Discussão:Encontro de capítulos/2014

Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil
Ir para navegação Ir para pesquisar

Sugestões/Intervenções[editar]

O programa dessa edição do evento literalmente pergunta:

  • If we started with an empty sheet of paper again today, what would the Wikimedia movement look like? Acho essa uma aberta interessante para nossa participação, nos orgulhamos ao longo desses anos de adotar uma postura transparente e, na medida do possível, auto-organizada. Essa é uma ótima chance de intervir sobre a estrutura atual das coisas, se nossas respostas serão efetivamente postas em prática é outra pergunta para a qual não tenho resposta agora. --Jonas (discussão) 04h07min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Concordo, e não só transparente como aberta também. Algumas das pessoas que participam das atividades não estão na lista de participantes e não precisam estar, acho que os grupos e capítulos deveriam ser mais uma estrutura que organiza as atividades para que qualquer pessoa interessada possa participar do que uma estrutura em que os participantes das atividades são os membros do grupo/capítulo.
Esse é um questionamento muito bom Danilo! É o eterno problema da seleção e representação: como selecionar quem melhor representa os interesses de um grupo; não temos um algoritmo simples pra isso ainda :P Isso por isso que fizemos essa chamada na Wiki, qualquer interessado, que a conheça. pode participar. --Jonas (discussão) 05h10min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Um dos motivos que levam as pessoas a se envolver nos projetos wikimedia é o fato de eles serem abertos, querer atrair essas pessoas para uma estrutura fechada cria, na minha opinião, uma falta de sintonia entre os grupos/capítulos e os projetos Wikimedia. Existirão sempre assuntos que precisarão ser tratados por um grupo mais restrito, como assuntos burocráticos e assuntos que exigem resposta rápida, mas isso pode ser feito de forma transparente e sem tornar fechado outros assuntos que podem estar abertos. Isso é algo que eu gostaria que o AffCom e os capítulos refletissem. Danilo.mac (discussão) 16h26min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Certo, já temos um tópicos pra levar ao evento: burocracia transparente, como tornar processos burocráticos visíveis e coerentes para pessoas de fora da máquina? Se eu entendi direito, Danilo, essa pergunta traduz a sua indagação. --Jonas (discussão) 05h10min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Acho que o grupo precisa pautar aquilo que é de maior importância no momento. O user group ainda está engatinhando e não temos experiência organizacional e de gestão para criticar ou discutir o modelo e transparência. Vejo essa participação como uma oportunidade de aprendizado, uma oportunidade de ver o que eles fazem la fora para replicarmos aqui, é uma oportunidade de sugar tudo que for possível, questionando para aprender. Acho que a pauta deve ser nesse sentido: estudar os casos de formação de grupos, atividades e até mesmo o processo e caminhada de organização das comunidades internacionais até a formalização do capítulo. Rodrigo Padula (discussão) 13h02min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Sim, é fundamental ver os casos de sucesso e insucesso na comunidade Wikimedia internacional. Mas isso não nos impede de sugerir modelos para os grupos de atuação internacional, como o AffCom; Nós somos parte disso e devemos participar dessas propostas. --Jonas (discussão) 17h53min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Exato. Nós fazemos atividades no Brasil desde 2008, não estamos começando agora. Eu particularmente não tenho participado ativamente das atividades, mas pelo que tenho acompanhado nesses anos me lembro que não tínhamos conflitos antes de começarmos a buscar a oficialização do capítulo, e também sabemos de casos de conflitos internos nos outros capítulos, essas são as principais evidências que me levam a crer ser a estrutura fechada e sua incompatibilidade com a estrutura aberta dos projetos Wikimedia a principal causa dos conflitos. Se o AffCom está pedindo uma reflexão, acho que devemos sim usar o que vimos ao longo desses anos como como uma base para essa reflexão. Contudo, eu concordo, temos ainda muito a aprender no quesito organização e gestão, todo conselho que os outros capítulos puderem nos dar nesse sentido será muito bem vindo. Danilo.mac (discussão) 19h02min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Discordo do Rodrigo. Embora ainda estejamos abertos para aprender, transparência é particularmente nossa praia. Talvez continuidade do engajamento e renovação do grupo não seja (por enquanto). Mas transparência é! Fico até sem jeito quando fala assim, parece que começamos agora. haha! - Raylton P. Sousa (discussão) 11h57min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]

Participação[editar]

Nosso grupo de voluntários é misto em vários sentidos. Por isso faço a pergunta: funcionários do Programa Catalisador do Brasil [agora através da Ação Educativa] podem representar o WUG Brasil no evento e usufruir do programa de bolsas? Se assim quiserem, claro --Jonas (discussão) 03h53min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]

