Wikimedia:Ágora/Café para discutir culturas da permissão e do remix

Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil
Ir para navegação Ir para pesquisar
Coffeee img451.jpg

Fiquei pensando em organizarmos um mutirão/café entre nós (e convidados!) para discutirmos sobre as culturas da permissão (permission culture) e do remix (remix culture) e criarmos os respectivos artigos em português na medida em que discutimos o assunto - poderíamos fazer as anotações num pad. No local em que houver mais voluntários para se reunir presencialmente, abriríamos espaço para quem quiser participar remotamente (IRC e/ou google hangout).

Uma tirinha explicando sobre a cultura da permissão.

É muito importante deixarmos claros esses conceitos para nós e a importância da definição de trabalhos culturais livres, onde restrições não comerciais (NC) e não derivadas (ND) estão excluídas.

Leituras de trechos do livro Cultura Livre, do Lessig, que esclarecem o tema seria interessante. :) Outras sugestões de leituras são bem-vindas.

Alguém topa? --Everton137 13h29min de 10 de dezembro de 2011 (UTC)

A própria WMF parece compactuar com a permission culture, quando se esmera em seguir ipsis litteris regras limitadoras. Exemplo claro disso pode ser visto nessa thread, onde vemos a anuência inequívoca dos detentores de copyright e a paciencia dos usuários é requerida. --201.3.62.14 17h05min de 10 de dezembro de 2011 (UTC)
Eu acho que o problema é o site de notícias que não usa uma licença adequada e nos obriga a ter que pedir para eles o uso. Se usassem, não ocorreria nenhum desses transtornos. Já permitiram e você informou as pessoas dentro da Wikinotícias que possui autorização - lembra que fiz o mesmo quando pedi a autorização do Estadão para usarmos o banner sobre a história da Wikipédia? Então agora é aguardar para sua tradução reaparecer no wikinotícias. :) Não deixa de ser um caso interessante, mas a política da WMF não é errada por usar a definição de livre compatível com a cultura do remix. ;) Abraços! --Everton137 20h05min de 10 de dezembro de 2011 (UTC)
Adicionei um comentário lá. --Everton137 20h26min de 10 de dezembro de 2011 (UTC)
Ah, eu acho isso extremamente oportuno. Estava mesmo pensando em convidar especialistas para um bate-papo (nada de palestra, onde ninguém aproveita nada), tipo workshop, no dia de nossa assembleia geral de fundação, aproveitando o fato de que estaremos reunidos. Poderíamos chamar advogados da área de direitos autorais, o povo da Creative Commons Brasil, outras organizações ou outras pessoas indicadas. CasteloBrancomsg 02h00min de 18 de dezembro de 2011 (UTC)

┌─────────────────────────────────┘
Acho boa a idéia, Castelo. Posso falar com gente do CTS, no Rio, com quem já conversei para tentarmos projetos com a OKFn Brasil e parecem ter gostado. Eles estão próximos aos envolvidos com a CC Brasil. Talvez gente do FGV de São Paulo também. Podemos pedir alguns outros nomes para a Carol. :) --Everton137 02h12min de 18 de dezembro de 2011 (UTC)

Er.. gente, não se confundam, sobre esse assunto os especialistas somos nós, a comunidade de software livre e, quem sabe, um ou outro coletivo de arte. Os advogados, que são também o "povo da creative commons brasil" que é também o "CTS da FGV do Rio", tem uma visão muito superficial no que trata de cultura da recombinação. Eles são especialistas no texto e efeitos legais das licenças, gostam de experimentar algumas abstrações, mas o pensamento sobre os processos socio-politico-econômicos deles é bastante limitado. Repetem a literatura estrangeira padrão, ou terceirizam essa parte sem pensar o todo. Podemos, naturalmente, convidá-los a aprofundarem-se conosco, mas acho muito mais interessante dialogar com pessoas dos setores produtivos do conhecimento, ao invés do regulador. Afinal, com este setor a gente já sabe bem o que fazer: burlá-lo através de licenças livres e lutar contra novas restrições nas leis. --Solstag 08h45min de 19 de dezembro de 2011‎ (UTC)
Abdo, concordo com você, mas como também sei como o pessoal da CTS/CC Brasil tem influência na divulgação do assunto (em geral usam a restrição NC ;), acho bom convidá-los. Então incluo o GPOPAI USP também, que me parece outro afinco defensor da restrição não comercial. E, de fato, chamar os criadores será algo bem produtivo. Podíamos pensar em alguns do setor musical, de vídeo, fotos e livros. Podemos ir montando uma lista de pessoas e grupos que agregariam algo à discussão e ao mutirão de edição. Já pensou conseguimos o Hermeto Pascoal? :D --Everton137 10h59min de 19 de dezembro de 2011 (UTC)
Olha, se você tá falando de marcar um batepapo entre amigos, tudo bem. Mas não vejo sentido em tarnsformar em "evento" antes de termos conversado tet-a-tet com esses grupos. Nós temos acesso a eles, fazer um carnaval só vai cristalizar posições. --Solstag 18h30min de 21 de dezembro de 2011 (UTC)
Batepapo entre amigos? Não conversar antes? 1 + 1 = 3? Hein? Ah, o carnaval... --Everton137 18h58min de 21 de dezembro de 2011 (UTC)
Você bebeu? Devo relatar à WMF que você anda alcoolizado no exercício da sua função? --Solstag 20h18min de 21 de dezembro de 2011 (UTC)

https://0.facebook.com/groups/168569350200386?refid=27#groupMenuBottom