Categoria Discussão:Projetos

Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil
Último comentário: há 12 anos de MetalBrasil
Ir para navegação Ir para pesquisar

Programas são um conjunto de projetos com (macro)objetivos similares. Podemos ter uma categoria de programas para colocar os que estão aqui? Pietro Roveri 15h19min de 16 de agosto de 2011 (UTC)Responder

Exemplo de programa?
Os projetos com objetivos maiores normalmente tem uma categoria própria e ficam cat aqui. Não será difícil de achá-los (são quase todos q tem cat). E a cat de programas tb só teria cats. Rjclaudio 16h18min de 16 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Wikimedia Brasil Línguas é um programa, que engloba projetos como o Esperanto e o Nheengatu. Acho até que esse deveria ser o padrão ("Wikimedia Brasil" + palavra que sintetize o macroobjetivo). Eu acho que sim, que deveríamos categorizar por programas, facilitaria a navegação. E também que deveríamos criar páginas para esclarecer a nomenclatura (programa, projeto, atividade, mutirão). Aí bastaria um link na descrição. CasteloBrancomsg 16h21min de 16 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Temos uma que se pode usar. Termos. MetalBRasil @ # 21h07min de 16 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Esperanto e o Nheengatu ainda serão categorizados como Projetos? Ou só estarão nessa cat as atividades que não fazem parte de nenhum programa (e, convenhamos, com o tempo teremos programas suficientes para cobrir quase todos os projetos)? Rjclaudio 12h50min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Acho que a questão maior é tirar os programas da categoria de projetos, os projetos continuam sendo projetos e podem fazer parte de programas (um ou mais). Pietro Roveri 12h53min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Então ficaria: Atividades -> Projetos -> Esperanto e Nheengatu | Atividades -> Programas -> Wikimedia Brasil Línguas -> Esperanto e Nheengatu ? Na cat de Programas terá a cat de cada programa, que terá todos seus projetos. A cat de Projetos então seria uma lista de todos os projetos, sem nenhuma organização apenas a ordem alfabética (pq a única organização q vejo é agrupar em macroobjetivos -programas).
Dá tb pra separar os projetos em fases: projetos propostos (ideia/sugestão/discussão/início), ativos, inativos/cancelados, antigos/arquivo histórico, concluídos, etc. Assim temos uma cat só com projetos que temos em atuação.
Os projetos só viram programas quando tiverem mais de um projeto dentro deles? Ou, só por existir o projeto, mesmo que só tenha ele sobre o assunto, já podemos criar um programa mais abrangente para incluí-lo? WikiGov é bem genérico dá pra transformar em programa (um projeto para cada tipo de governo, atuação, tema, etc). Wikimedia Brasil Patrimônio é programa mas não tem nenhum projeto. Ou até mesmo Embaixadores e Educação. Só temos Embaixadores como projeto ativo, mas Educação é o programa por ser mais genérico e poder agrupar vários projetos (mts já propostos / discutidos). WMB Educação seria o nome do programa então (pela proposta acima, programa = WMB xx)? Rjclaudio 14h06min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Acho que é isso mesmo, a "teoria" trata desse jeito: programas são um conjunto de projetos com objetivos comuns, projetos são uma sequência de atividades com tempo e objetivos definidos e portfólio é o pool de projetos que podem ser feitos. Gostei da separação em fases. Acho que um programa pode existir até mesmo antes dos projetos, eles vão surgindo com o tempo.
Repare que isso tudo se relaciona com o planejamento estratégico, pois definimos as metas gerais, definimos programas e depois projetos. Entretanto, temos que prever o caminho inverso, ou seja, surje um projeto alinhado estrategicamente e depois podem surgir outros que formam um programa. Pietro Roveri 17h11min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder
O ideal então é que todo projeto tenha um programa? Se não tem agora, um dia deveria ter, então podemos ao menos ir fazendo a página do programa que vai englobar aquele projeto. Fazendo minha bagunça nas cats de atividades, nessa cat de projeto fica misturado os projetos que já estão dentro de um programa dos que ainda estão soltos, ajudaria uma predef/cat para isso. Se há consenso (até agora) podemos criar a cat de programas? Rjclaudio 18h28min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder


Lusófonos, puff, vocês conseguem complicar coisas simples como essa... chamem tudo de Atividade. TUDO, quando tiver dinheiro coloque em uma categoria, sei lá, "recebe dinheiro", quando não recebe, coloca nada.