Olá pessoal, acho que o importante é compreender bem os objetivos do User Group e do evento em sí e ter a capacidade de articular e defender os interesses do grupo brasileiro, creio que ser ser membro do programa catalisador não pode ser um limitador para a participação no evento, tanto como participação e colaboração num user group. Por isso, me prontifico a participar do evento representando e apoiando a ida do user group ao Encontro de Capítulos.Rodrigo Padula (discussão) 12h13min de 4 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
O questionamento do Jonas é pertinente. Acredito que não há problemas em um membro do Projeto Catalisador participar dessa conferência, no entanto discordo de que ele possa representar o WUG. O raciocínio me parece simples. Havendo a dissociação necessária entre o WUG e o Catalisador, não é coerente que os funcionários do projeto respondam pelo grupo. Isso não é impedimento para que eles participem do encontro, desde que identificados exclusivamente como representantes do Catalisador do Brasil. A questão não é pessoal, apenas uma necessidade de se manter os limites bem delimitados.
Por outro lado, não se está querendo insinuar que os membros do Catalisador não possam trabalhar em conjunto com o WUG. Pelo contrário. Deve existir uma relação de apoio entre ambos, como temos feito.
Assim, apesar do interesse demonstrado pelo Rodrigo Padula em representar o WUG na conferência e, embora não haja motivos que suscitem qualquer tipo de desconfiança, já que estou certo de seu apreço pelo grupo, discordo de sua participação como representante do WUG pelo fato de ter um vínculo primordial com o Catalisador. A razão é exatamente a citada acima: manter os limites entre os dois. Isso não retira a possibilidade de ele (ou outro) estar presente, mas como representante do Catalisador, o que pode ser útil ao próprio projeto. Vinicius Siqueira 02h09min de 6 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Seu argumento é coerente Vini: temos interesses alinhados mas distintos. Symbol support vote.svg Concordo. --Jonas (discussão) 05h10min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Eu discordo desse ponto, hoje os membros do Catalisador não são mais funcionários da WMF e tem mais liberdade para atuar junto a comunidade, como membros da comunidade e também membros do user group. O mais importante é ir pessoas que possuam condição de argumentar e representar de maneira interessante colocando as pautas relevantes para o grupo e principalmente condições de fortalcer politicamente o grupo no evento. Essa colocação que fizeram eliminaria por exemplo o Célio que possui um volume de edições e de colaboração muito maior do que todos nós e está engajado tanto na comunidade quanto, catalisador e user group de se prontificar a participar e representar o grupo no evento. No meu ponto de vista, mesmo que ainda funcionário da WMF, uma pessoa engajada com a comunidade e user group poderia participar das discussões e representar, desde que represente bem os interesses do grupo Rodrigo Padula (discussão) 12h52min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Lembrando que as competências dos dois grupos não estão em discussão, existem pessoas incríveis nas duas frentes.
Eu concordo que um voluntário como o Sturm tem grande capacidade de ministrar os interesses do grupo de usuários. Me preocupam os tipos de pressão que um voluntários nessas condições pode sofrer caso os interesses do grupo estejam em desacordo com os interesses do Programa Catalisador, como eu disse acima: são interesses alinhados, mas distintos. Por isso eu mantenho a minha posição, de que membros do Programa Catalisador não devem representar o Grupo de usuários perante a comunidade Wikimedia ou para contextos externos ao da comunidade Wikimedia.
Como o Vini comentou acima, isso não impede a cooperação, apenas cria uma distinção saudável de atuação para ambos os lados. --Jonas (discussão) 17h47min de 7 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Vale ter em mente que com este ponto de vista você limita, neste momento,todo o trabalho e articulação do User Group apenas a você(Jonas) e ao Vinicius. Não vejo problema algum nisso, desde quue tenham tempo e forças para tocar toda a discussão. Rodrigo Padula (discussão) 13h29min de 9 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
  • Caros, este meu comentário vai se ater exclusivamente à possibilidade de participação do projeto catalisador no evento. Sei de pessoas que defendem a participação dos movement partners (como CIS na Índia e Ação Educativa no Brasil) neste encontro, mas até hoje aparentemente a opção ainda é por não convidar esse tipo de parceiro do movimento Wikimedia, que é recente na história do movimento global. Portanto, não houve nenhum convite oficial ao Catalisador e, salvo se houver, não haverá participação nossa oficial representando o projeto. Não pretendo opinar aqui sobre o envolvimento dos membros da equipe, que são também membros do grupo, ao menos por enquanto. --Oona (WMF) (discussão) 13h25min de 10 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Já eu me incomodo com essa representatividade toda. Mas essa discussão é uma chamada oficial ou uma discussão de mérito de participação?
1. O Padula não deve representar o grupo e muito menos o Vini ou Jonas. Eles devem representar eles mesmos, como membros do grupo, e não como representantes de nada.
2. Não vejo motivo para impedir nenhum membro do grupo de participar exceto sua ação dentro do próprio grupo.
3. Mas de qualquer forma a presença de funcionários em posições de destaque nesse sentido pode causar um desconforto geral (menos o sturm que ninguém vai ter ousadia pra reclamar, haha).
Beijos! -Raylton P. Sousa (discussão) 12h17min de 11 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]

