos países onde atuam. Muitas pessoas não confiam em relacionar-se com uma representação cujo voluntarismo não está enquadrado numa forma legalmente estabelecida.

As instituições existem no imaginário dos indivíduos. Esses indivíduos se agrupam e desejam compartilhar uma segurança institucional. Nessa direção estabelem organizações sociais. O fenômeno é mesmo bastante complexo. Sem voluntários não há projetos e os voluntários no mundo todo não teriam uma wikipédia se não existisse uma WMF.

Nós no Brasil não queremos abdicar da segurança institucional proporcionada pela WMF, queremos ser um capítulo, mas optamos por não estabelecer uma organização legalmente estabelecida, não queremos ser um capítulo. As razões foram bem expostas pelo Ale na resposta ao questionamento do Chapcom, mas não foram aceitas como válidas. Uma forma interessante de atuação e gestão financeira, quando preciso, é pelas organizações "like-minded", como SESC, CCSP, SBGC, etc.

Das evidências apontadas pelo Pietro, todas são pertinentes, mas a última denuncia a fragilidade do sistema e mostra a insuficiencia da estrutura: na prática vale o carisma do líder. A vinda dele ao Brasil nos colocou no mapa dos capítulos e não sairemos mais dele porque todo mundo sabe da importância do maior país lusófono. Parece que o melhor é permanecer assim, um "a chapter to be" ou (tupininglês, here we go!) "A Chapter line".

Uma questão não quer calar: quantos voluntários tem o capítulo francês? Me pareceu que apenas a presidente e outro voluntário estão a garantir que a WMFr não vai fabricar ogivas nucleares, para usar a provocação deles.

Néviomande-me uma mensagem 01h45min de 10 de abril de 2010 (UTC)[responder]

Minha opinião

Na próxima vez, torrar menos que trabalha com afinco no projeto. Menos terrorismo e mais colaboração. Fica nessa de ser ao não ser capítulo. Tinha gente com money para ajudar. Agora fica pedido esmola lá na fundação, revolucionários...--189.38.137.211 18h37min de 10 de abril de 2010 (UTC)[responder]

Histórico[editar]

/Seleção dos participantes