O que eu acho sensato é, atividades sobre língua ter uma página Atividades sobre língua, todas as atividades relacionadas a língua estão nessa página, e todos os contatos, informações que podem ser válido para todas as atividades estão lá, e a ca bou...


Uma pergunta, terá alguma atividade fechada para x, y e z voluntários? Se houver viramos um clube privado, se não, todas as atividades poderão ocorrer em modo de mutirão, até aquelas que o escritório paga alguém para fazer algo megaespecífico, pode ter um grupo de voluntários que façam em conjunto/parelelo com o grupo pago.

Desculpe Pietro, mas acho que o nome "projeto", não é nem inadequado, é errado. Eu comecei a refletir sobre a palavra, projeto é algo que não necessariamente pode ser realizado, que trás burocracia com o nome, e trás toda uma carga autoral, muito distante do Movimento Wikimedia Brasil. Segundo dicionários "O que planejamos fazer.", "Primeira redação de uma lei, estatutos, etc., que se submete à aprovação." ""1.Plano, intento 2. Empreendimento 3. Redação preliminar de lei, de relatório, etc. 4. Plano geral de edificação" Nada dessas coisas reflete a comunidade, nós temos uma identidade.

E pra que haver divisões?? Pietro, você mesmo acha que "tudo é a mesma bosta", então porque está querendo classificar as coisas?

E as atividades prioridades são aquelas feitas pela comunidade brasileira que trabalham em um sistema colaborativo livre, sendo incentivadas a realização destas em formato de mutirão, pelas facilidades que o modelo trás. Qualquer atividade autoral, que inibe a participação de inúmeros voluntários, irreplicável deveria ser desencorajada, ou encorajada a mudar de perspectiva, pois esse tipo de atividade não pertence a essa comunidade, mesmo que o resultado seja algo proveitoso, poderia ser muito melhor se todo o processo para a criação e execução dessa atividade fosse feita em formato Wiki, para quem esqueceu, livre, colaborativo, transparente...

Agora está claro um dos motivos que eu não apoio o "projeto Nheengatu", mesmo que o resultado seja "uma Wikipédia em Nheengatu", a ideia principal que está ali é, um voluntário autoescolhido, viajar para aonde, em teoria, as pessoas falam essa língua. Acabou, é isso que há ali, é para isso que o dinheiro arrecadado seria usado. Olhe a diferença de todas as atividades que já foram propostas, dois exemplos, Campus Party "quem quer ir, quem pode ir, quem pode participar no dia x?", "ei, quais são os nosso objetivos lá, vamos dar palestra?", Sesc "ei que lugar poderíamos fazer a atividade y, Sesc? Qual deles? Esse é o melhor para todos os voluntários? Quem poderia ir? O que vamos fazer? Quais são as ideias? Quem vai à reunião?"; Nheengatu "Esses são objetivos, EU vou viajar, EU falei com WMF, MEU projeto" ...

Todas ações dessa comunidade, querendo ou não, têm uma linha de conduta esperada muito próxima do que é um mutirão, no sentido literal, "Iniciativa colectiva para ajudar alguém, para ajuda mútua ou para um serviço comunitário." "Mutirão (termo de origem tupi de etimologia obscura) é o nome dado no Brasil a mobilizações coletivas para lograr um fim, baseando-se na ajuda mútua prestada gratuitamente. É uma expressão usada originalmente para o trabalho no campo ou na construção civil de casas populares, em que todos são beneficiários e, concomitantemente, prestam auxílio, num sistema de rodízio e sem hierarquia." "Auxilio gratuito que prestam uns aos outros os membros de uma comunidade, em proveito de todos, como no caso de melhorias locais". Fontes: (Priberam, Wikipedia, Aurélio, respectivamente)

Então, as atividades devem ainda manter as características da comunidade local, perder a identidade é perder as bases, nós somos um grupo diferenciado dos outros chapters, e muitos se orgulham disso, também não somos uma ONG com estamentos e mais estamentos que decidem as coisas, que aprovam e vetam, somos um grupo de voluntários no mesmo patamar, que faz coisas para "Um mundo..." e que no Brasil, por ser uma situação mais deprimente que em outros países, trabalhamos mais o lado social que outros chapters.