A relação do programa Catalisador e o WUG realmente deve ser discutida. No entanto, como a Oona afirmou acima, há a possibilidade (bem-vinda, acrescento) de os funcionários do programa estarem envolvidos no processo de concepção e fortalecimento do grupo. Já estão! E apresentam participação notória nesse contexto. O Rodrigo, por exemplo, tem contribuído para o grupo, não só através do Catalisador, e tem acompanhado de forma exemplar os desdobramentos de nossas atividades em busca da estruturação do grupo, tanto internamente, quanto nos outros meios. Na ausência de um nome disponível, acredito que podemos ocupar a vaga que nos resta com o seu nome, nesse caso. Sua participação pode enriquecer o grupo, na medida em que ele tem se prestado a compartilhar experiências conosco e a dedicar seu tempo e entusiasmo para o progresso do grupo (que também é meta do catalisador). No que concerne à "representatividade", obviamente não serão defendidas ideias não consensuais durante o encontro, além de não haver uma necessidade premente de posicionamento durante as rodadas do evento. Há uma discussão de ideias e mais um compartilhamento de experiências no sentido de as histórias dos capítulos servirem de inspiração para os outros. Dito isso, a participação de mais voluntários amplia os potenciais benefícios do grupo a partir desse evento. Vinicius Siqueira 03h24min de 14 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]

Isso me lembra da atuação de Everton com papeis diferentes em momentos diferentes, não vi problema nesse caso.
Sobre representatividade, existe um grupo do qual fazemos parte. Eu não entendi a sua sugestão Raylton. --Jonas (discussão) 02h31min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]

O que vão levar?[editar]

Jonas e Padula, o que vão levar para Berlim sobre o grupo aqui no Brasil? --Everton137 (discussão) 04h39min de 17 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]

  • Na pauta do evento: Let’s make better mistakes tomorrow temos muitos erros de ontem para compartilhar hoje.
  • Danilo comentou [acima] uma ideia que eu apoio: grupo/capítulo como plataforma. O evento este ano pede para reimaginarmos a estrutura do movimento Wikimedia. Você inclusive tem sugestões interessantes, Tom.
  • ...
--Jonas (discussão) 04h54min de 17 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Pretendo primeiramente aprender e sugar tudo que for possível como fizemos na Iberoconf do México. Temos alguns projetos em andamento e essa completa reestruturação do grupo pós-reconhecimento do AffCom e WMF. A formalização do grupo como um futuro capítulo também deverá ser discutida nessa oportunidade com os membros do AffCom, Board e WMF presentes.Rodrigo Padula (discussão) 03h45min de 20 de fevereiro de 2014 (UTC)[responder]
Oi Jonas e Rodrigo, não haverá nenhuma apresentação nossa? Jonas, das minhas sugestões interessantes, quais você destaca? Eu não lembro pontualmente de nenhuma. rs Rodrigo, você tem algum relato aqui no wiki sobre o que aprendeu na Iberoconf? --Everton137 (discussão) 16h20min de 6 de abril de 2014 (UTC)[responder]
Eu escrevi um resumo do que eu penso sobre os dois primeiros pontos do evento: [1]. Entre as coisas que eu já conversei com vc, Tom, a principal diz respeito à transparência de comunicação e discussão dos projetos sem imposições de cima para baixo. Isso de certo modo está na forma como o encontro desse ano foi planejado, o que é bom, vamos ver agora o quão disposto esse pessoal tá para ouvir críticas. Abs, --Jonas (discussão) 19h40min de 6 de abril de 2014 (UTC)[responder]
  • Como foi o retorno sobre a apresentação do Brasil?--Oona (discussão) 03h24min de 22 de abril de 2014 (UTC)[responder]
Não tivemos apresentação formal na grade do evento, mas houve várias perguntas ao longo de conversas informais. Havia interesse na formação do grupo de usuários, nas atividades que realizamos e/ou planejamos fazer.
Eu fiquei muito impressionado com as atividades realizadas por grupos como WM Indonésia e o grupo de usuários de Nova York. Além disso tivemos várias conversas com o João, do capítulo português. --Jonas (discussão) 13h12min de 23 de abril de 2014 (UTC)[responder]