Essa é a minha opinião. Sintam-se livres para opinar contra, mas antes de fazer o que é de praxe, lembrem-se "O desafio de compreender precede a oportunidade de criticar." Rodrigo Tetsuo Argenton 22h46min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder

Eu preferiria que tudo fosse chamado de atividade. Ficar procurando na cat se é Mutirão, Projeto ou Programa só dificulta achar as coisas. Sei que tem alguma atividade sobre o assunto x, onde procuro?
O modo principal de navegação deve ser por objetivo (Atividade - Macroobjetivo - Ações mais pontuais), categorizar por tipo, estágio, fundos, etc, deveria ser uma classificação paralela e apenas pra quando realmente precisar.
Rjclaudio 23h31min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Então colocar as Categoria:Atividades e sei lá, Categoria:Educação, não entendi ações mais pontuais, como poderíamos categorizar isso? Rodrigo Tetsuo Argenton 12h38min de 18 de agosto de 2011 (UTC)Responder


O Nheengatu só foi criado já com um esboço de projeto. A página ainda está livre para ser editada, e a discussão livre para sugerir mudanças. Se alguém achar um objetivo melhor, ou discordar de um atual, só propor / mudar. Se acharem que outra pessoa deve viajar por estar mais preparada / aproveitar melhor a viagem, só propor e discutir. Não vejo ali como um projeto centrado em uma pessoa que toma as decisões sozinha e a comunidade está ali apenas para dar algum suporte. Rjclaudio 23h38min de 17 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Engraçado que na Wikimania o cidadão falava que o projeto era algo não-prioritário pra WMF e pra Wikimedia Brasil, coisa que nunca ninguém ia apoiar e blablabla, aí quando meio mundo da WMF sorri para a ideia você começou a enraivar (como com qualquer outra coisa que não seja um santo mutirão seu que comece a dá certo). Você quer viajar? Se você está reclamando que só o membro autoescolhido pode viajar e tal, deve ser porque você quer. Nheengatu#Interessados. Então, Seu nome está lá? Já fez qualquer edição na página? Já discutiu na página de discussão? Você já leu a página? Qualquer vez, Já? Grande citação Rodrigo Tetsuo Argenton! ""O desafio de compreender precede a oportunidade de criticar." MetalBRasil @ # 00h22min de 18 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Abrace e ame os mutirões que tanto ufaniza, eu vou continuar trabalhando no Nheengatu. O Asaf não é dono da WMF e você não é da WMBR. Cada um na sua prioridade do que é difundir conhecimento livre, simplesmente. E antes que você toque no quesito de tempo (você fazendo mutirão a anos, e eu sou recente por aqui) de qualquer forma eu estava difundindo o conhecimento livre bem antes da maneira mais popular, que é centro das luzes na WMF, editando na Wikipédia. MetalBRasil @ # 18h31min de 18 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Argenton, se quer ser compreendido, faça-se compreender e coloque sua opinião em linguagem clara (sem gírias, estribuchos, granidos, caixa alta ou letra colorida). A questão é simples, vou dar um exemplo prático: como dizer que as atividades do Nheengatú possuem objetivos gerais similares às do Esperanto? Responda em 3 linhas, se puder. Abraços, Pietro Roveri 18h53min de 18 de agosto de 2011 (UTC)Responder

Gente, essa categorização não tem como atrapalhar, porque ela não precisa necessariamente substituir as demais. Não precisamos economizar nas categorias. A página sobre o Nheengatu, por exemplo, poderia muito bem estar categorizada em Atividades, Projetos, Línguas indígenas, Línguas, Atividades em andamento, Atividades de 2011, Fortaleza, Brasília, e mais uma dúzia. Qual o problema nisso? Não briguem. CasteloBrancomsg 19h13min de 18 de agosto de 2011 (UTC)Responder

Sempre tem um que reclama de tudo por trivialidades. MetalBRasil @ # 19h30min de 18 de agosto de 2011 (UTC)Responder

Conte:

  1. As duas estão em uma página chamada "Atividades linguísticas" e categorizadas em "Atividades" e "línguas". Rodrigo Tetsuo Argenton 01h12min de 19 de agosto de 2011 (UTC)Responder
  2. De acordo. Pietro Roveri 15h12min de 19 de agosto de 2011 (UTC)Responder
Já temos a página, criada pelo CB. Wikimedia Brasil Línguas MetalBRasil @ # 18h15min de 19 de agosto de 2011 (UTC)Responder